PR1516 – Caos no Humanidrom

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c1516

Caminhando pelos mundos da probabilidade – uma conspiração é descoberta

Título Original: Chaos im Humanidrom

Autor: Kurt Mahr

Tradutor:

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 10/09/1990

Publicação no Brasil: Abril de 2018

Época: Junho do ano de 1170 NCG

Local da ação: Akkartil, Humanidrom

Personagens principais: Sato Ambush, Idinyphe, Willom, Perry Rhodan, Banador von Pakh-Nyuat

Resumo

Após o interlúdio em Heleu, Sato Ambush é levado por Alaska Saedelaere para Akkartil. O nakk Paunaro tinha realmente terminado a cooperação com o pararrealista após sua partida, mas Ambush espera que Idinyphe1 possa interceder por ele. Mas a filha de Perry Rhodan, por sua vez, se preocupa com sua saúde física e mental. Ao longo do tempo, ela desenvolveu habilidades verbais e não verbais para se comunicar com os nakks e de poder acompanhar a comunicação deles. Ela deve agradecer seu professor Willom, que vê Idinyphe como uma “iluminada”, mas sem explicar melhor esta designação. Quando ela descobre a chegada de Ambush, procura-o e acaba por ser convencida que os nakks têm mais segredos, que o pararrealista ainda não conseguiu encontrar nos fragmentos das Crônicas. Sato Ambush quer convencer os nakks a revelá-los por si mesmos. Ele convence Idinyphe a ajudá-lo.

Enquanto Sato Ambush tenta usar o poder de seu Ki para descobrir o segredo da técnica nakk das dobras espaciais, Idinyphe questiona seu mentor: por que Ayshupon fugiu quando Varonzem apareceu em Heleu? Quais dificuldades internas Emzafor e Varonzem queria clarear em Akkartil? Por que Ayshupon matou Ermancluq?

Mas recebe apenas respostas evasivas, até que finalmente Willom foge. No hangar, ela espera por ele, até que o nakk a receba a bordo da ANEZVAR e fale de novo com ela. Sato Ambush, que não consegue entrar em nenhuma pararrealidade, testemunha a conversa e intervém quando chega à convicção de que Idinyphe e Willom não conseguirão mais cooperar. Ele tem sucesso quando conta uma mentira branca: de que seria possível determinar a órbita de Peregrino a partir os dados dos fragmentos das Crônicas de Amringhar.

Após esta abertura, Paunaro se declara pronto para uma conversa com o pararrealista. Quando Paunaro se dispõe a divulgar os segredos dos nakks em troca de cooperação, os nakks Paunaro e Willom partem junto com Sato Ambush e Idinyphe a bordo da TARFALA para lidar com Varonzem, que lidera um grupo de pesquisa no Humanidrom.

Lá já se encontra Perry Rhodan, que tenta mediar, a pedido de Kallio Kuusinen, um conflito com os tópsidas. Após sua chegada, ele primeiro procura o presidente do Galacticum, o aconense Banador von Pakh-Nyuat. Durante a conversa, ambos caem durante algum tempo em uma dobra de espaço-tempo e testemunham uma disputa entre dois nakks, dos quais um se chama Clistor. Então Perry Rhodan aconselha o aconense a adiantar a sessão especial do Galacticum, porque ele teme que vão ocorrer novos incidentes paranormais. Depois desta reunião, Rhodan cai novamente em uma dobra de espaço-tempo e testemunha os acontecimentos que envolveram o roubo do ativador celular de Jennifer Thyron.

Enquanto isso, Sato Ambush e Idinyphe obtêm respostas de Varonzem às suas perguntas. O nakk relata a existência de uma sociedade secreta que quer procurar por AQUILO de uma maneira completamente diferente do resto dos nakks. Quando descobriram que assim também não conseguiriam nada, eles se separaram. Mas alguns poucos membros já estavam preparados para ultrapassar barreiras e prosseguiram com o objetivo original da sociedade. Então Ayshupon fugiu nesse momento para Heleu, porque ele acreditava que Varonzem seria um dos extremistas. Para tentar esclarecer o mal-entendido, este foi para Akkartil. Os nakks Lakardón e Ermancluq foram mortos por terem tomado caminhos, na busca por AQUILO, que não eram apenas perigosos, mas também colocavam em perigo a busca pela superinteligência.

Mas estas respostas não satisfazem Sato Ambush. Quando ele persistentemente questiona os objetivos da sociedade e finalmente chega a falar do aparecimento de Clistor em Peregrino, bem como da entrega de seis ativadores celulares roubados, ele causa uma reação de pânico nos gastrópodes. Os nakks se retiram para grande quantidade de dobras espaço-temporais, causando um tremendo caos.

No mesmo momento, ocorre no Humanidrom a terceira sessão extraordinária do Galacticum a tratar da crise tópsida. Os lagartoides tinham solicitado o reconhecimento da ocupação das colônias estrangeiras e o levantamento do embargo de armas. O debate escala cada vez mais, mas tem um fim abrupto quando a Conselheira tópsida Nediakril-Phigh desaparece sem deixar vestígios. Quando, em seguida, o interior do Templo das Vibrações começa a dissolver, irrompe o pânico.

Sato Ambush e Idinyphe também penetram em uma dobra de espaço-tempo e testemunham diferentes acontecimentos do passado. Eles observam a formação da sociedade secreta nakk e descobrem seus verdadeiros objetivos. Os fanáticos sabem que um dia AQUILO vai recuperar os ativadores celulares. Por isso, os nakks querem obter alguns destes equipamentos, na esperança de serem capazes de atrair a superinteligência. Diante desta situação, Ambush confronta Emzafor e assegura que os galácticos não vão condenar seu povo caso eles cessem estes erros. Ele também deixa claro que a cooperação só pode beneficiar ambos os lados. Estes argumentos não podem ser ignorados por Emzafor, deste modo, o pesadelo chega ao fim.

Por fim, o Galacticum continua sua sessão interrompida e rejeita os pedidos tópsidas. Estes deixam então o Humanidrom e anunciam que vão ocupar mais mundos. Após a reunião, Perry Rhodan reúne-se em seus aposentos com Sato Ambush. O pararrealista o informa das razões por trás dos incidentes. Em resposta a uma pergunta do imortal, Ambush explica que sua filha não quis acompanhá-lo na conversa com o pai.

1Nota do revisor: Idinyphe é o nome cosmocrata de Eirene Rhodan.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir