• Home

Ciclo 32 - O Império Tradom

Episódios 2100 a 2199 – Período da história: 1311 a 1312 NCG (4898 a 4899)
Data de publicação na Alemanha: 2001 a 2003
Ciclo ainda inédito no Brasil


Na Via Láctea surge subitamente a “Janela Estelar”, um gigantesco transmissor de matéria que representa o início da invasão da galáxia pelo poderoso e brutal Império Tradom. Através de ações arriscadas os terranos conseguem bloquear a Janela e enviar uma frota para a galáxia Tradom, situada a 388 milhões de anos-luz de distância. A nave-capitânia de Perry Rhodan é enviada 160.000 anos no passado e descobre a origem da Inquisição da Razão, o misterioso conselho que governa Tradom. A nave SOL viaja para galáxias distantes e entra em contato com os Estatísticos Pangaláticos. Os Cosmocratas conseguem desestabilizar o Pulso e aniquilar as conquistas da Coalizão de THOREGON.



No ano 1311 NCG (4899 DC) a Via Láctea está à beira de uma nova guerra galática. Os arcônidas, que após séculos de degeneração recuperaram a antiga glória de outrora, avançam sobre a Via Láctea em seus planos de expansão de seu Império de Cristal. O objetivo do Imperador Bostich I é claro: recuperar toda a área de influência que já pertenceu ao antigo Grande Império dos arcônidas.

Contudo, isso esbarra na firme oposição do residente solar Perry Rhodan, que administra os 2.824 sistemas estelares que compõem a Liga dos Terranos Livres. A partir da Residência Solar, uma estrutura com um quilômetro de comprimento que flutua sobre o céu de Terrânia e que é a nova sede do governo da Terra, Rhodan e seus fiéis companheiros tentam formar alianças entre as raças da Via Láctea no intuito de dissuadir Bostich I de seus impulsos expansionistas e militaristas.

Apesar disso a situação ainda está relativamente calma, pois Bostich I tem uma dívida de gratidão para com Perry Rhodan, que o ajudou a libertar Árcon do jugo da superinteligência negativa Fonte das Almas no ano 1304 NCG. Como retribuição pela ajuda, Bostich “permite” que a Liga dos Terranos Livres não seja imediatamente anexada ao poderoso Império de Cristal, formado por cerca de 13.000 mundos. Em vez disso ele utiliza métodos mais sutis, como aproveitar todas as oportunidades possíveis para aproximar a bela e jovem almirante arcônida Ascari da Vivo do residente solar. Embora Rhodan saiba que não seja nem um pouco prudente envolver-se com a maior aliada de Bostich, a atração mútua que surgiu entre eles torna-se cada vez mais evidente para todos. Contudo, Rhodan não sabe até que ponto as investidas de Ascari são sinceras, pois ela pode estar apenas querendo sutilmente acostumar Rhodan à idéia de transformar a Liga dos Terranos Livres num protetorado do Império de Cristal...

Essa situação muda radicalmente com a chegada de quatro gigantescas e misteriosas naves de dezenove quilômetros de comprimento à Via Láctea.

Essas naves, que não respondem a nenhum chamado das frotas arcônida e terrana, dirigem-se para o Arquipélago Estelar Hayok, um aglomerado estelar pertencente à LTL que foi recentemente “anexado” pelo Império de Cristal, sendo o principal ponto de tensão entre os dois grandes poderes galáticos. Uma frota terrana e arcônida acompanha as naves, que ignoram sistematicamente os pedidos de identificação.

Tal atitude faz a almirante Ascari da Vivo dar a ordem do ataque a uma parte de sua frota. Contudo, todos os tiros conversores das trezentas naves arcônidas atacantes são “refletidos” de volta a elas, provocando uma grande devastação que demonstra a superioridade tecnológica dos invasores. Tal superioridade torna-se evidente de forma espetacular pouco depois quando as naves abrem uma “janela estelar” com 1,8 milhão de quilômetros de comprimento dentro do aglomerado de Hayok, a qual liga a galáxia natal dos terranos à galáxia de origem das naves, situada à inacreditável distância de 388 milhões de anos-luz. Pouco depois surge pela Janela Estelar uma nave diplomática dos alienígenas, que desejam fazer um contato diplomático com a Terra. O representante dos alienígenas, um ser semelhante a um gorila chamado Trah Rogue, é recebido por Perry Rhodan na Terra com todas as honras diplomáticas. Contudo, para a surpresa geral, logo ao sair de sua nave Trah Rogue finca uma bandeira no solo de Terrânia e declara a Rhodan e aos milhões de terranos que acompanhavam o evento: "Nesse momento reivindico a Terra e a Liga dos Terranos Livres para o poderoso Reino dos Conquistadores de Tradom! Paguem seu tributo ou sejam destruídos!".

Após esse ato dramático, Trah Rogue explica a Rhodan que o Reino Tradom era uma gigantesca comunidade de raças que anexava continuamente novos mundos à sua unidade política, transformando-os em protetorados que deveriam jurar obediência e pagar seus impostos e tributos a Tradom. Todos os terranos ficam chocados com tal acontecimento, que remete à traumática experiência com o Concílio dos Sete e os lares, ocorrida há quase 1.500 anos atrás.

Após receber uma resposta clara e direta de Rhodan de que a LTL não permitiria a anexação de nenhuma forma, Trah Rogue, chocado, abandona subitamente a Terra. Isso alarma os cientistas terranos, que haviam descoberto nesse meio tempo que a bandeira fincada por Rogue no solo de Terrânia na verdade havia espalhado bilhões de microscópicos nanorrobôs pela cidade, os quais poderiam provocar todo tipo de danos se fossem ativados. Temendo a ativação, Rhodan dá a ordem de espalhar por Terrânia o Korravir, um letal vírus de computador que destrói imediatamente qualquer máquina ou computador que opere em base sintrônica. O Korravir era tão letal que todas as raças galáticas estavam nos últimos anos paulatinamente substituindo todos os seus sistemas sintrônicos por híbridos sintrônico-positrônicos, que poderiam resistir melhor à ameaça. Embora soubesse que a ativação do Korravir em larga escala certamente causaria danos irreparáveis à infra-estrutura da cidade, Rhodan percebe que esta era a única forma de se eliminar essa ameaça...

No espaço, a nave de Rogue entra numa encarniçada batalha com a frota de defesa terrana e com uma frota arcônida comandada por Ascari da Vivo. Após grandes perdas as duas frotas conseguem finalmente destruir a nave inimiga usando a tática de lançar um “colchão” de bombas conversoras à frente da rota da mesma, já que disparos diretos seriam inúteis diante da arma reflexiva das naves do Reino Tradom.

Contudo, no último momento Trah Rogue consegue fugir numa nave auxiliar, que entra no hiperespaço com destino ignorado. Apesar da vitória, terranos e arcônidas percebem o quanto estavam vulneráveis perante o Reino Tradom: nos quatro minutos de duração da batalha, mais de 2.500 naves terranas e arcônidas foram completamente destruídas por uma simples nave diplomática do Reino Tradom...

Esses dramáticos acontecimentos dão início ao ciclo, que deverá ter continuidade com a viagem de Perry Rhodan e Ascari da Vivo ao Reino Tradom com as naves-capitânias da LTL e do Império de Cristal para conhecerem melhor o inimigo com o qual estão lidando. Rhodan terá a partir de agora dois grandes desafios pela frente: garantir a sobrevivência da Terra e da Liga dos Terranos Livres perante a ameaça do Reino Tradom e evitar que os arcônidas se aproveitem da situação para aproximar-se ainda mais de seus objetivos...

Veja abaixo os detalhes em nossos resumos!

Não há artigos nesta categoria. Se há subcategorias mostradas nesta página, elas podem conter artigos.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.