PRNeo0088 - Adormecidos Pela Eternidade

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c neo88

O homem que uniu o mundo escapa para o espaço — e cai em um conflito de dezenas de milhares de anos...

Título Original: Schläfer der Ewigkeit

Autor: Oliver Fröhlich

Tradutor: Marcel Vilela de Lima

Artista da capa alemã: Dirk Schulz / Horst Gotta

Publicação na Alemanha: 30/01/2015

Publicação no Brasil: Dezembro de 2017

Época: Final de Dezembro do ano de 2037

Local da ação: Sistema Solar

Resumo

O desvio de Rhodan

Perry Rhodan e Reginald Bull, junto com a marionete Sannasu e a ara Leyle, conseguiram fugir das garras arcônidas na nave de fuga de Callibso. Como Rhodan percebe, a capacidade de ocultação da essat é garantida pelos veios avermelhados de halaton que percorrem a nave-rocha de forma particularmente elevada. Logo depois, surge uma oportunidade de testá-la. Um cruzador da frota do Protetorado procura os fugitivos. Innesay, a positrônica da nave INNESAY, desliga todos os sistemas. Após a espaçonave arcônida se afastar sem detectar nada, a positrônica apresenta uma mensagem desagradável. Depois da moirrea, o escurecimento da nave, a INNESAY recebeu uma ordem prioritária. O objetivo final, um ponto de fuga para Derogwanien, precisa ser redefinido. O código prioritário chama a essat para Ettves. Um asteroide com órbita interior à da Terra. A INNESAY é chamada pelos errkarems que vivem em muitas dessas rochas nas vizinhanças do Sol. Eles acreditam que os orristans teriam enviado a nave. Estes, por sua vez, vivem nos Mundos Frios e são inimigos dos errkarems. A última tentativa do ênteron para colocar substituir as ordens de Innesay termina quase em desastre. Rhodan, Bull, Jenny Whitman, aliás Sannasu, e Leyle são capturados pelos errkarems.

O ênteron encontra um modo de sair da cela de detenção e consegue acesso à positrônica de Ettves. Ele encontra os trajes protetores tomados dos quatro visitantes involuntários. Sem eles, nenhuma fuga é possível por causa da atmosfera rarefeita. Então, para terror de Rhodan, que permanece permanentemente em contato telepático com o simbionte, o ênteron prossegue com extrema dureza. Com os trajes recuperados pelo ênteron, eles conseguem chegar ao hangar da INNESAY. Durante o trajeto, Rhodan aprende mais sobre as razões da inimizade entre errkarem e orristan. Um alarme ecoa pelo asteroide. Mas não causado pela fuga dos quentianenses. Os orristans estão à porta com uma frota. Quando Rhodan apresenta a proposta de mediar entre errkarem e orristan, Reg acha que ele está louco. Quando o ênteron protesta e insiste em finalmente partir para o Mundo Elísio e destruir o modelo, Rhodan perde a paciência. O comportamento de seu companheiro tem sido uma constante pedra no sapato. Ele ameaça não mais nutrir o simbionte. O terrano recebe o consentimento tácito da ara. Ela forjou em segredo um plano para eliminar o ênteron. Ela o considera muito perigoso. A princípio ela prevê que isso desempenhará um pequeno, mas importante, papel no plano maluco de Rhodan.

Com os errkarem

Kittur é o comandante da espaçonave KOLLRAN. Gerrmal Rohekk, o adormecido dos errkarems, ou filhos do Sol, como eles chamam a si mesmos, está morto; por isso os shedarrtai dos errkarems se aventuraram, em nome da Conselheira Amakka, nos Mundos Frios dos orristans e sequestraram o Eterno Adormecido, embora não seja certo que os errkarems reconheçam a sabedoria do Asskor Tavirr. A sociedade dos filhos do Sol ameaça desmoronar. Quando a KOLLRAN chega, não há emoção em Ettves. Quentianenses estão presos em Ettves. Esta mensagem eletrifica Kittur, líder dos shedarrtai. O movimento dos renovadores tem como objetivo o retorno ao Mundo Quente. O Asskor Tavirr é levado para a lua Aessril. Lá a leakkum Darrake deve despertar o adormecido do inimigo na frente dos demais conselheiros. Estes acabaram de saber sobre o sequestro. A cerimônia falha. O adormecido permanece aturdido. Tarde demais, Kittur descobre que foi abusado pela Conselheira Amakka. Para salvar seu poder, ela mandou sequestrar o adormecido orristan. Apenas um adormecido pode assegurar a influência da leakkum Darrake sobre os filhos do Sol. Mas esta é muito receptiva às sugestões da Conselheira. Amakka governa através da leakkum. Kittur também descobre que os quentianenses foram sentenciados à morte. Mas, quando ele chega na cela, eles escaparam por pouco da morte. De repente soa um alarme. Ao contrário do chefe dos shedarrtai, os demais acreditam que os prisioneiros fugitivos são a razão. Surge inesperadamente uma frota orristan diante de Ettves e exige a libertação do Asskor Tavirr. Só então a maior parte dos errkarems descobre sobre o sequestro. Kittur ainda acredita que os filhos do Sol não teriam nada a temer, porque o ambiente é fatal para os orristans. Depois de expirar o ultimato, ele aprende uma lição. Centenas de inimigos fluem das naves, usando trajes desconhecidos para ele, diretamente para a lua Aessril, onde Darrake está tentando despertar o adormecido dos orristans, ou filhos das estrelas. Irremediavelmente inferiores, os errkarems iniciam a perseguição. Explode a luta sobre a lua.

Com os orristan

Ras Tschubai e Frederik Andersson acompanham os orristans e sua pequena frota, como prometido, na perseguição aos errkarems. Estes sequestraram recentemente o Eterno Adormecido Asskor Tavirr. Para os orristans, os mundos de seus inimigos são mortais, pois eles não podem ficar por muito tempo expostos à radiação e ao calor. É por isso que Ovesst, rapidamente recuperado de sua lesão em Gesverr, ordena uma parada no Mundo Ameno, Marte. Lá, os arcônidas estabeleceram uma base para a recuperação do planeta. Parece uma excelente oportunidade de fuga para os dois terranos. As condições gravitacionais são muito difíceis para os filhos das estrelas. Por isso eles enviam Ras e Frederik para o depósito. Acontece que os orristans tinham considerado tudo. Tanto a possível fuga dos dois prisioneiros quanto a posição e o tipo dos equipamentos utilizados, bem como a evacuação após o ataque. A tentativa de fuga falha miseravelmente. A camuflagem da RIRROD e a capacidade técnica de colocar a positrônica do depósito sob controle são excelentes.

Agora, equipados com armas e equipamento de proteção, a frota de naves em forma de rochas prossegue para Ettves, o mundo central errkarem. Horrorizado, Ras Tschubai constata o que Ovesst pretende. Mesmo que os errkarems entreguem o Asskor Tavirr, ele quer resolver de uma vez por todas, contando com as possibilidades militares à sua disposição, o problema dos maus e vigaristas filhos do Sol. Cada persuasão é em vão. Antes de chegar a Ettves, Ovesst fornece o ultimato a entregar o adormecido. Quando nada acontece, centenas de orristan desembarcam, usando trajes arcônidas de combate, na lua Aessril de Ettves. Lá eles suspeitam estar o Eterno Adormecido. Explode a luta sobre a lua.

A missão de Rhodan

Rhodan aparece bem no meio do fronte. O elemento surpresa silencia as armas. Rhodan, um quentianense envolto em uma pele estelar, criada pelo ênteron, pede um cessar-fogo. Intrigados, os dois lados aceitam ouvir a oferta de Rhodan: despertar o adormecido Asskor Tavirr diante dos errkarems e orristans. Tudo que ele precisa é descer às catacumbas de Aessril. Mas elas foram seladas pela Conselheira Amakka. Voritta, filha da Conselheira e companheira de Kittur nos tempos da guarda, abre a porta com um módulo de comando prioritário secretamente adquirido. Ela compartilha a visão de Kittur, de que não se pode deixar passar a oportunidade de conversar com visitantes do Mundo Quente, e ela sabe da traição de sua mãe. Esta está parada ao lado da leakkum, que sustenta um frasco de veneno com polkkorim-sud no pescoço do Tavirr. Mas Darrake se recusa a matar o adormecido. Então Rhodan tem a oportunidade de cumprir sua promessa. O ênteron passa a energia vital do terrano para o milenar orristan, que então acorda. As palavras do adormecido são transmitidas para todos em Ettves e Aessril, para errkarems e orristans.

Os errkarems e os orristans são ramos do mesmo povo. Apesar de terem vivido de forma diferente e terem se distanciado, eles todos são issgeran, pessoas das estrelas. O Mundo Quente está em grande perigo. Embora os arcônidas tenham chegado erroneamente lá, eles são apenas um fenômeno temporário. Mas eles são um risco. Os arcônidas precisam se retirar antes que seja tarde demais. É tempo dos filhos do Sol e dos filhos das estrelas provarem serem dignos guardiões do Mundo Quente. Os issgeran precisam encontrar o Mundo Escondido.

O esforço é muito grande para Rhodan. O mundo em torno dele escurece.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir