PR0147 - As Máquinas Enlouquecem

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PRBR 0147

Uma guerra positrônico-biológica pode decretar o fim dos seres humanos!

Título Original: Amoklauf der Maschinen

Autor: William Voltz

Tradutor: Richard Paul Neto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 26/06/1964

Publicação no Brasil: 1979

Época: 2114

Local da ação: Via Láctea, planeta Van Moders

Personagens principais: Ellis Kedrick, John Marshall, Ras Tschubai, Tama Yokida, Van Moders, dr. Bryant, dr. Johann Riesenhaft, Gucky, Emiondi, Sakori, Perry Rhodan

Resumo

O cruzador terrano UPSALA aproxima-se de Frago e relata que os robôs estão digladiando-se uns aos outros na superfície do planeta. Uma equipe vai a superfície do planeta e descobre que um grupo de robôs parece hostil aos seres orgânicos enquanto o outro grupo é indiferente ou amigável aos seres orgânicos.

Perry Rhodan está no sistema Tafor onde uma nave fragmentária dos pos-bis, que tinha ajudado os membros da Divisão III e os saltadores locais na repressão do ataque aconense, pediu para contatar os terranos. O administrador, não querendo correr riscos desnecessários, envia uma equipe de comando composta pelos mutantes John Marshall, Ras Tschubai e Tama Yokida e pelos cientistas Van Moders, Bryant e Riesenhaft a bordo da nave pos-bi para viajar ao Mundo dos Duzentos Sóis. Quatro outras naves pos-bis aparecem e forçam a nave fragmentária a fugir antes de a TEODORICO forçá-las a se retirar. A equipe de comando terrana é abalada pela súbita aceleração seguida de uma forte transição e o doutor Bryant fica gravemente ferido no processo.

A nave pos-bi foi danificada pelo ataque e acaba caindo em um planeta desconhecido. Neste planeta vive uma raça onde a tecnologia encontra-se na máquina a vapor que desempenha um papel importante em sua sociedade. A explosão causada pelo choque da nave pos-bi instiga o medo nos habitantes locais. Os pos-bis deixam sua nave e começam a semear a destruição entre os foles – o nome dado aos nativos – enquanto atacam e destroem suas máquinas a vapor. Na confusão que se seguiu, os pos-bis confundiram as máquinas a vapor com seus irmãos que não se submeteram ao protoplasma central no Mundo dos Duzentos Sóis.

Enquanto isso, o cérebro de protoplasma do comandante da nave pos-bi morre depois de ter confirmado aos cientistas Van Moders e Riesenhaft que a destruição do circuito de ódio feita por Rhodan e Atlan provocou uma instabilidade do hipercircuito de interação. Enquanto os outros terranos ajudam os foles em sua desesperada luta pela sobrevivência, os dois cientistas usam o hipercomunicador da nave para pedir ajuda.

A equipe de comando é finalmente resgatada pelas naves da frota solar e Rhodan soube de tudo o que aconteceu por Marshall e Van Moders. A tentativa de Rhodan de destruir o circuito do ódio para garantir a paz no Universo acabou em uma encarniçada e violenta guerra civil entre os próprios pos-bis e a Via-Láctea volta a correr um sério perigo. Rhodan precisa agora terminar de uma vez por todas com esse impasse entre os robôs. Enquanto isso, os laurins assistem a tudo de camarote só esperando o momento certo para desferir o golpe decisivo tanto nos terranos quanto nos pos-bis. Quem vencerá essa guerra?

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir