PR1914 - Kristan, o Caldeirão de Raças

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PR1914

Terranos no mundo comercial – no campo de tensões dos poderes”

Título Original: Schmelztiegel Kristan

Autor: Arndt Ellmer

Tradutor:

Artista da capa alemã: Ralph Voltz

Publicação na Alemanha: 28/04/1998

Publicação no Brasil:

Local da ação: DaGlausch, Sistema Kromsoe

Personagens principais: Fee Kellind, Benjameen de Jacinta, Guarant, Tuck Mergenburgh, Sprwll, Ilkan

Resumo

Enquanto os contatos entre os habitantes da nação Alashan e os thorrimenses são estreitados, a Good Hope III está a caminho do planeta comercial Kristan, distante 11 anos-luz. A comandante da nave é Fee Kellind, uma antiga agente do SLT. Fee estabelece o curso de aproximação da nave em várias etapas, de modo a dar aos seres de Kristan a impressão de que a Good Hope III viria da região central de DaGlausch. A missão de Fee está claramente delineada. A agente do SLT deverá travar contatos comerciais e trocar os localizadores ZZ-89, bem como os seus planos de construção, por uma fábrica totalmente automatizada, com a qual os terranos pretendem produzir bens vitais para Alashan. Para essa tarefa, Gia de Moleon tinha destacado apenas agentes experimentados do SLT – com uma exceção, Benjameen de Jacinta.

Benjameen encontra-se mais ou menos por acaso a bordo da Good Hope III, já que ele originalmente pretendia acompanhar Alaska Saedelaere. Porém, quando este recusou-se a ir a bordo e deixou Thorrim com uma nave virtual, Benjameen ficou sozinho na Good Hope III. Quando a Good Hope III alcança Kristan, os terranos obtém uma primeira impressão do mundo comercial do sistema Kromsoe. O planeta é um mundo quente de oxigênio com uma temperatura média diurna de 19 graus Celsius. À noite, as temperaturas caem para uma média de 12 graus. A gravidade na superfície chega a 1,12 g. A natureza do planeta é grosseira, apesar do clima ameno. Fortes tempestades varrem os seis continentes, dos quais apenas um situa-se na zona moderada. Esse continente é chamado de Babosa e é o único habitado.

Kristan é um lugar bastante movimentado. Em sua órbita circula constantemente um grande número de naves comerciais, que ficam à espera de instruções de pouso. Kristan foi colonizado originalmente por um grupo separado da raça dos companeiis, cujos descendentes hoje cuidam da administração do planeta comercial. O funcionamento dos sete espaçoportos disponíveis é controlado exclusivamente por companeiis, que se sustentam dessa maneira. O mercado também é regulamentado por leis rígidas. A KrisPol, uma organização policial dos companeiis, vigia os comerciantes e desfere duros golpes caso as leis existentes sejam violadas. Além dos companeiis, incontáveis representantes de outros povos também atuam em Kristan. O planeta leva com direito o nome de Caldeirão de Raças. As cidades de Kristan diferem muito pouco das de outros grandes mundos comerciais, e lembram ligeiramente Olimpo e Lepso em termos de estrutura e arquitetura.

Benjameen de Jacinta conta a Fee um estranho sonho no qual o jovem arcônida tinha visto pássaros semelhantes a corvos. Benjameen não consegue porém interpretar suas visões e não pensa mais nisso. Quando a Good Hope III pousa em Kristan após três dias de espera, os terranos recebem um pedido de socorro de um thorrimense. Quando Fee envia um grupo de agentes atrás do pedido de socorro, os terranos dão de cara pela primeira vez com um grupo de prolongides, que, a serviço de Guarant, o chefe de uma organização criminosa, tinha atacado a representação comercial dos thorrimenses depois que eles se recusaram a fornecer suas mercadorias a preço de custo. Quando Fee volta para a Good Hope III, a nave já está cercada por interessados em negócios. As notícias sobre as capacidades do localizador ZZ-89 já tinham se espalhado. Porém, logo se verifica que muitas das propostas não eram sérias ou os negociantes não dispunham dos recursos necessários para montar a fábrica automatizada. Uma demonstração pública do localizador ZZ-89, que deveria atrair compradores em potencial, acaba atraindo também elementos criminosos. Os terranos confrontam-se com os capangas de Guarant e são envolvidos nas disputas de diversos outros povos, que querem obter o localizador para si próprios.

Quando Guarant em pessoa visita os terranos, Fee reconhece-o quase imediatamente como o chefe da Guaranteka. Guarant apresenta-se como o último representante dos ketomis, um povo que foi exterminado durante um tremor da Caldeira. Pela forma do corpo, o ketomi lembra uma árvore de 80 centímetros de altura. Guarant carrega consigo um pequeno pássaro preto que parece empalhado, embora esteja vivo. Fee lembra-se das visões de Benjameen, que tinha visto pássaros desse tipo. Depois que Guarant propõe um negócio aos terranos e se despede, surge uma agitação a bordo da Good Hope III. Embora a nave esteja sob vigilância, os sensores de movimento disparam os alarmes repetidamente. Os registros automáticos mostram a imagem pouco nítida de um pequeno pássaro. O animal tinha penetrado facilmente nos campos de proteção e se movido através da nave. Apenas no escudo de alta sobrecarga, sob o qual estava guardado o localizador ZZ-89, é que o pássaro não tinha conseguido penetrar.

Quando os terranos se encontram com representantes do Consórcio Tampa, uma outra organização comercial de Kristan, eles descobrem tudo sobre a natureza do pássaro. Os lamuunis, como os pássaros são chamados, são teleportadores de nível, que podem se mover em diferentes níveis de energia. Apenas personalidades particularmente fortes conseguem manter um lamuuni junto de si. Guarant possui obviamente tal carisma e usa o lamuuni para seus propósitos. Os terranos finalmente encontram no Consórcio Tampa um parceiro confiável e fecham o negócio. Entretanto, mais uma vez os guerreiros da Guaranteka atacam e tentam alcançar à força o localizador ZZ-89. Durante o ataque, Benjameen de Jacinta vai parar entre os fronts e corre perigo de vida. A situação só consegue ser resolvida pela ação determinada dos terranos e a Good Hope III inicia seu vôo de volta a Alashan.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir