PR1506 – Um Mundo dos Linguides

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c1506

Investigação no setor Simban – um encontro no oásis da paz

Título Original: Eine Welt der Linguiden

Autor: Marianne Sydow

Tradutor: Eduardo J.C. Carvalho

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 02/07/1990

Publicação no Brasil: Dezembro de 2017

Época: 1169 NCG

Local da ação: Reino linguide

Personagens principais: Dorina Vaccer, Balasar Imkord, Perry Rhodan, Reginald Bull, Gucky

Resumo

Salaam Siin capta mensagens de rádio dos linguides, a partir das quais analisa sua linguagem, chamada de lingo. Com isso, constata que esta língua não possui palavras como mentira, assassinato, guerra ou termos cognatos. Os linguides, se necessário, usam as expressões correspondentes existentes no intercosmo. Aliás, o lingo não é muito diferente das outras línguas do lemurense galáctico. Isto sugere que as habilidades dos pacificadores são baseadas menos na língua propriamente dita e mais na personalidade do orador. Além disso, o ofalense descobre que os linguides vivem em uma sociedade aberta, liderados pelos pacificadores, mas sem grandes hierarquias.

Ao mesmo tempo, no sistema Jergelen, Dorina Vaccer examina os incidentes envolvendo Senfro Datalba e Gerino Vaider. A pacificadora reconhece que a perda do kima dos dois linguides, desencadeada por saltos de teleporte, foram apenas acidentes causados pela ignorância dos mutantes. No entanto, ela parece ligar esses eventos ao Galacticum, classificando-o como perigoso e inibidor para seu povo. Por isso, Vaccer proíbe o pouso das naves ODIN, CIMARRON, KARMINA e HARMONIA em um planeta do reino linguide. Ela também se convence de que a sede de conhecimento dos galácticos deve ser satisfeita, caso se queira evitar ações injustificadas. Vaccer aceita como válido que se entre em contato com o pacificador Balasar Imkord.

Enquanto isso, a pequena flotilha galáctica se divide. A KARMINA segue para Tentra, para investigar mais de perto a ação local dos linguides. As naves restantes voam para diferentes planetas linguides, onde Perry Rhodan espera encontrar um dos pacificadores. Seguindo a orientação de Dorina Vaccer, aos galácticos é sempre negado o pouso. O voo para o sistema Teshaar, onde fica Lingora, o planeta natal dos linguides, termina com o mesmo resultado. Mas lá eles descobrem que o pacificador Aramus Shaenor pode ser encontrado em Teffon, no sistema Sedeider. No antigo sistema blue Zayazza, as naves são novamente desviadas, desta vez porque é aceito o convite de Balasar Imkord, que espera os galácticos no sistema Anira.

Em Drostett, Rhodan e seus companheiros são recebidos por Imkord e Vaccer. Vaccer apresenta para os galácticos sua posição de não adesão dos linguides ao Galacticum. Ao mesmo tempo, ela relata inúmeros acidentes envolvendo os linguides no início da sua era espacial, quando muitos perderam o kima ao usar a tecnologia de transição. A pacificadora contradiz a comparação de kima com o que os terranos chamam de alma. Ela tenta explicar para os visitantes o conceito linguide das diferentes realidades:

Na posição mais elevada se encontra a realidade absoluta, que inclui todos os fenômenos e influências externas que estabelecem a existência do Universo. Como esses fenômenos e influências não podem ser detectados por seres que fazem parte deste Universo, a realidade absoluta é totalmente desconhecida. Abaixo dela está a realidade objetiva, que engloba todos os termos universais conhecidos, dos quais é composta a imagem do Universo. Ao lado dos conceitos, que podem ser detectados com os próprios sentidos, também são usados termos específicos para fenômenos acessíveis e demonstráveis, mas apenas por meio de equipamento técnico ou pela percepção de outros seres. Esses termos incluem a velocidade da luz e outras constantes cósmicas, que são válidas para todos os seres vivos conhecidos. A realidade subjetiva inclui o que é geralmente referido como realidade, ou seja, a imagem captada pelos sentidos e que é essencialmente compartilhada pelos seres de mesma origem. A importância ligada às noções de realidade subjetiva depende da posição adotada pelos diferentes tipos de criaturas. Neste nível se encontra a linguagem, que, consequentemente, não descreve a realidade em si, mas apenas aquilo que o descobridor supõe ser. É através da linguagem e dos termos linguísticos que surge a realidade individual de cada ser vivo, incluindo tudo que é relacionado com as circunstâncias pessoais e as experiências de uma pessoa. Ela inclui os planos dos sentimentos, pensamentos, ideias, imaginação e fé, ou seja, fenômenos que não podem ser medidos, não são universalmente válidos e são experimentados por todos os seres vivos de forma diferente. Estes fenômenos podem afetar e distorcer como se vê a realidade subjetiva. Assim, por meio do desvio dos termos da realidade individual pode-se manipular a realidade subjetiva.

***

Dorina Vaccer demonstra as capacidades dos pacificadores para Salaam Siin. O ofalense tem medo de voltar para casa porque teme que os danos sofridos e agora curados impeçam suas habilidades vocais de atingir o nível de antes do acidente. Por meio de hábil emprego da língua, apoiado por linguagem corporal não verbal, Vaccer altera a realidade individual de Siin, que assim é libertado do seu medo reprimido. Mais tarde, também Gucky é libertado, desta mesma forma, da autocensura que o acomete desde o acidente com Gerino Vaider.

Para fazer os galácticos compreenderem melhor a essência de seu povo, Imkord leva Rhodan a passeio até sua árvore da vida, retratando que os linguides anualmente devem ir até o arbusto-kima, também chamado de árvore da vida. A caminhada silenciosa leva o pacificador e o antigo portador de ativador celular até as montanhas ásperas do planeta, até que finalmente alcancem a floresta. A paz e harmonia que Rhodan sente na caminhada fazem o terrano ter a crença de que esta é a razão pela qual os linguides são um povo tão pacífico.

Em 31 de dezembro de 1169 NCG, chega uma mensagem de Atlan dizendo que o arcônida encontrou um “defeito” nos linguides de Teffon. Então a ODIN, a CIMARRON e a HARMONIA partem do sistema Sedeider.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.