PR1505 – Dorina, a Pacificadora

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c1505

Eles são mestres da palavra – seu mundo é a oratória

Título Original: Dorina, die Friedensstifterin

Autor: Marianne Sydow

Tradutor: Marcos Roberto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 25/06/1990

Publicação no Brasil: Dezembro de 2017

Época: 1145 NCG a 1165 NCG

Local da ação: Sistema Kaokrat, sistema Simban

Personagens principais: Dorina Vaccer, Segur Vaccer, Warna Vaccer, Garyo Kaymer, Balin Weydar, Aramus Shaenor

Resumo

Dorina Vaccer nasceu em 1145 NCG no sistema Kaokrat, no planeta Taumond, um mundo que foi colonizado pelos linguides em 1115 NCG. Muito cedo se revelou seu grande talento oratório, de modo que em 1149 NCG foi submetida a testes pelo conciliador local. Ele a enviou para a escola Hajmayur, onde os alunos eram ensinados em condições duras. Ela aprende os ensinamentos de seu povo. Para os linguides, a oratória não é apenas um meio de comunicação. Eles sabem que a oratória e os termos linguísticos produzem a realidade individual de cada ser vivo. Através do hábil emprego da linguagem e da comunicação não verbal, que chamam de talento, a vivência da realidade subjetiva pode ser afetada e até mesmo totalmente revertida.

Com seu professor, Garyo Kaymer, Vaccer desenvolve uma relação ambivalente que se caracteriza, por um lado, por grande respeito e carinho; mas, pelo outro, por medo e ódio. Estes últimos surgem à medida que ela testemunha Garyo Kaymer bloquear permanentemente o talento de seu colega de classe Virram, devido a seu comportamento irresponsável. Virram quis aplicar suas habilidades em outro linguide, sem seu consentimento, com isso criando uma “corrente falsa” nele, que finalmente ficou louco.

Depois de sua educação em Hajmayur, Dorina Vaccer foi alocada como um estudante do pacificador Balin Weydar, em sua nave VAROAR. Os passeios do pacificador a levaram em 1161 NCG ao planeta Roost, no sistema Simban, onde eram realizadas negociações de mundos colonizados por linguides com os blues tentras. Os linguides tinham colonizado vários planetas na área de influência dos tentras durante a era de Monos, o que só foi notado depois da queda do usurpador. Agora era veementemente exigida a evacuação destes mundos. As negociações com os pacificadores, durante o qual a delegação em Roost resolveu muitas disputas internas dos povos blues, fez com que os tentras amavelmente cedessem os planetas disputados para os linguides.

Outro estudante do envelhecido pacificador é o ambicioso Aramus Shaenor. Vaccer entra em conflito quando Aramus insiste em interferir, sem ser solicitado, no conflito latente entre blues in vitro e in vivo. Então ela deixa a VAROAR e retorna para Taumond, onde atua como conciliadora junto à seu antigo professor Kaymer. Com isso, ela constata que seu arbusto-kima, plantado em seu nascimento por seu pai Segur, como se fosse um simples arbusto, cresceu bastante e se transformou em uma verdadeira árvore.

Após meio ano, Dorina Vaccer retorna para a VAROAR em 1164 NCG. O talento de Balin Weydar já está quase extinto neste momento, de modo que Aramus Shaenor é nomeado pacificador e começa seu sucesso na VAROAR. Em 1165 NCG, Vaccer também é indicada para pacificadora e recebe sua própria espaçonave, a SINIDO.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir