• Home

PR1526 – Galáxia dos Condenados

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c1526

Gesil em Truillau – sob o encanto do tirano

Título Original: Galaxis der Verdammten

Autor: H. G. Ewers

Tradutor: Augustus César

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 19/11/1990

Publicação no Brasil: Agosto de 2018

Época: Verão do ano de 1170 NCG

Local da ação: Truillau, Talintan, Bipula

Personagens principais: Gesil, Stalker, Per-E-Kit, Die Blinde Göttin, Poang, Suung, Shif

Resumo

Gesil chega a Truillau a bordo da SHARN-Y-YAAK. Seguindo pelos caminhos secretos dos topar, os rebeldes contra o poder governante na galáxia NGC 5236, a nave-concha escapa da atenção dos onipresentes fortes solares. Mas a passagem ainda não é segura e, quando a programação de voo durante o voo superluminal é eliminada, Per-E-Kit é obrigado a fazer uma manobra ousada. Ele projeta um ponto Hamiller na direção de voo da nave e espera que ao voar através dele, as faixas hiperenergéticas da programação sejam restauradas. A manobra é um sucesso e uma reentrada não planejada pode ser evitada. A SHARN-Y-YAAK chega ao seu objetivo, mas danificada pelo voo através das ondas gravitacionais. Após a conclusão dos reparos, ela voa para seu destino final: a base rebelde Talintar. Neste local, separam-se os caminhos de Stalker e Gesil. O ex-sotho parte novamente para um destino desconhecido, logo após a esposa de Rhodan e Per-E-Kit serem apanhados por um bote espacial.

No caminho para o centro de coordenação do espaçoporto, Gesil aproveita a oportunidade para aprender mais com Per-E-Kit sobre as condições em Truillau. Assim, o kontidense relata, entre outras coisas, sua atividade secreta como mercador, sob o pseudônimo de Nad-I-Zom, e como Zerpat, para o serviço de inteligência do Guardião. Quando Gesil nota um ser humanoide, ela acredita que este está em busca de contato visual com ela. Quando perguntado sobre isso, Per-E-Kit responde secamente, mas Gesil decide investigar a coisa assim que tenha superado outras necessidades às quais concedeu uma maior prioridade.

Então ele confia sua protegida ao kontidense Yxx-M-Ongg, que deve acompanhar Gesil em suas acomodações. Ao longo do caminho, a mulher de Rhodan nota pequenos seres que parecem conhecidos. Eles se parecem com os uluphos, seres da concentração de poder de ESTARTU, que foram parcialmente ativos como Viajantes da Rede. Quando perguntado sobre isso, seu companheiro diz que se trata dos ke-ri, que são mantidos como animais de estimação em toda Truillau, muito valorizados por sua inteligência. Gesil mal pode acreditar, mas vê rapidamente que Yxx-M-Ongg parece não querer e nem poder fornecer mais informações.

Este deixa Per-E-Kit explicar para Gesil sobre a situação de fundo. Os ancestrais dos ke-ri realmente são uluphos encalhados em Truillau após a Grande Catástrofe Cósmica, que se estabeleceram em Talintan, na nebulosa Kirri-Kirri. Quando as naves da Topar chegaram lá, fugindo das frotas do Guardião, houve o contato. Como resultado, surgiu uma colaboração entre eles, concebida de modo que os uluphos fossem vendidos como animais de estimação em toda Truillau. Nas casas de seus donos, eles se dedicariam a recolher informações valiosas e a repassá-las, de uma maneira que Per-E-Kit não descreveu em detalhes, para seus contatos. Por esta razão, os rebeldes consideravam como um grande segredo a inteligência dos ke-ri.

Neste contexto, Per-E-Kit oferece uma viagem para Bipula. Neste planeta, um dos ke-ri aventou a possibilidade de obter informações sobre o paradeiro do Guardião. A bordo da nave mercante RAAK-T-OMM, eles partem. Também segue com eles o ke-ri Shif, que passeia pela nave depois de uma longa conversa com Gesil. Em um armazém, ele encontra um humanoide que se apresenta como a deusa cega, que chegou a bordo da nave por meio do movimento atemporal. Ela sofre de amnésia grave e conta sua história para Shif, na medida em que pode se lembrar:

Sua memória chega ao ponto em que ela era perseguida por um robô lagartoide através de uma paisagem em constante mudança. Quando ambos entraram no meio do confronto de vários dinossauros, ela conseguiu tomar a arma do robô, que fora severamente danificado por um dos animais gigantes. Pouco depois, ela se encontrou em outro ambiente artificial, parecido com uma arena. Lá, ela foi abordada por uma voz que lhe disse estar a bordo de uma espaçonave chamada GAINIR, na arena do Upanishad. O orador, que se chamava Tolsh, revelou-se a ela. Como ele era idêntico ao seu perseguidor, ela atirou em pânico no robô e fugiu para dentro da nave. Lá, ela se deparou de novo com seu supostamente destruído algoz, presenciando seu final quando o escassamente restaurado Tolsh avança e desativa seu semelhante.

Então ele lhe contou a história da GAINIR. A nave partiu há mais de mil anos do reino de ESTARTU, tendo ficada aprisionada nos arredores de Truillau devido à Grande Catástrofe Cósmica. Esta também causou danos à programação de Drush, o segundo robô, que então começou a sabotar a nave e a matar seus senhores. No sistema de um sol verde, Tolsh tentou localizar um planeta com condições adequadas para a vida humanoide. Durante a busca, o robô localizou dentro da coroa solar uma operação de captação de energia, destinada a abastecer um enorme objeto. Suspeitando que este se preparava para um ataque, ele colocou a mulher em uma cápsula de salvamento. Mal esta deixou os destroços, a GAINIR foi destruída pelos estranhos.

Depois de algum tempo, a cápsula de salvamento foi apanhada por estranhos. Os kontidenses estavam fugindo, retirando-se para o planeta Talintan. Lá eles entregaram a mulher os ke-ri Suung e Poang. Estes procuraram restaurar as memórias perdidas da sua protegida por meio de sonhos controlados, mas só progrediram lentamente. Poucos dias depois, próximo ao espaçoporto, ela viu um planador ocupado por vários kontidenses e um humanoide, ao qual ele se sentiu estranhamente atraída. Mas ela não se lembrava de onde acreditava ter conhecido o estranho. Mas então as tentativas de seus cuidadores fizeram progresso e ela conseguiu recuperar algumas das memórias de sua infância. Durante a fase de sonho, a mulher, que acreditava se chamar Julia, sentiu que o estranho, pelo qual se sentia atraída, partiu com uma espaçonave; então se colocou a bordo da mesma por meio do movimento atemporal.

*

Shif pergunta para Gesil se ela conhece uma Julia, interrompendo a conversa quando ela nega. Neste meio tempo, a RAAK-T-OMM alcançou seu objetivo. Em Bipula, é novamente testada a paciência da esposa de Rhodan, que é acomodada por Per-E-Kit em seu domicílio. Mas ela não quer esperar muito e trata de manter contato com o ke-ri Trak. Este vive na casa de um membro da Zerpat – o que Gesil não sabe – e é conduzido por ela e Shif para a propriedade de Per-E-Kit. No entanto, isso não passa despercebido e Gesil é acusado de roubar o ke-ri, sendo confrontada pelas forças de segurança locais. O risco parece não ter valido a pena, pois Trak não sabe de nada sobre o paradeiro do Guardião, que parece ser desconhecido para os membros da Zerpat.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.