PR0015 – Busca no Tempo e no Espaço

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PRBR-0015

"Aqueles que procuram os imortais devem penetrar no passado..."

Título Original: Die Spur durch Zeit und Raum

Autor: Clark Darlton

Tradutor: Lilian Pessoa Ribeiro Dantas

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 15/12/1961

Publicação no Brasil: 1976

Época: Setembro de 1975 / 8010 aC.

Local da ação: Ferrol.

Personagens principais: Perry Rhodan, Reginald Bull, Thora, Crest, Kerlon, Ras Tschubai, John Marshall, Anne Sloane, Ralf Marten, Lesur, Robby.

Curiosidades:

Visão Geral

Resumo

O imortal desconhecido que guarda o segredo da vida eterna preparou uma série de desafios 'impossíveis' que ninguém deve passar para saber desse segredo.

Perry Rhodan e a tripulação da STARDUST II, recentemente conquistada dos invasores tópsidas, acabam de estabelecer um tratado de comércio com os ferrônios, os habitantes do sistema Ferrol. Bens de comércio estão sendo fabricados para exportação ao planeta Terra a fim de estabelecer relações amistosas entre os dois mundos. As negociações também dão a primeira pista no mistério sobre o segredo da vida eterna.

Perry Rhodan descobre que os arcônidas descobriram a milhares de anos atrás que o sistema Ferrol contém um planeta que é o lugar dos imortais, mas tinha desaparecido. A fim de descobri-lo, eles são obrigados a resolver tarefas quase impossíveis que os habitantes deste desaparecido planeta criaram para fazer uma espécie de caça ao tesouro cósmico. Somente seres capazes de processar um pensamento em cinco dimensões poderão encontrar este Planeta da Vida Eterna.

Perry viaja a Vênus para colocar a questão ao cérebro positrônico. Um dia passa antes de o cérebro produzir a resposta: mais de 9.985 anos terrestres atrás, um comandante arcônida chamado Kerlon e sua frota de três cruzadores de exploração espacial chegaram ao sistema Vega. O comandante Kerlon pousou no oitavo planeta e foi recebido pelos nativos. Eles logo descobriram que não foram os primeiros 'deuses' a chegar em Ferrol: os outros tinham feito um pouso de emergência há muitos séculos e em agradecimento por sua ajuda, estes outros deixaram vários transmissores de matéria para trás. Kerlon queria saber mais detalhes sobre as máquinas, mas os ferrônios disseram-lhe que não sabiam. Eles haviam recebido isto como um dom de seres que 'vivem mais do que o sol.'

Esta foi uma referência à raça dos imortais que Kerlon estava procurando! Ele não relatou isso ao arquivo mestre central de Árcon até muito mais tarde e enviou este relatório a partir do segundo planeta de outro sistema solar: o Sistema Solar.

Eles deixam Ferrol e saltam para o Sistema Solar, aterrissando no segundo planeta, Vênus. Kerlon e seus homens construíram a base gigante lá e enviaram relatórios detalhados para Árcon. Mais tarde, a expedição de Kerlon se estabeleceu na Terra, terceiro planeta do sistema. Kerlon finalmente encontrou sua morte em um combate contra guerreiros selvagens em um continente enorme, que mais tarde foi atacado por inimigos do espaço resultando em seu afundamento no mar.

Depois de saber disso, Rhodan decide voltar para o cofre no palácio do Thort e discute alguns itens com seus colaboradores mais próximos nessa busca. Ele revela sua noção de que há apenas um ser imortal, não uma raça inteira deles. Os outros ficam chocados com isso, mas são convencidos pela sua explicação. A parte da mensagem de leitura: '... Apenas alguns segundos de acordo com a minha cronologia.' A ênfase na palavra minha, levou-o à conclusão lógica de que só há um ser imortal!

Um grupo de nove pessoas volta para o cofre invisível sob o palácio do Thort. Ativando um gerador arcônida, eles causam o reerguimento da cripta. No local onde o transmissor estava agora havia uma cadeira sobre um estrado abaixo. Rhodan entrou na cripta e sentou-se na cadeira. Uma tela de energia envolve Rhodan e a cadeira da máquina começou a operar. Depois de descobrir os símbolos no cubo de metal misterioso que apareceu, o robô explica-lhes que eles já estão viajando de volta no tempo!

Uma nova mensagem entra em seus pensamentos: alertando para que se mantenham em guarda e que eles deviam encontrar Kerlon sem serem mortos. Só ele pode mostrar-lhes o caminho para a Luz que também irá deixá-los retornar ao seu tempo. Eles devem esperar por três dias exatamente: só então serão capazes de retornar ao seu próprio tempo.

Ras Tschubai se teleporta para fora e encontra os antepassados dos sichas. Ele monta uma imagem da situação deles. O proprietário do castelo era um conde que governava esta região. Seu vizinho, que era outro conde, desafiou sua reivindicação de poder e a batalha que se desenrola era mais uma tentativa de arrancar o castelo de suas mãos. Os sichas roubaram os guerreiros mortos, não participando da disputa. O líder barbudo faz referência a armas que podem lançar raios de luz, a mesmo que Ras carregava e pergunta se era um dos deuses do sol que voltou.

Ras pondera por um momento e diz que sim, que são os deuses. Eles são atacados e Ras defende a todos com seu radiador de impulsos. Os atacantes caem no chão em agonia e morrem. Ras então se despede dos outros e volta para o castelo relatando o que descobriu e eles decidem enfrentar o proprietário do castelo onde estão.

O barão Lesur acredita que eles sejam deuses que vieram para ajudá-lo a lutar contra os bárbaros. Perry decide lutar junto com o barão. Eles partem para defender o castelo e localizar Kerlon conseguindo facilmente derrotar a força de ataque e provocar a fuga dos bárbaros.

Depois de dois dias se passarem, Lesur está discutindo sua história com eles e revela que uma das celas do castelo é uma gaiola especial deixada pelos deuses. Depois de ouvir a história de um cientista que testou o mecanismo e desapareceu, retornando dois anos depois, Rhodan descobre que é o transmissor de matéria que estavam procurando. Rhodan arrisca-se a usar a máquina para descobrir onde é a outra extremidade. Ele se rematerializa do outro lado de Ferrol dentro de um templo localizado no topo de uma montanha. Quando figuras sombrias o cercam, ele ativa o transmissor e retorna ao castelo.

Na manhã do terceiro dia, três naves arcônidas aterrissaram em Ferrol. O Comandante Kerlon tinha chegado. A expedição anterior de Kerlon descobriu um cilindro metálico obtido a partir de um continente desabitado dentro de uma pirâmide metálica localizada lá. Nesta viagem, um de seus cientistas detectou uma gaiola de aparência estranha que é o transmissor de matéria! Kerlon usa-o, desaparece em um curto espaço de tempo e então retorna. Ele está convencido que a outra unidade está localizada no lado oposto do planeta. Kerlon começa uma longa busca e pousa próximo ao castelo.

Os atacantes viram o pouso e esperaram o momento oportuno para atacar. Rhodan enviou Crest para cumprimentá-lo e o arcônida irá dizer-lhe que desembarcou aqui há vários meses onde já havia explorado completamente neste planeta e no sistema solar. Ele vai tentar convencê-lo a continuar seu voo para a Terra. Rhodan ajuda Crest enviando um robô.

Kerlon, acompanhado por um oficial, encontra Crest e seu companheiro, observando sua abordagem. Após uma troca de informações, Crest consegue convencer Kerlon que o Sistema Solar pode ter a resposta para o que ele está procurando. Neste instante, os bárbaros atacam, causando a fuga de Kerlon para dentro de sua nave, deixando cair a cápsula que encontrou em sua viagem anterior. Crest é protegido pelos poderes dos mutantes que o cuidavam. Ras Tschubai aparece e recupera o cilindro de metal.

Kerlon ordena uma decolagem imediata e segue as outras duas esferas espaciais que estavam esperando por ele nas camadas superiores da atmosfera. Depois de parar em outra região de Ferrol por três dias, eles deixam o planeta em definitivo cruzando o sistema Vega e deixam então o sistema Vega para viajar mais de 27 anos-luz de distância.

Rhodan tenta desvendar o segredo do cilindro no momento em que os bárbaros apressam o ataque ao castelo. Quando estão prestes a entrar na sala com a máquina do tempo, os viajantes do tempo foram jogados ao chão por uma enorme onda de choque. Eles estão no caminho de volta ao seu tempo.

Thora os espera, mas fica intrigada por que voltaram tão cedo. Eles ficaram no cofre por apenas meia hora. Rhodan lembra que estão lidando com um ser que tem dominado o tempo e as cinco dimensões, que nada significam para ele.

A mensagem contida na cápsula é descodificada rapidamente: quem quiser encontrar o caminho ainda pode voltar atrás. Mas se decidir seguir a trilha, ele pode ter certeza de que vai deixar de receber qualquer ajuda. Logo o universo será abalado. Investiguem, mas considerem que este mundo é estranho e gigantesco.

Eles tentam entender o significado da desconcertante mensagem. A intuição de Perry diz que não há nenhum perigo adiante e todos concordam em continuar a busca pela vida eterna.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.