PR0144 - O Convite dos Robôs

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PRBR 0144

 “Atlan e Rhodan correm perigo no planeta central dos pos-bis.

Título Original: Roboter lassen bitten…

Autor: K. H. Scheer

Tradutor: Richard Paul Neto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 05/06/1964

Publicação no Brasil: 1979

Época: 2114

Local da ação: Mundo dos Duzentos Sóis (mais tarde, Mundo dos Cem Sóis)

Personagens principais: Atlan, Perry Rhodan, Beybo, Fellmer Lloyd, Willy, Jefe Claudrin

Resumo

Atlan está em Árcon III, onde está ocorrendo o lançamento de um novo supercruzador de batalha que leva seu nome. Ele é informado de que um saltador de aparência duvidosa precisa ver seu líder importante – ou seja, ele ou Perry Rhodan – com uma mensagem muito importante. Atlan e Rhodan concordam em vê-lo. O saltador chamado Beybo confirma que alguém lhe pediu para trazer as coordenadas de um ponto de encontro a eles. Os mutantes examinam o saltador e confirmam que é sincero, embora sua memória tenha sido bloqueada. Eles encontram uma mensagem pedindo que Atlan, com a ajuda dos terranos, embarque em uma nave pos-bi no ponto de encontro em fevereiro do ano 2114. Atlan está agora certo de que os pos-bis estão na origem deste convite.

Rhodan, Atlan, Fellmer Lloyd e vários homens entram a bordo do BEY-XII que é uma verdadeira sucata voadora e partem para o ponto de encontro no planeta Sumath. Lá, encontram Willy, uma criatura na forma de uma água-viva que trabalha para os pos-bis e se autoproclama “irmã de leite” destes. A criatura, sendo assustada por natureza, destrói a BEY-XII e os terranos são paralisados por um raio narcótico de uma nave fragmentária dos pos-bis e levados a bordo da mesma. Ao despertar, eles descobrem que estão lidando com pos-bis não mais submetidos ao cérebro hiperimpotrônico do robô central. Existem duas unidades de comando que compõem o cérebro hiperimpotrônico do robô central que controla os pos-bis: um cérebro robótico e uma concentração de plasma biológico que constitui o protoplasma central.

Chegam ao mundo principal dos pos-bis, situado no vazio intergaláctico à beira da Via Láctea e iluminado por muitos sóis nucleares. É chamado de o Mundo dos Duzentos Sóis.

Logo depois, os terranos são atacados por pos-bis sob o controle do cérebro hiperimpotrônico central. Eles são levados para as cúpulas onde o protoplasma central está localizado e acabam descobrindo a origem dos pos-bis.

Há quarenta mil anos, os laurins cruzaram o abismo entre as galáxias e encontraram o sistema Outside chegando ao seu segundo planeta, Mecânica e forçaram os nativos a construir robôs que eram quase perfeitos. Estes robôs foram modificados no planeta dos laurins, com o protoplasma sendo acoplado ao impotrônico (uma espécie de cérebro positrônico) por meio do hipercircuito da interação sendo então programados para sentir ódio em relação a todas as formas de vida excetuando os laurins. O processo falhou e ao invés disso os pos-bis desenvolveram um ódio profundo contra os laurins. Eles retornaram a Mecânica e posteriormente se estabeleceram em muitos planetas e estações ao longo das fronteiras da Via Láctea. Os laurins despovoaram então Mecânica, mas naquele momento os pos-bis já haviam alcançado a independência total. O protoplasma central no Mundo dos Duzentos Sóis tinha um cérebro robótico gigantesco construído para aliviá-lo de grande parte de sua carga de trabalho. Em outras palavras, esse cérebro era uma espécie de Regente parecido com o Computador Regente de Árcon. Esse circuito, que incluiu o dispositivo do ódio, foi construído para enviar ao cérebro um sentimento de ódio pelos laurins, mas um segundo sinal acabou provocando o ódio contra todas as formas de vida orgânicas do Universo.

Rhodan, Atlan e Fellmer Lloyd destroem o circuito do ódio, garantindo assim uma plena colaboração com os pos-bis. Uma nave então os leva de volta ao planeta Sumath onde são resgatados pela TEODORICO. Tudo agora foi esclarecido para Rhodan e Atlan sobre os pos-bis e os laurins, que foram os responsáveis diretos por toda essa guerra ao tentar forçar os robôs a odiar e a aniquilar todos seus adversários, mas o tiro saiu pela culatra e agora a coalizão e os pos-bis celebraram um tratado de paz e uma aliança contra os laurins. Um grande passo foi dado, mas uma pergunta fica no ar: a paz enfim voltará ao Universo?

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.