PR0495 - O Mensageiro do Sol

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PR495

A Terra pede socorro – e Galbraith Deighton manda seu melhor homem para o espaço.

Título Original: Der Botschafter von Sol

Autor: Hans Kneifel

Tradutor: Richard Paul Neto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 12/02/1971

Publicação no Brasil: 1990

Época: Junho de 3438

Local da ação: Via Láctea

Personagens principais: Harcon von Draimalo, Reginald Bull, Vascalo, Marceile, Edmond Pontonac, Caryna Nillbaerg, Drosen K. Willshire

Resumo

 

O aconense Harcon von Draimalo é comandante da espaçonave, que está escutando as hipercomunicações militares dos terranos – ele é um inimigo declarado dos terranos. Quando se materializou uma frota de coletores perto do centro da Via Láctea, ele decide explorar. Porque fica claro que os 90.000 coletores estão viajando para a Terra, ele adverte Reginald Bull pessoalmente e apela em chamada geral a todos os povos da Galáxia para ajudar os terranos e, assim, proteger a Via Láctea do perigo desconhecido.

Poucos anos-luz a frente do Sistema Solar, a feroz batalha entre a primeira frota de coletores de Vascalo e a frota local dos terranos, sob o comando de Bull, acontece. As unidades de Vascalo estão gradualmente esgotadas, enquanto as perdas dos terranos também são elevadas, mas mantidas dentro dos limites. A notícia da existência de mais 90.000 coletores é alarmante para Bull, porque estas forças de combate seriam imparáveis com os recursos dos terranos.

O chefe da Segurança Solar Galbraith Deighton nomeia (aparentemente sem consultar Reginald Bull) o comandante militar de Titã, coronel Edmond Pontonac, Embaixador do governo terrano e lhe disponibiliza a espaçonave DARA GILGAMA, o instruindo a visitar sucessivamente a colonias e impérios coloniais terranos e pedir ajuda militar. Pontonac é acompanhado por navios de carga que estão carregados com faixas-dakkar; isto deve ajudar os povos coloniais contra os pedotransferidores. Além disso, Pontonac é acompanhada pelos agentes Nillbaerg e Willshire que capturaram um takerer, como um objeto de demonstração, este último está preso em um tigre de dentes de sabre.

Primeiro, Pontonac voa para Nosmo e fala com o ministro das Relações Exteriores da Federação Galáctica Normon, um importante aliado do Império Solar, com o qual aparentemente nenhum contato diplomático é mantido. O Secretário de Estado nunca ouviu falar, já no segundo ano da invasão cappin, algo sobre um pedotransferidor e é inicialmente cético. Como Pontonac quer convidá-lo para a DARA para visitar o takerer cativo, o guarda diante da porta, assumido por um pedotransferidor ataca a delegação terrana. Pontonac está firmemente convencido de que o mal preparado pedo-assassino que finalmente escapa, é pessoalmente Vascalo, o líder da frota takerer. Em uma sessão noturna, o Parlamento da Federação Normon decide enviar 20.000 espaçonaves para a Terra.

No voo para Rudyn, o Smilodon, um tigre dentes-de-sabre adulto extinto na Terra há vários milênios, preso escapa devido ao robô estar programado de forma incorreta – ninguém poderia eventualmente esperar que um animal assumido por um pedotransferidor reagisse de forma inteligente! Uma vez que todas as instalações a bordo tem pedo-defesas e a tripulação está com faixas-dakkar, o takerer pode ser fixado no tigre dente de sabre novamente.

Também no sistema Efelon, o pedotransferidor fez um trabalho de invasão incompetente que fracassou. Apenas um calfator é dominado por takerers; ele ordena a prisão da delegação de Pontonac devido a acusações frágeis. Uma vez que a polícia não retira as armas dos terranos, os “prisioneiros” se libertam imediatamente, ameaçam policiais e alcançam o chefe de polícia de Rudyn. Este está aberto aos argumentos dos terranos e convocará uma reunião do calfatores. Lá acontece que na União Central Galáctica, o governo não sabe nada sobre pedotransferidores, ainda este ano, antes da queda dos governantes da UCG. Os calfatores são convencidos por Pontonac por desmascarar o calfator assumido e revelar o cappin. O governo da UCG decide rapidamente que eles vão enviar 45.000 espaçonaves ao Sistema Solar.

A última estação da excursão de Pontonac é em Ertrus, onde ele fala com o triunvirato da Liga Carsuálica. Embaraçosamente, ninguém pensou no planejamento da visita, porque em Ertrus prevalece 3,4g: não há um microgravitador a bordo! Edmond Pontonac deve, portanto, seguir em frente em Ertrus, porque ele consegue se mover muito bem graças aos seus membros artificiais, mesmo com 3 vezes a gravidade da Terra. Assim ele impressiona enormemente os ertrusianos. Menos sucesso tem seu discurso para o triunvirato: Nos Vigeland, Runema Shilter e Terser Frascati ouvem pacientemente a versão de Pontonac, mas não mostram nenhuma inclinação para dar ao embaixador terrano uma aceitação ou rejeição (na verdade estavam ressentidos por que a Terra enviou somente um coronel como embaixador...). Pontonac concede ao triunvirato um período de reflexão.

Pouco antes da DARA GILGAMA partir Runema Shilter vem sozinho, a bordo da espaçonave. Mais uma vez Pontonac tem que fazer o seu discurso, e finalmente o triúnviro ordena diretamente a bordo da DARA: a partida de 30.000 espaçonaves.

A DARA GILGAMA é parada em seu regresso à Terra por espaçonaves da Ordem de Shomona: A Terra deve à Ordem vários milhões solares, e o coronel será refém de Caudor II, todos os protestos de Pontonac são em vão.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.