PR0493 - Pânico em Titã

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

PR493

Um cérebro-robô dispara o alarme – e chama o Ganjo

Título Original: Panik auf Titã

Autor: Hanns Kneifel

Tradutor: Ayres Carlos de Sousa

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 29/01/1971

Publicação no Brasil: 1990

Época: Junho de 3438

Local da ação: Via Láctea (Titã, Alcanaya II)

Personagens principais: Reginald Bull, Vascalo, o Torto, coronel Edmond Pontonac, Ovaron, Marceile, Perry Rhodan, Roi Danton

Resumo

 

Reginald Bull lidera a frota Solar em uma luta defensiva contra os coletores e vassalos, dos quais já foram destruídos 10.000 na batalha pelo sistema Vega. Os atacantes robotizados são dizimados cada vez mais, enquanto as perdas humanas dos terranos são muito baixas. Os danos materiais, no entanto, são enormes.

O coronel Edmond Pontonac, comandante da lua de Saturno, Titã, inspeciona a estação do ganjo Ovaron para cujo controle ele foi autorizado. O comandante robô indicou-lhe que ele tem notado a chegada da frota de coletores, interceptou e decifrou a rádio militar e uma ligação pelo intercomunicador-dakkar – iniciada em Gruelfin.

Logo depois, Ovaron é notificado e informado sobre a situação vigente na Via Láctea. Imediatamente Ovaron vai junto com Marceile para o Sistema Solar parar o comandante da frota de coletores, Vascalo. Como se vê, de repente, Roi Danton e o Thunderbolt Team, de alguma forma, conseguiram durante o seu cativeiro registrar os dados individuais de Vascalo e tirá-los de bordo do coletor – agora Ovaron quer usar esses dados para aumentar a conscientização sobre os doze anos-luz de distancia de Vascalo almejando iniciar uma tentativa de assunção.

A pedotransferência na consciência de Vascalo por parte de Ovaron não é bem-sucedida, porque Vascalo é um pedoautocrata instintivo. Ele fixa, com 30% de sua consciência a consciência de Ovaron em seu próprio corpo, enquanto que com o restante 70% de sua consciência, ele assume o corpo de Ovaron simultaneamente. Ambas as metades da consciência de Vascalo agora operam de forma independente, enquanto Ovaron está preso. Vascalo/Ovaron finge que a tentativa de aquisição falhou, e quer descansar. Só o coronel Pontonac que pode notar uma mudança no caráter de Ovaron, convida-o para a sua sede e quer segurá-lo até que ele perceba por que o caráter de Ovaron ficou de repente tão desonesto. Durante a noite não só para Pontonac fica claro que aqui é Vascalo que está atuando, mas também Marceile nota a mudança de comportamento.

Vascalo/Ovaron foge com a KHS 6382 e tem como objetivo reunir os dois corpos na frota de coletores, controlada por ele. Mas Pontonac ainda pode chegar a espaçonave e sabotar plano de voo. A espaçonave encalha no sistema Alcanaya II, onde Pontonac destrói os propulsores lineares. Depois de uma corrida difícil e cansativa em Canetti A. Cansado, Vascalo tem que desistir. Sobre o corpo de Pontonac – Pontonac lhe tinha oferecido desta forma e tirado a faixa dakkar – Vascalo se transfere completamente de volta para o seu próprio corpo, liberando desse modo a consciência de Ovaron.

Ovaron e Pontonac são apanhados pela TADSCHIKISTAN e levados de volta para o Sistema Solar.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.