Atlan 14 - O Senhor dos Lagartos

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Atlan14capa(130)

“Um misterioso exército marcha – Lagartos obedecem a comandos de rádio”

Título Original: Meister der Echsen

Autor: Clark Darlton

Tradutor: Augustus César

Revisor: Marcos Roberto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 01/04/1974

Publicação no Brasil: Abril/2013

Época: Ansoor 13 a Ansoor 16 de 10.497 da Ark (8023 aC)

Local da ação: Jacinther IV

Personagens principais: Atlan, Fartuloon, Eiskralle, Morvoner Sprangk, Coraschol, Harakas, Mavillan Ruuver.

Visão Geral

Resumo

Atlan, Fartuloon, Morvoner Sprangk e Eiskralle chegam a uma cidade portuária no continente de Kortasch-Auromt. Estão assentados como prisioneiros em uma jaula que está parada no cais. Finalmente, três arcônidas aparecem para levar os prisioneiros para Mavillan Ruuver. A gaiola é levantada em uma carroça, que é puxada por dois moojas.

Durante a viagem, uma tempestade está se formando. A Fartuloon se oferece a oportunidade de realizar um espetáculo para os três guardas. Ele puxa a Skarg e dirige a ponta para o céu. Um raio atinge a lâmina e faz a espada a brilhar. Fartuloon é envolto em uma aura brilhante. Os guardas olham para ele sem palavras. Quando Fartuloon alinha a lâmina contra um dos lados da gaiola, as barras começam a derreter, e uma grande buraco é formado. Isso é demais para os guardas, que correm em desespero.

Sem o controle pelos dispositivos de transmissão levados pelos guardas, os moojas começam a correr e puxar o carrinho com os quatro amigos atrás. Os animais desenvolvem uma velocidade considerável.

Atlan tenta parar este passeio ao inferno ao saltar na parte de trás de um mooja. Mas ele não pode cortar a couraça do animal, e por isso o passeio selvagem continua. Eiskralle vem em seu auxílio. O chretkor toca com as mãos o segundo mooja que, através de sua incrível capacidade, congela instantaneamente, vira gelo e se desintegra. Eiskralle salta. Mas agora o carro começa realmente a balançar e corre o risco de tombar. Atlan salta da parte traseira do mooja e pousa no terreno rochoso. O carro capota, e o animal agora consegue livrar-se do arnês. Com alta velocidade, ele corre pela planície. Atlan liberta seus dois companheiros da gaiola através do buraco queimado pela Skarg. Então eles partem a procura de Eiskralle. Eles encontram o chretkor, que deslocou seus braços. Nos restos do mooja quebrado em pequenos pedaços de gelo, Fartuloon descobre o pequeno dispositivo de recepção com o qual o animal era controlado e o leva com ele. Agora, os companheiros têm que andar a pé o caminho para o palácio de Mavillan Ruuver.

Os amigos vão ao pé do planalto no qual está a base do governador. Fartuloon consegue tirar de um guarda de passagem chamado Coraschol a caixa de transmissão para o controle dos moojas. Coraschol concede voluntariamente a Fartuloon informações sobre as condições em Kortasch-Auromt. O guarda os leva para seu amigo mercador, Harakas que não é exatamente favorável ao governador. Harakas promete acompanhar Fartuloon ao planalto. Atlan, Morvoner Sprangk e Eiskralle permanecem na casa do mercador.

Fartuloon ajusta o emissor de Coraschol, que com isso agora ele tem um alcance dez vezes maior. O cirurgião quer esconder o emissor para ativar ele com a chave de impulsos, que ele também montou. Assim, os moojas vão fugir ao controle dos guardas e causar uma confusão no planalto. Num teste curto, os companheiros podem determinar que os moojas se coíbem de atacar os seus guardas. Antes que algo de ruim aconteça Fartuloon alterna o seu emissor novamente. Os moojas se acalmam instantaneamente e ficam mais uma vez sob o controle de seus guardas. Agora também está claro para Coraschol o que Fartuloon planeja. O cirurgião quer forçar, através do controle sobre os moojas, as negociações com o governador Ruuver, porque o funcionamento de todo o sistema econômico e militar para Kortasch-Auromt está atrelado ao uso dos moojas.

No meio da noite, Fartuloon e Atlan vão, em um de um carro movido por moojas, para a sede do governador. Eles passam através do anel de moojas. Aqui o emissor preparado por Fartuloon tem seu primeiro teste real. Os animais mantêm a calma. Sem serem molestados, chegam ao vale, onde está o palácio de Mavillan Ruuver. Os dois amigos não se atrevem a ir mais adiante, porque a espaçonave está afiançada por bloqueios positrônicos. Em uma casa de campo eles encontram um dos guardas dos moojas. Eles deixam uma mensagem escrita com o arcônida para o governador. O aviso incluirá o desejo de entrar em negociações com Ruuver, mas não como prisioneiros, mas como parceiros iguais. O governador deve usar um planador pintado de vermelho voando sobre a vila dos mercadores se ele aceitasse a proposta. Fartuloon ameaça retirar o controle dos moojas dos guardiões, se Ruuver tentar investigar no assentamento dos mercadores.

Para enfatizar o seu aviso, Fartuloon, Atlan e o guarda passam pelo anel de guardas moojas. Para espanto do guarda, os dinossauros dificilmente tomam conhecimento deles. Fartuloon o envia de volta para sua cabana sozinho. Os dois amigos retornam a seus companheiros no assentamento dos mercadores.

Na manhã seguinte, Morvoner Sprangk empreende uma viagem. Ele quer observar o aumento da atividade da polícia e fingir ser um alto oficial da frota arcônida em uma viagem de férias.

Um pouco mais tarde, Coraschol entrega a Fartuloon a notícia de que um planador vermelho está circulando sobre a cidade. Morvoner Sprangk foi parado por uma patrulha da polícia e fica detido em uma delegacia de polícia, porque ele se recusou a mostrar o seu documento de identificação.

Atlan e Eiskralle iniciam uma operação de resgate. Eles testemunham o interrogatório de seu amigo, em que um chicote é usado. Atlan paralisa um dos três policiais. O segundo é transformado por Eiskralle e se quebra em pequenos cristais. Sprangk derruba ao chão o homem com o chicote.

No dia seguinte, Atlan, Fartuloon e Eiskralle voam com um pequeno planador, fornecido por Harakas, para a sede do governador. Ruuver entra em contato pelo rádio e os informa de uma área de pouso na plataforma norte do seu palácio. Eles são levados para Ruuver e ameaçam o governador com a liberação dos moojas em toda Kortasch-Auromt, fora de controle dos guardiões, se eles forem tocados em um fio de cabelo. Como em Broschaan, Atlan e Fartuloon se oferecem para verificar o boato de que o representante do império, Agmon Fertomash, está realmente morto. Eles também querem saber a hora exata da chegada do economista Freemusch. Ruuver não acredita neles.

Fartuloon envia o sinal com a chave de impulsos. Centenas de milhares de moojas começam a assolar o continente. A tempestade de dinossauros também se aplica ao espaçoporto e ao palácio do governador. Como Mavillan Ruuver parece estar disposto a negociações honestas, Fartuloon desliga o seu emissor. Instantaneamente os moojas se acalmam e novamente obedecem as ordens de seus guardas. Ruuver disponibiliza um planador, com o qual Atlan e Fartuloon querem voar para Sebentool. Morvoner Sprangk e Eiskralle permanecem como garantia no povoado dos mercadores com a chave de impulsos para controlar os dinossauros.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir