• Home

Perry Rhodan Neo é o título da nova série de romance em formato de livro de bolso do universo Perry Rhodan. Como seu subtítulo diz: “O futuro recomeça.”

Até 04 de agosto de 2011, o projeto também foi conhecido pelo codinome “Projeto segredo-X.” O primeiro volume foi lançado na Alemanha em 30 de setembro de 2011.

A série é um reboot da série principal. Ela começa com uma reinterpretação do primeiro livro de Perry Rhodan.

Enquanto a série principal iniciou-se pelos acontecimentos geopolíticos do mundo real e ficou sem metade do século 20, iniciando sua ação em um futuro próximo, Perry Rhodan Neo, inicia sua ação 50 anos depois do mundo real, no século 21, e também começa em um futuro próximo.

Perry Rhodan voa para a lua não em 1971, mas em 2036. A ação, assim, toma um curso alternativo, devido à alteração da posição inicial. Os motivos clássicos da série também são deslocados para um futuro próximo e interpretado em conformidade. Há a introdução de novos personagens e personagens conhecidos são mostrados sob uma nova luz.

A série não é fiel canônica em relação à série clássica. Segundo o testemunho de Klaus N. Frick, responsável pelo conteúdo editorial de toda a série Perry Rhodan, na quinta Weltcon 2011 em Mannheim, não há sobreposição ou referências entre as séries, como há na série Atlan. Perry Rhodan e Perry Rhodan Neo têm, cada uma, seu formato cósmico único. Desde 09 de janeiro de 2014 Perry Rhodan Neo tem o seu próprio web site. (http://perry-rhodan-neo.net/)

A série está em formato de livro de bolso e sai também como e-book e áudio livro. O Exposé-autor e também autor do primeiro volume é Frank Borsch. As capas são Dirk Schulz e Horst Gotta. Elke Rohwer assume a edição da série.

Cada livro de bolso é completo em si mesmo. Juntos, os romances contam uma história contínua, definida no futuro próximo do ano 2036. A série é dividida em temporadas (ciclos), com as três primeiras temporadas cada uma compreendendo oito livros de bolso, da quarta temporada em diante, este número passou para doze livros.

Em 30 de setembro de 2011 foi lançado “Visão Terrânia”, o primeiro romance da nova série Rhodan NEO. A série é publicada duas vezes por mês e foi planejado inicialmente para ter apenas oito livros de bolso, mas com o obvio sucesso foi então continuada desde então sem interrupção.

As temporadas (ciclos) inicialmente não tinha um nome próprio. Em novembro de 2012, os editores fizeram uma votação, em que os leitores puderam fazer sugestões para os nomes. A decisão veio em meados de dezembro de 2012. Posteriormente, os nomes foram fixados para as quatro primeiras temporadas.

No Brasil a série começou a ser lançada em janeiro de 2013, com periodicidade de um volume por mês e a partir do lançamento de setembro de 2014 (pré-lançamento em jun/14) tem três volumes lançados a cada 2 meses.

Como funciona Perry Rhodan NEO?

c neo21Desde 1961, a série PERRY RHODAN é escrita de uma maneira que se mostrou eficaz: os episódios são escritos por uma equipe que conta atualmente com onze autores, chefiada por um coordenador. Nas conferências dos autores, os rumos da ação são definidos em termos gerais.

O mesmo se aplica à série PERRY RHODAN NEO: um coordenador concebe o enredo de cada episódio, que então é escrito pelo respectivo autor. Com isso, são evitadas contradições e, portanto, o universo de PERRY RHODAN NEO permanece uniforme.

A diferença fundamental é que Frank Borsch, como coordenador, participa antecipadamente de negociações muito intensas com os escritores: por telefone ou “a quatro olhos”, que hoje em dia, graças ao Skype, é mais viável do que no passado. Nessas conversas preliminares, os dois autores desenvolvem juntos as ideias do coordenador para o episódio. As propostas do autor são aceitas e incorporadas sempre que possível e o coordenador revisa a sinopse.

Quando o autor termina seu episódio, ele o envia primeiro para Frank Borsch. Este verifica se há coerência quanto à substância e os dois discutem intensamente o texto.

Somente quando Borsch está satisfeito, o manuscrito vai para a editora. O manuscrito é revisado por Helmut Ehls, que, na condição de freelancer, trabalha novamente os detalhes de linguagem e conteúdo — só então o manuscrito é considerado acabado.

Em outras etapas da produção, o arquivo com o manuscrito é enviado para o departamento de reprodução da editora, isto é, o manuscrito é convertido para o padrão a ser seguido na impressão. Este, por sua vez, é encaminhado para as impressoras que finalmente concluem o trabalho.

Como surgiu PERRY RHODAN NEO?

c neo001As discussões iniciais sobre um possível reinício da série PERRY RHODAN foram feitas pelo autor Frank Borsch e o editor Klaus N. Frick já no início de 2000. Ambos amam quadrinhos norte-americanos e Frank Borsch tinha traduzido anteriormente algumas destas séries — assim, era natural que eles fossem inspirados pelos colegas norte-americanos. Por exemplo, séries como “Batman” ou “Homem-Aranha” sempre eram recomeçadas, com o intuito de atualizar a série e torná-la mais atraente, por exemplo, para uma adaptação cinematográfica.

Para a série PERRY RHODAN, uma ruptura radical com o passado naturalmente estava fora de questão: a série semanal ainda é um grande sucesso, tem dezenas de milhares de leitores, e não faria sentido simplesmente interromper esta história ficcional do futuro da Humanidade. No entanto, na redação se discutiu várias vezes como reiniciar a série PERRY RHODAN.

Com o quinquagésimo aniversário da série se aproximando, um possível novo começo estava perto. Em muitas discussões na editora, foi estabelecido um direcionamento geral enquanto Frank Borsch começava a elaborar o conteúdo. O autor, que já tinha mostrado em sua trilogia “Terra Alienígena” o quão bem sabia lidar com o “futuro próximo” levantou as questões fundamentais: como seria a Terra no futuro próximo, entre 2036 e 2037? Alguns desenvolvimentos atuais continuariam progredindo como até agora? Surgiriam conflitos e catástrofes naturais e o mundo ainda seria abalado por crises financeiras e terrorismo?

Deste modo, Frank Borsch extrapolou as estruturas existentes na Terra, tanto de natureza social quanto política, e refletiu como tudo isso poderia se desenvolver em um quarto de século. Como os humanos se comportariam em um período de crise e com uma nova guerra iminente, caso um humano se encontrasse com um alienígena?
Este homem era e é o astronauta Perry Rhodan, que também está no centro da ação em PERRY RHODAN NEO. O Rhodan da série NEO é mais do que um “teamplayer”, um homem do futuro próximo, que joga a responsabilidade para os ombros dos outros e, por exemplo, se comporta de forma muito pouco convencional quando se trata da imortalidade.

Durante o ano de 2010 surgiram inúmeras sinopses e, na primavera de 2011, os primeiros autores começaram seu trabalho. Dirk Schulz desenvolveu o projeto da arte de capa e a editora decidiu empregar até mesmo a publicidade televisiva para a nova série. Em paralelo, os parceiros na área de audiobooks e de e-books opinaram sobre a nova série. Todos trabalharam em conjunto em direção a uma data: 30 de setembro de 2011.

Paralelamente à Perry Rhodan-WeltCon 2011, que foi visitada por cerca de 2.700 pessoas no Centro de Congressos Rosengarten em Mannheim, foi publicado o primeiro episódio de PERRY RHODAN NEO. A resposta da imprensa foi enorme e os fãs de Rhodan no evento ficaram emocionados.

E uma nova série de ficção científica começou sua própria história de sucesso...

Como vai continuar PERRY RHODAN NEO?

Até agora PERRY RHODAN NEO seguiu em linhas gerais os temas da série “original”. Apesar de povos como os fantans ou os mehandors serem descritos de maneira diversa dos episódios clássicos dos anos 60, o enredo básico foi semelhante. No quinquagésimo volume, a série NEO se afasta ainda mais do original; nesse livro foram apresentadas algumas indicações muito claras disso.

Se mostra muito mais sobre quem é Perry Rhodan, um homem comum que viveu uma infância relativamente normal. Mas também vimos, sobretudo, que poderes alienígenas tentaram continuamente influenciar o menino.

A misteriosa Luta, que já foi mencionada várias vezes em PERRY RHODAN NEO, tem algo a ver com Rhodan; já em sua infância, poderes até então desconhecidos aumentam sua influência sobre a Terra. No curso dos próximos episódios, tanto Perry Rhodan quanto o leitor vão saber mais sobre a Luta...

Episódios 0001 a 0008 – Período da história: Junho a Julho de 2036
Data de publicação na Alemanha: 2011 a 2012


Em junho de 2.036 começou uma nova era na história da humanidade: um homem assumiu o propósito de unir a humanidade revoltada e levá-la às estrelas. Seu nome é Perry Rhodan. Ele foi o comandante da missão lunar americana. No satélite da Terra, Perry Rhodan conheceu os humanoides arcônidas, que estavam encalhados com uma enorme nave espacial na Lua. Houve o contato, de um lado Rhodan e seu amigo Reginald Bull, e do outro os arcônidas Crest e Thora. O cientista Crest estava seriamente doente, e Rhodan deu-lhe a esperança de poder ajudá-lo na Terra. No verão de 2.036 Terrânia é o sonho de futuro que fascina milhões de pessoas. Esta visão surge no meio do deserto de Gobi, longe dos centros de civilização. Usando os robôs fornecidos pelos alienígenas, Perry Rhodan e seus companheiros construíram a cidade que vai se tornar o centro de uma Humanidade unida.



PRNeoT01Em junho de 2036 começou uma nova era na história da humanidade: um homem assumiu o propósito de unir a humanidade revoltada e levá-la às estrelas. Seu nome é Perry Rhodan. Ele foi o comandante da missão lunar americana.

No satélite da Terra, Perry Rhodan conheceu os humanoides arcônidas, que estavam encalhados com uma enorme nave espacial na Lua. Houve o contato, de um lado Rhodan e seu amigo Reginald Bull, e do outro os arcônidas Crest e Thora. O cientista Crest estava seriamente doente, e Rhodan deu-lhe a esperança de poder ajudá-lo na Terra.

Acompanhado de Crest, os astronautas voltaram para a Terra, onde Crest deverá ser curado. No deserto de Gobi, eles foram cercados por soldados chineses. Enquanto a condição de Crest se agrava no deserto de Gobi, o exército chinês lança sua ofensiva contra a STARDUST.

Quando até mesmo uma nave auxiliar arcônida é alvejada, Thora realiza um contra-ataque. Apesar da situação desesperadora e do assédio feito pelo exército chinês, Perry Rhodan não desiste. Embora precise da ajuda dos arcônidas, também confia em sua própria competência. Assim, ele é bem-sucedido em salvar a vida de seu melhor amigo, Reginald Bull, no último segundo.

Do outro lado do mundo, forças fabulosas são formadas com um único objetivo: apoiar a visão de Perry Rhodan de um futuro entre as estrelas.

Apesar de sua situação desesperadora e apesar do cerco do exército chinês, Perry Rhodan não desiste. No deserto de Gobi deverá ficar Terrânia, a futura capital de uma Humanidade unificada. A visão de Rhodan é compartilhada por muitas pessoas. Simultaneamente, mais e mais pessoas se reúnem no deserto de Gobi, que Rhodan quer ajudar a qualquer preço. Elas vieram ao deserto para ajudá-lo. O que elas não sabem é que entre elas se encontra uma bomba-relógio.

O dia 13 de julho de 2036 é um dia que vai ficar na história da Humanidade: a cidade de Terrânia cai sob domínio do exército chinês, mas, em seguida, os soldados rendem-se a uma utopia, sob o comando do general Bai Jun. É a utopia de Perry Rhodan, que sonha em unir a Humanidade e aventurar-se às estrelas. Usando os robôs fornecidos pelos alienígenas, Perry Rhodan e seus companheiros construíram a cidade que vai se tornar o centro de uma Humanidade unida.

Bai Jun e seus soldados não são os únicos que têm uma posição inequívoca. Perry Rhodan e Reginald Bull, que fugiram das tropas chinesas para a Austrália, recebem uma ajuda inesperada naquele lugar remoto. E nos prédios vazios de Terrânia estão milhares de pessoas que querem oferecer seu apoio a Rhodan...

O governo americano, ao contrário, mostra severidade: o cientista arcônida Crest está diante do mais alto tribunal da América em Washington, DC. O Promotor o considera um inimigo público que incitou a população e pede a pena de morte.

Perry Rhodan concebeu um plano ousado para libertar Crest. Para tanto ele conta com pessoas dotadas de habilidades incomuns, os mutantes. Mas alguém mais faz seus próprios planos: a arcônida Thora. Ela encontrou uma antiga estação em Vênus. Com suas poderosas armas, ela vai para a batalha.

Em Terrânia, Perry Rhodan e seus companheiros, no dia 16 de Julho de 2036, criam a União Terrana, e a partir daí os terráqueos serão conhecidos como Terranos.

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

Episódios 0009 a 0016 – Período da história: 2036
Data de publicação na Alemanha: 2012


Verão de 2.036: Terrânia é o sonho do futuro que fascina milhões de pessoas. Este sonho é transformado em realidade no meio do deserto de Gobi, longe dos centros da civilização. Robôs alienígenas arcônidas constroem a cidade que será o centro de uma Humanidade unida. Tudo muda quando uma chamada de emergência chega à Terra. O sistema do sol azul Vega, que fica na nossa vizinhança cósmica direta, está em guerra. Rhodan e um grupo de companheiros parte no primeiro voo interestelar da Humanidade...



PRNeoT02Verão de 2.036: tem início uma nova era para a Humanidade. Perry Rhodan e um grupo de companheiros decolam para o primeiro voo interestelar da Humanidade. Seu objetivo: o Sistema Vega.

Ali se desenrola uma batalha implacável entre dois povos desiguais. Rhodan intervém a favor do lado mais fraco na luta desesperada. Pois o resultado da batalha decidirá o futuro da Humanidade.

Na Terra, enquanto isso, reinam o pânico e o medo. Estranhos extraterrestres invadem o planeta. Eles possuem apenas um objetivo: saquear. Reginald Bull, o amigo de Rhodan, enfrenta o perigo e cai em uma emboscada.

Depois de sua espaçonave ser derrubada pelos tópsidas, os homens encalham no planeta Ferrol. Os sobreviventes seguem para a capital Thorta, pois somente lá podem esperar por resgate.

Enquanto isso, a guerra continua. Apesar da situação desesperadora, Perry Rhodan tem um objetivo. Ele quer parar o massacre a qualquer preço. Se ele não conseguir isso, este terrível destino também ameaçará os habitantes da Terra.

Na Terra a situação está ficando pior. Os estranhos fantans incomodam as pessoas, pois raptam e roubam aquilo em que estão interessados e não têm nenhuma consideração. A resistência contra sua superior tecnologia parece inútil.

Reginald Bull, o melhor amigo de Perry Rhodan, também foi sequestrado. Sua primeira viagem ao espaço termina em uma estação espacial misteriosa, onde um cativeiro perpétuo parece esperar por ele e seus companheiros. Inesperadamente um novo, é “conhecido”, ser é encontrado!

Enquanto Rhodan e seus companheiros lutam pela sobrevivência no planeta Ferrol, os outros humanos são capturados. Em sua fuga através de vários planetas, eles descobrem o sistema de transmissores: dispositivos misteriosos com os quais é possível cobrir vastas distâncias praticamente sem perda de tempo. Assim, um grupo aterrissa na selva de Pigell, um mundo misterioso que contém um terrível segredo.

Na Terra, por outro lado, a situação se torna mais grave. Os alienígenas fantans roubam impiedosamente o que lhes interessa. A resistência é inútil face à sua superioridade técnica. Mas três jovens terranos fazem o impossível para colocar tudo na linha. Começa a resistência armada contra os alienígenas fantans, que ainda apavoram e aterrorizam as pessoas. Com a ajuda do couraçado arcônida TOSOMA, a resistência subterrânea quer expulsar os fantans do sistema solar.

Em agosto de 2.036, começa a última etapa da brutal guerra entre tópsidas e ferrônios no sistema Vega. Mas Perry Rhodan segue inabalavelmente seu objetivo: parar de vez o sangrento massacre. Seu ousado plano para enganar os tópsidas parece funcionar a princípio. Mas, então, ocorrem eventos não previstos, o que culmina em um surpreende desfecho, após a atuação do “Salvador do Universo”.

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

Episódios 0017 a 0024 
Data de publicação na Alemanha: 2012


Mais de dois meses se passaram desde que o astronauta americano Perry Rhodan encontrou na Lua uma avariada nave arcônida. Meses nos quais o destino da humanidade esteve por um fio. A humanidade quer seguir a visão de Rhodan de uma Terra unida? Ou, devido ao medo, prefere permanecer dentro dos estreitos limites do nacionalismo e entrar no turbilhão de uma guerra civil global? Em setembro de 2.036, a resposta é clara. A humanidade está pronta para uma nova era. Delegados de todas as partes do mundo se reúnem em Terrânia, a nova capital da Terra, para criar a constituição da União e eleger o primeiro administrador. O único candidato é Perry Rhodan. Sua eleição parece certa. Neste meio tempo, Crest da Zoltral explora a cúpula submarina construída por seus antepassados no fundo do Atlântico. O cientista arcônida, que agora é mentor da humanidade, faz uma descoberta que abala irremediavelmente sua visão de mundo...



PRNeoT03A União Terrana está cada vez mais tomando forma, um administrador é escolhido em Terrânia.

De muitas direções, informações se condensam, iniciam a corrida para o mundo da vida eterna.

Uma expedição liderada por Perry Rhodan e Thora da Zoltral procura no sistema Vega dos ferrônios um transmissor que possa ser usado para atingir à contra estação alcançada por Crest ao fugir no transmissor da base submarina nos Açores.

Na Terra, com os amigos, Julian Tifflor procura por seu pai.

Crest da Zoltral, Tatiana Michalovna e Trker-Hon encontram-se no distante Ferrol e lá procuram mais pistas sobre o mundo da vida eterna.

Na Terra, e formado um comando de mutantes em Terrânia.

A expedição de Perry Rhodan se encontra, depois de mais um salto por transmissor, no planeta aquático Reyan, mais uma vez em um momento crítico da história dos ferrônios.

No Sistema Solar, o Dr. Eric Manoli, o historiador Cyr Aescunnar e Gucky estão à procura de outras relíquias arcônidas.

Crest da Zoltral, Tatiana Michalovna e Trker-Hon foram enviados por transmissor de Ferrol para o Planeta Kedhassan, onde os arcônidas, duramente, forçam os insectoides orghs a fornecerem armas de destruição em massa contra os metanitas.

Na Terra, surpreendentemente Sid Gonzáles, Fulkar, Dr. Eric Manoli e Gucky adoecem gravemente. John Marshall descobre que todos os doentes pensam no termo Besun. Julian Tifflor propõe então uma armadilha para capturar os fantans que se retiraram da terra.

Antes da destruição da grande guerra da Idade das Trevas dos ferrônios que teve seu início em Reyan, Perry Rhodan, Thora da Zoltral, Reginald Bull, Ras Tschubai, Sue Mirafiore e Chaktor fogem pelo transmissor. Eles vão parar no Planeta X de Vega, que não existe mais no presente.

Este mundo é Ambur, um mundo em que os ferrônios podem sobreviver apenas com dificuldades. O grupo está agora no fim da Idade das Trevas e chegam no tumulto em torno da evacuação do planeta.

Crest da Zoltral, Trker-Hon e Tatiana Michalovna puderam se colocar em segurança, após fugir de uma frota de batalha arcônida, por meio de uma transição a bordo da PESKAR-XXV. A nave fica encalhada no espaço vazio, de modo que uma chamada de emergência tem que ser feita.

Eles são salvos de uma nave dos metanitas por uma flotilha arcônida, que os leva para Larsaf III onde eles vivenciam o desaparecimento da colônia Atlântida.

Os grupos de Crest da Zoltral e Perry Rhodan alcançam Peregrino, o mundo da vida eterna. Lá eles encontram o proprietário, alguns de seus funcionários e convidados.

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

Episódios 0025 a 0036 
Data de publicação na Alemanha: 2012/2013


Perry Rhodan e Crest certamente imaginaram que o misterioso Mundo da Vida Eterna era bem diferente. Peregrino não era o paraíso esperado. AQUILO, o Senhor da vida e da morte, provou ser igualmente poderoso e voluntarioso. Homunk, o principal servo de AQUILO nem sequer titubeia diante de um assassinato. E: como os ilts (especialmente os anfíbios) chegaram ao lado esférico do meio mundo? Também permanece sem resposta como Quiniu Soptor chegou ao seu atual estado. O que a mestiça arcônida viu? O que afetou sua mente? De qualquer modo, Rhodan permanece fiel a seus princípios morais...



c neo25

Janeiro de 2037: seis meses depois que Perry Rhodan e seus companheiros ousaram viajar para a Lua e lá se depararam com os arcônidas, que são semelhantes aos humanos. Agora, estão enfrentando uma viagem muito maior: Rhodan avança para Árcon, o centro de uma antiga civilização que se estende por milhares de sistemas solares.

Enquanto isso na Terra, Terrânia, a cidade da Humanidade unida, cresce – apesar de adversários políticos, bem como dos grupos de poder que seguem seus próprios interesses. Ao mesmo tempo, os homens começam a explorar os planetas do próprio Sistema Solar. Em Marte, os cientistas se deparam com um intrigante mistério.

Perry Rhodan ainda não sabe nada sobre isso. Perry Rhodan voa com a TOSOMA para Árcon para visitar o regente de Árcon. Ele quer ganhar para a Terra um aliado poderoso, sem que a Terra seja simplesmente engolida pelo império arcônida. Mas a TOSOMA é uma nave velha, e assim uma catástrofe devastadora acontece durante o voo.

Ao mesmo tempo Cyr Aescunnar ajuda em Marte a tripulação da base Bradbury a avançar seus projetos de pesquisa e de terraformação. Lá acontecem estranhos acidentes na base, e Aeskunnar tenta descobrir as causas por trás destes incidentes.

Após a sua passagem pelo transmissor, Eric Manoli encontra-se no planeta Topsid, o principal mundo dos tópsidas. Ele agora está tentando encontrar um caminho com a ajuda do proprietário e um empregado de um bordel para retornar à Terra. Ele entra no tumulto de uma revolta incipiente da oposição contra o déspota.

Ao mesmo tempo, na Terra Bai Jun, o prefeito de Terrânia, está no rasto de um ex-membro do serviço secreto chinês para descobrir quem quer quebrar a influência dos norte-americanos sobre a nova ordem mundial.

A TOSOMA pode se salvar apenas na KE-MATLON, um estaleiro espacial dos mehandors no sistema Beta-Albireo. Sua líder, Belinkhar, está pronta para reparar a TOSOMA quando Perry Rhodan paga o preço habitual. Rhodan não tem escolha, a não ser aceitar a oferta, pelo menos na aparência, embora o preço pareça muito elevado.

Em Marte Cyr Aescunnar tenta impedir o ferrônio Hetcher, de dirigir sozinho nos desertos do planeta vermelho e se perder, o que aconteceu com o ex-chefe da base Bradbury. Mas, embora Hetcher seja surdo e mudo, ele não pode evitar o chamado de Marte.

Eric Manoli está fugindo em Topsid, o mundo principal dos tópsidas. Depois de escapar do chique bordel “o ninho púrpura”, o déspota Megh-Takarr colocou um impiedoso caçador na pista de Manoli. Entre os rebeldes da cidade, há uma caça de vida e morte.

Em Terrânia, Bai Jun, o prefeito da cidade, tenta descobrir os segredos da Torre Stardust. Por isso ele envia seu assistente Lhundup em uma missão de infiltração, vivida entre altos e baixos, para pegar um terrorista.

A frota do Império Arcônida aparece no sistema Beta-Albireo, a fim de capturar os dissidentes, Crest e Thora da Zoltral. Para evitar a prisão e a destruição pelos adversários avassaladores, a TOSOMA foge para o mundo de gelo Snowman em que é travada a batalha final contra as tropas do Império.

Em Marte Cyr, Aescunnar consegue avançar a fundo no segredo deste planeta e trazer o ferrônio fugitivo Hetcher à razão.

Em vez de, como planejado, encontrar o Vigilante, Eric Manoli surpreendentemente encontra um velho conhecido no Refúgio dos Sábios. Mas a alegria do reencontro naturalmente sofre um tremendo atenuante – todos caem nas mãos do Déspota.

Desde que surgiram os gigantescos naats, os mercenários do Império de Árcon, a situação agravou-se: os humanos são vistos como inimigos. Rhodan está escondido junto com a arcônida Thora e o rato-castor Gucky, no mundo gelado Snowman. Outros astronautas já foram feitos prisioneiros dos naats, enquanto alguns ainda conseguiram se esconder a bordo da estação espacial.

Manoli não sabe como estão Perry Rhodan e seus companheiros, mas ele tem uma ideia das condições da sua Terra nativa. Seu único objetivo é sobreviver à turbulência de uma guerra civil devastadora. Mas todos os seus esforços para escapar foram em vão; ele caiu prisioneiro do Déspota no poder.

Em Topsid, o Déspota exige que Eric Manoli o acompanhe na busca pelo Mundo da Vida Eterna. O médico da Terra e ele devem passar pelo transmissor, novamente funcional. Mas o dispositivo foi ajustado de acordo? Ou a passagem através do transmissor é um passo em direção a uma morte certa?

Enquanto isso, a situação está piorando no sistema Tatlira. A frota tópsida se prepara para um ataque do Grande Império. A mobilização atrapalha o arqueólogo Hisab-Benkh. Ele se deparou com um metanita nas ruínas de uma antiga colônia arcônida no segundo planeta do sistema. Teria o ser sobrevivido a milênios de sono congelante sem sofrer danos?

Tudo parece caminhar para um grande confronto no sistema Tatlira: naats contra tópsidas. O naat Novaal tem que conduzir sua flotilha para um ataque contra a fortaleza tópsida de Rayold – uma ordem mortal. Perry Rhodan torna-se testemunha disso contra sua vontade; seu plano de fugir do cativeiro até agora foi frustrado.

O conflito entre os naats, soldados do Império, e os tópsidas entrou numa fase decisiva. A batalha no espaço, com suas milhares de mortes, também ameaçou a vida de Perry Rhodan e dos outros humanos capturados.

Também em Topsid ocorreu uma decisão. O Déspota e o robô Rico passaram pelo transmissor, na esperança de alcançar o Mundo da Vida Eterna. Atlan ficou para trás com Eric Manoli.

c neo36Em Novaal, o líder dos naats, provavelmente começou um processo de reformulação: para longe da doutrina da guerra. A mudança parece surgir também em seu oponente. No entanto, estes comandantes não são os verdadeiros governantes. Topsid enviou 49 espaçonaves e também do lado de Árcon os belicistas estão ativos.

Perry Rhodan vê uma chance de parar o derramamento de sangue, porém surge o couraçado VEAST'ARK, a unidade mais poderosa do Império de Árcon. Seu comandante se mostra um fanático bélico — e a chance de paz é novamente nula, porém o conflito no sistema Tatlira fica resolvido — por enquanto. Naats e tópsidas não são mais inimigos, mas Sergh da Teffron e o Regente pensam em vingança. Além disso, deve-se esperar para ver qual o efeito que Atlan da Gonozal ainda vai causar com o “presente” da imortalidade no centro do poder.

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

Episódios 0037 a 0048 
Data de publicação na Alemanha: 2013


O conflito no sistema Tatlira está resolvido — por enquanto. Naats e tópsidas não são mais inimigos, mas Sergh da Teffron e o Regente pensam em vingança. Além disso, deve-se esperar para ver qual o efeito que Atlan da Gonozal ainda vai causar com o “presente” da imortalidade no centro do poder. Perry Rhodan retorna para a Terra com a recém-conquistada VEAST'ARK. O avanço para Árcon falhou, mas a Humanidade agora tem o núcleo de sua própria frota espacial. No sistema solar nativo, uma surpresa aguarda Rhodan — e uma visão chocante do passado recente de Atlan.



c neo37

O Grande Império

Depois de aventuras arriscadas entre as estrelas, Perry Rhodan e seus companheiros retornam à Terra. Quem os acompanha é Atlan, um homem misterioso que parece ter 10.000 anos de idade. Ele sabe mais do que quer revelar.

Após a primeira tentativa falhar, Perry Rhodan se aventura em uma nova incursão no Grande Império. Era muito importante encontrar o lendário Arquivo Epetran — porque ele continha a posição da Terra. Se o arquivo caísse nas mãos do misterioso governante do Grande Império. Como o Regente está em busca de vingança, paira um grande perigo sobre a Humanidade.

Perry Rhodan se disfarça e parte com seus companheiros, os arcônidas Crest e Atlan, para uma viagem arriscada. Juntos, usam uma nave de passageiros mehandor. Ele devia avançar em rigoroso sigilo para Árcon, o mundo principal do Império. No entanto, as autoridades já conheciam sua assinatura individual, a “impressão digital mental” que o identifica, e poderiam prendê-lo instantaneamente.

Assim, ele vai com seus companheiros para um planeta médico. Os aras, os médicos galácticos, trabalham lá. Na Clínica Porta Celestial eles estão envolvidos em experiências perigosas com assinaturas individuais, que manipulam em um procedimento muito arriscado.

Devido a uma falha nos propulsores, Rhodan e seus companheiros fazem uma parada não programada em uma estação intermediária no planeta Trebola. Esse mundo é habitado por seres aracnoides conhecidos como trebolanos — uma bizarra cultura cheia de segredos.

Depois de uma estadia em uma estação intermediária no planeta Trebola, Rhodan e seus companheiros continuam a fuga. Com a ajuda dos trebolanos aracnídeos, eles chegam ao planeta desértico Siron. Ali, segundo uma antiga lembrança de Atlan, deve existir um depósito secreto.

Se tudo correr bem, Rhodan e seus companheiros podem tomar posse de uma nave espacial ali estacionada e continuar o voo. Mas o planeta é habitado: os sironianos descendem dos arcônidas, e sua civilização se espalhou por este mundo.

Com um antigo iate espacial, Rhodan e seus companheiros chegam ao farol solar Hela Ariela. Eles estão camuflados e querem avançar, a partir deste sistema, para o aglomerado globular M-13, onde fica Árcon. Primeiro devem integrar o comboio a ser conduzido pelos Guias. Mas os misteriosos deuses das estrelas parecem ter outros planos.

Por razões desconhecidas, o Regente também chegou ao mesmo tempo ao farol solar. Rhodan reconhece a oportunidade única de enfrentar a ameaça diretamente. Ele tem um plano maluco: o sequestro do homem mais poderoso da Galáxia.

Terra, Humanidade, Crise Gênese.

Na Terra, muita coisa mudou para melhor. Terrânia cresce como a capital da Humanidade unida e reina o otimismo. Desde que Perry Rhodan voou para a Lua e lá encontrou os humanoides arcônidas, a visão de mundo dos humanos mudou com velocidade vertiginosa. Extraterrestres visitam a Terra, ocorrem encontros no espaço, e os humanos percebem claramente o tanto que estão envolvidos nos eventos cósmicos. A porta para as estrelas está aberta e há cada vez mais contatos com extraterrestres.

Entre estes estão os ferrônios do sistema Vega, seres semelhantes aos humanos, ou os gigantescos naats, que muitas pessoas consideram ameaçadores. Para transmitir uma imagem mais positiva dos naats, surge um plano bizarro — à primeira vista: um jogo de rúgbi entre os naats e uma seleção mundial.

Em órbita da Terra também flutua uma enorme estação espacial que literalmente veio do passado. Técnicos e engenheiros “desenferrujam” a construção de 10.000 anos. O caminho para as estrelas já está escolhido: em Terrânia Orbital, a área mais elevada da Terra, funciona um elevador espacial. Reginald Bull e seus especialistas investigam febrilmente o computador da estação. Eles descobrem uma arma escondida, cujo enorme potencial ameaça a Terra

Enquanto isso, centenas de seres humanos estão sendo mantidos em cativeiro em um mundo remoto. Soldados do Império os interrogam brutalmente para descobrir a posição da Terra. Contra a violência dos arcônidas, os prisioneiros opõem sua humanidade.

Por toda parte da Terra, desde o encontro de Perry Rhodan com os arcônidas, surgem cada vez mais pessoas com habilidades especiais, chamadas de mutantes. Qual a razão disso, ninguém sabe — este é um dos maiores mistérios da União Terrana. Perry Rhodan, que já trabalha com alguns deles, quer utilizar suas habilidades. Em Terrânia, a nova capital do mundo, o Instituto Lakeside se torna o lar para os mutantes. O Instituto Lakeside foi fundado para treinar as forças misteriosas destes jovens.

Entre os companheiros de Rhodan são incluídos Tako Kakuta, o teleportador, e Wuriu Sengu, o espia. Os dois amigos viajam para Chittagong, uma desenfreada metrópole de Bangladesh, onde eles procuram por um paradotado.

A Humanidade se prepara para avançar para as estrelas. Por esta razão, os companheiros de Perry Rhodan reativam a antiga base russa de lançamento em Baikonur, na estepe cazaque. Agora ela é a Academia Espacial Terrana.

Com um nome falso, o jovem mutante Sid González começa o rigoroso treinamento para se tornar astronauta. Embora ele comece com muito entusiasmo, em pouco tempo seu temperamento explosivo e rebelde afeta os camaradas.

Em Marte, onde foram encontradas as adormecidas em uma caverna: seres inteligentes oriundos de plantas, que se comunicam através do pensamento. A jovem mutante Betty Toufry, que pode ler mentes, entra em contato com esses seres.

Elas são parte de uma visão monstruosa: cerca de 50.000 anos atrás, a Terra e outros planetas foram palco de uma guerra terrível. Parece que a história da Terra terá de ser reescrita.

André Noir está cada vez mais ativo. Seus assassinatos deixam um rastro de sangue por toda a Europa. Dois jovens com habilidades excepcionais grudam em seus calcanhares: eles querem impedir que sua visão sombria do futuro da Terra se torne realidade.

c neo47De repente, alguns mutantes se comportam de forma estranha: eles são assombrados por uma misteriosa febre. É como se tivessem sido infectados por um vírus, que altera suas paracapacidades de forma imprevisível. Quando isso ocorre, eles se tornam um perigo para si mesmos e para as outras pessoas.

Allan D. Mercant, o Coordenador de Segurança precisa reagir. Ele coloca os mutantes em quarentena. Com isso, os jovens ficam contra ele. Sob a pressão dos acontecimentos, a situação fica fora de controle — começa a luta dos mutantes contra os “normais”.

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

Episódios 0049 a 0060 
Data de publicação na Alemanha: 2013/2014


Maio de 2037: depois de ter encontrado na Lua os humanoides arcônidas, Perry Rhodan se aproxima cada vez mais do Grande Império de Árcon. O reino estelar que inclui milhares de planetas, muitos deles em um aglomerado globular que fica a dezenas de milhares de anos-luz de distância da Via Láctea.



c neo49A caminho de Árcon

O Império está sob o jugo de um Regente que quer destruir a Terra. Só se Rhodan e seus amigos se aventurarem no centro do poder, eles poderão fazer algo contra o Regente, um ditador vingativo que quer destruir a Terra — por isso, Rhodan e seus amigos precisaram se aventurar neste centro de poder. Só lá eles poderão tomar medidas contra o Regente.

Mas primeiro Artekh 17, um mundo periférico insignificante, será o cenário de um confronto inesperado: entre os humanos e o ditador que chegaram lá quase simultaneamente. Perry Rhodan decidiu raptar o Regente — mas então os adversários acabaram caindo no labirinto sob a superfície do planeta.

Em Artekh 17, Perry Rhodan recebe um ativador celular. Este dispositivo concede uma imortalidade relativa — mas Rhodan não confia na “vida eterna”. Fugindo dos captores do Império ele se depara com seres para os quais uma “vida longa” tem um significado particularmente sinistro.

O caminho para Árcon atravessa o vazio sem estrelas: as espaçonaves “saltam” através do hiperespaço pentadimensional, superando a distância gigantesca em numerosas fases. Para isso viajam em comboio, porque só juntas suas tripulações podem enfrentar os perigos que espreitam na noite infinita.

A bordo de uma nave espacial, estão Perry Rhodan e seus companheiros, incluindo o misterioso arcônida Atlan. Para muitos dos viajantes acontece na escuridão eterna um encontro mortal.

Rhodan tem uma missão clara: ele precisa impedir que o Regente do Império tenha a ideia de ordenar a destruição da Terra por vingança. Após o rapto do Regente ter falhado, Rhodan e o arcônida Atlan planejam um golpe no Império.

 

Nos bastidores do Jogo das Taças

Outros arcônidas também estão trabalhando para derrubar o Regente. Agentes vão em missão a um mundo remoto. Eles encontram pistas; mas, em seguida, tropas mercenárias arcônidas pousam e começa uma caçada de vida ou morte.

Na beira do abismo sem estrelas, as espaçonaves são reunidas em comboio para, em seguida, superar a enorme distância. Suas tripulações “saltam” em várias etapas através do hiperespaço, sempre entremeadas por várias pausas.

Durante estas pausas ocorrem intrigas e encontros perigosos. Vários grupos de poder lutam por influência dentro do Império de Árcon, cujos conflitos às vezes mortais os humanos até agora presenciaram apenas em parte. Uma cortesã parece desempenhar um papel muito especial.

Sergh da Teffron, a Mão do Regente, é o segundo homem mais poderoso do Império — que ele planeja subverter. Para isso, ele precisa de seguidores que lhe sejam leais. Ele voa para naat. O planeta está localizado no sistema Árcon é o lar dos monstruosos naats, que servem aos arcônidas como mercenários.

Para ganhar a confiança dos gigantes de três olhos, ele deve participar de suas bárbaras batalhas rituais. Sergh da Teffron coloca sua vida em risco.

 

Bull, Terra e busca por Rhodan

A situação se agrava em Terrânia: na nova capital da Terra os mutantes se revoltam. Sua loucura ameaça mergulhar o mundo num abismo de destruição.

Após acalmar-se a situação da Crise Gênesis, ninguém sabe o que aconteceu com o homem que foi o primeiro a ter contato com alienígenas. Junto com alguns companheiros, Reginald Bull parte em busca de Rhodan. Ele segue uma pista que o leva através de várias estações, até que finalmente chega a Trebola, o mundo dos aracnoides trebolanos.

Lá ocorre um confronto com o Império. A fim de obter os segredos dos trebolanos, as espaçonaves arcônidas iniciam uma ação militar. Os humanos da Terra e seus aliados são subitamente apanhados no meio da frente de combate.

 

Crest

O principal companheiro de Rhodan é sequestrado: o cientista arcônida Crest, que ajuda os humanos em seu caminho para as estrelas. Crest está agora sozinho — o velho arrisca uma fuga perigosa.

 

Em Árcon, Naat e Cidades Celestes

Maio de 2037: neste meio tempo, Rhodan e seus companheiros chegaram ao centro do Grande Império de Árcon, um reino estelar composto por milhares de planetas e governado por um Regente misterioso que odeia os humanos.

Rhodan tem de encontrar o Arquivo de Epetran escondido, que contém os dados da posição da Terra. Se estes dados caírem nas mãos do Regente, a Humanidade estará ameaçada de destruição. A trilha leva a Iprasa, o “Mundo de Fogo e Gelo” onde supostamente o Arquivo de Epetran está escondido.

Iprasa também é o mundo em que determinados arcônidas podem competir para ganhar o chamado sentido extra. Belinkhar participa desta impiedosa competição eliminatória — e Rhodan acompanha a mulher do povo mehandor como seu “criado de honra”.

Os dois empreendimentos em Iprasa são coroados de êxito. Belinkhar passou pela Ark Summia e seu sentido extra foi ativado. Atlan, entretanto, encontrou a pessoa procurada — o erudito Onat, o Guardião do Arquivo de Epetran.

Para ganhar a confiança dos gigantes de três olhos, Sergh da Teffron deve participar de suas bárbaras batalhas rituais. Ele coloca sua vida em risco, mas através de sua participação vitoriosa no tasbur, consegue impressionar os naats. Com isso, ele assegura ter fiéis seguidores no futuro — pelo menos é o que espera.

Enquanto isso, Atlan e Belinkhar, um arcônida e uma mehandor, partiram para as cidades celestes sobre Árcon II. Sua missão: ganhar adeptos para derrubar o Regente.

Queimando, a cidade celeste de Gath’Etset’Moas mergulhou ao encontro do planeta Árcon II. O conciliador Simodes falhou. Os mehandors falharam, o governador arcônida fez os insurgentes endurecerem suas ações — com um desfecho fatal.

Mas Atlan, Belinkhar e a cortesã Theta também falharam. Suas tentativas de conquistar o mehandor Simodes para sua causa particular foram “infrutíferas”, pelo menos até o momento.

 

Palácio de Cristal

Perry Rhodan e seus companheiros arriscaram tudo em uma cartada. Em busca do Arquivo de Epetran, eles avançaram para o Palácio de Cristal — e para seu santuário interior, os aposentos privados do Regente.

Mas o Regente — ou era um duplo? — surpreende os invasores. Os companheiros têm de agradecer a Ivan Goratchim por terem escapado do governante do Grande Império. O mutante detonador deu sua vida para salvar a de seus camaradas.

Mas Goratchim está realmente morto? O que o duplo do Regente fez com ele? Rhodan e seus companheiros vão conseguir escapar do Palácio de Cristal?

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

Episódios 0061 a 0072 
Data de publicação na Alemanha: 2014


Perry Rhodan abriu a porta de entrada para as estrelas. Mas as novas oportunidades abrigam perigos: pelo erudito Crest da Zoltral, ele descobre que as coordenadas da Terra estão armazenadas no Arquivo de Epetran, em Árcon. Com alguns companheiros, Rhodan se lança para o espaço. Ele deve apagar as coordenadas antes de elas caírem em mãos erradas e o poder do Grande Império destruir a Terra.



c neo49Palácio de Cristal e Busca de Crest

Rhodan avança para o Palácio de Cristal, no centro do poder arcônida. Mas ele e seus companheiros são surpreendidos — e o mutante Ivan Goratchim torna-se a ferramenta do Regente.

Ivan Goratchim resolveu o mistério dos duplos do Regente: eles são duplicatas, cópias exatas do governante. Eles são fabricados por meio de uma tecnologia que parece, mesmo para os arcônidas, como o fruto de uma imaginação superaquecida.

O mutante detonador pagou esse conhecimento com sua vida. E Perry Rhodan e seus companheiros restantes correm perigo mortal. Mesmo se tiverem sucesso em escapar do Palácio de Cristal, suas chances de sair de Árcon I sem serem molestados são quase nulas.

Enquanto Rhodan luta em Árcon por si mesmo e pela sobrevivência da Humanidade, o arcônida Crest da Zoltral está em busca da mulher que significa mais para ele do que a própria imortalidade: sua perdida filha adotiva Thora.

Crest da Zoltral conseguiu o impossível: ele encontrou ilesa sua filha adotiva Thora no infinito da Via Láctea. E também libertou a ela e seus companheiros da violência de Callibso. Sem ser molestada, a IQUESKEL deixa o marionetista de Derogwanien desenhando...

É uma ironia do destino que Perry Rhodan só pode invejar. Seu companheiro Ivan Goratchim pagou com a vida o avanço no Palácio de Cristal em Árcon I. Rhodan e seus outros companheiros conseguiram escapar por pouco do centro de poder do Império.

Secretamente, Rhodan e seus companheiros avançam pelo Palácio de Cristal em Árcon I. Eles têm que escapar do Regente — e a esperança reside nos misteriosos deuses estelares. Mas agora eles têm que se provar em Thek-Laktran, na “Colina dos Sábios”.

Perry Rhodan e seus companheiros foram resgatados na última hora — por ajudantes que partiram da distante Terra. Anteriormente, sob a impressão dos acontecimentos, o sentido extra de Onat da Heskmar se ativa e revela para Rhodan a verdadeira natureza do Arquivo de Epetran. Finalmente, o terrano pode agir para cumprir sua missão.

 

Mundo da Guerra e luta contra o Regente e sua Mão.

Enquanto Rhodan procura o arquivo, o arcônida Atlan tem seus próprios planos: ele quer derrubar o Regente — e espera encontrar aliados no Mundo da Guerra do Império. Assim, também Atlan e Belinkhar estão ativos. Eles buscam em Árcon III, o Mundo da Guerra. Eles querem ganhar o apoio de Pertia ter Galen, a comandante-em-chefe da Frota Imperial, para uma rebelião contra o Regente.

Mas, no Mundo da Guerra, eles percebem que não são os únicos que procuram a comandante: também Sergh da Teffron, o arqui-inimigo da Humanidade, quer engrossar suas tropas.

O apoio da Mascant e, assim, da frota espacial do Império foi negado aos rebeldes. Mas, para Atlan, Belinkhar e Ihin da Achran houve várias reviravoltas surpreendentes no Mundo da Guerra, que provavelmente os levarão para muito mais perto do seu destino.

Assim, Atlan passou um ativador celular para o ex-ajudante da Mascant. O dispositivo prolongador da vida tornará difícil que Sergh da Teffron pense em outra coisa que não na atração da imortalidade. E o canhão conversor é um ás na manga, do qual o outro lado não pode conhecer nada.

Também em outros locais do sistema Árcon ocorrem coisas importantes. Mas alguns de seus companheiros correm atrás de um segundo objetivo: derrubar o Regente. Novaal, o naat renegado, retorna secretamente para seu lar, para realizar algo realmente inconcebível. Ele planeja a rebelião de seu povo escravizado contra os arcônidas

Sergh da Teffron — a nêmeses de Rhodan e da Humanidade — por sua vez envia a cortesã Theta. Seu trabalho: encontrar o fugidio adjunto Enban da Mortur. Ela deve aliviá-lo daquilo que da Teffron procura ainda mais do que o poder sobre o Império: o ativador celular que promete a vida eterna.

A prova apresentada pelo médico Parleen convenceu o Conselho dos Vencedores. Sergh da Teffron enganou os naats, sua vitória no tasbur foi devida a meios desleais. A partir de agora, os naats estão do lado de Atlan e de Novaal — sem que a Mão do Regente suspeite disso.

O arcônida Atlan continua a trabalhar para a derrubada do Regente. Fortalecido pela aliança com os combativos naats, ele está pronto para atacar. Ele ordena um ataque a Ker’Mekal, o centro de controle da Frota do Império.

Atlan e seus aliados tiveram sucesso em um golpe súbito e conquistaram o centro de controle Ker’Mekal sem despertar a suspeita do Regente.

O arcônida reuniu tropas nas últimas semanas. Então ele parte com os naats para o quinto planeta do sistema Árcon. Na terra natal dos gigantes deve começar a rebelião contra o Regente. Sua rebelião começa em Naat, o mundo dos gigantes de três olhos.

O plano de Atlan teve sucesso. Apesar da tempestade e outros problemas, os rebeldes de Naat foram capazes de tomar o planeta deserto e suas vinte e seis luas e todas as estações orbitais.

Milhares de arcônidas estão agora nas mãos dos rebeldes, para servir como moeda de troca. Mas Sergh da Teffron, a Mão do Regente, conseguiu escapar de Atlan no último momento. Atlan acha isto uma bagatela; no melhor dos casos, algo de menor importância para a continuação do levante.

Atlan conseguiu obter o controle do mundo da guerra — sem derramamento de sangue. Isso foi possível pelo emprego do canhão conversor e sua vitória no duelo dagor com Pertia ter Galen, a comandante-em-chefe da Frota

 

Busca pelos portadores

Rhodan resolve o enigma do arquivo: seus dados são armazenados nos cérebros de milhares de arcônidas. Doze deles carregam as coordenadas da própria Terra. Mas Perry Rhodan é forçado a agir. A busca leva Rhodan e seu melhor amigo Reginald Bull a Árcon II — o mundo onde, poucos dias antes, a cidade celeste Gath’Etset’Moas caiu. Um inferno os aguarda.

Perry Rhodan e seus companheiros deram um grande passo adiante. No Inferno de Árcon II eles conseguiram pôr as mãos em dois dos detentores das coordenadas da Terra — e salvar milhares de vidas.

Perry Rhodan e seus companheiros continuam trabalhando febrilmente para impedir que Sergh da Teffron tenha acesso aos Arquivos de Epetran. Parte dos doze portadores das coordenadas da Terra já estão em suas mãos. Porém, para proteger a Terra, eles devem ter todos os portadores sob sua guarda.

Impulsionado por este propósito, Rhodan e seu melhor amigo Reginald Bull partem secretamente para Árcon I. Lá, Rhodan suspeita de um dos doze arcônidas que, sem saber, possui as coordenadas da Terra. Junto com Reginald Bull, ele vasculha o mundo do governo — e encontra uma família nobre nas garras de uma pena milenar: a mancha do maníaco Imperador Pathis I.

O portador das coordenadas Chedan da Pathis já não pode mais revelar a posição da Terra: ele está morto. O nobre foi vítima da violência que assola sua casa desde o fim inglório do deposto Imperador Pathis I...

Quase simultaneamente, um segundo arcônida morreu em órbita do planeta gigante Bhedan: Onat da Heskmar, o guardião do Arquivo de Epetran, arriscou sua vida para dar acesso aos humanos ao conhecimento dos portadores das coordenadas — e perdeu.

Rhodan resolve o enigma do arquivo: seus dados são armazenados nos cérebros de milhares de arcônidas. Doze deles carregam as coordenadas da própria Terra. Mas Perry Rhodan é forçado a agir. A morte trágica de Onat da Heskmar privou os humanos de qualquer perspectiva de poder manipular o Arquivo de Epetran. Mas o terrano não desiste. Ele acredita que deve haver outro guardião do arquivo.

Rhodan teve uma suposição correta: o sábio Epetran determinou mais de um guardião para o seu arquivo — mesmo se não fosse o homem que Rhodan tinha em mente.

Os humanos devem agora capturar os seis portadores restantes das coordenadas da Terra, para eliminar a ameaça para o seu lar. Eles acham que isso é fácil após o naat Jeethar enviar para os portadores restantes o pedido de irem para Iprasa.

A missão de Rhodan parece quase concluída. Onze dos doze portadores das coordenadas da Terra foram encontrados. Mas há algo que Atlan não percebeu. A Mão do Regente levou Enban da Mortur com ele — o último portador remanescente das coordenadas da Terra. Se da Teffron descobrir a posição da Terra, armazenada no cérebro do seu prisioneiro, o lar dos homens estará perdido.

 

Mundo Elísio

O triunfo de Atlan em breve poderá se tornar uma vitória de Pirro. O Regente iniciou sua peregrinação pelo Mundo Elísio. Ao retornar, será como imperador — e a rebelião terá falhado.

A arriscada operação de Perry Rhodan valeu a pena: o risco de que Sergh da Teffron topasse com as coordenadas da Terra foi afastado. Mas o preço foi alto. Enban da Mortur, o portador das coordenadas, pagou com a própria vida — e o próprio Rhodan quase não sobreviveu. Rhodan finalmente encontra a solução. Mas, para tanto, ele tem de cair nas mãos de seu arqui-inimigo — e, por fim, só lhe resta escapar em uma misteriosa espaçonave. Que segue para o Mundo Elísio.

Rhodan chegou ao Mundo Elísio em segurança. Para sua surpresa, o planeta acabou por ser um meio mundo — assim como Peregrino, a morada de AQUILO.

O Mundo Elísio pertence também a esse ser espiritual misterioso? Parece ser a única explicação plausível. Se assim for, qual a finalidade dele? Um bastião de AQUILO, uma fortaleza na Luta? Mas, então, quem é esse Separei, que os ilts odeiam tanto? Por que ele persegue os seres peludos e permite que sejam abatidos por seus robôs?

E qual é o significado do livro holográfico de Pathis I que Rhodan leva consigo? É algo sobre Separei, o herói da lenda?

Rhodan espera resolver estas questões no lado plano do Mundo Elísio — mas primeiro ele tem de sobreviver a inúmeros perigos.

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

 

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.