PR0065 – Um Sopro de Eternidade

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PRBR 0065

"Rhodan mergulha naquele oceano de tempo, onde os invisíveis tem seu reduto."

Título Original: Ein Hauch Ewigkeit

Autor: Clark Darlton

Tradutor: Richard Paul Neto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 30/11/1962

Publicação no Brasil: 1977

Época: 2041

Local da ação: Universo druuf

Personagens principais: Perry Rhodan, Reginald Bull, Erb, tenente Marcel Rous, Gucky, Ras Tschubai, Kruukh

Visão Geral

Resumo

Em 13 de janeiro de 2041, dez dias após o desaparecimento da equipe do tenente Rous em Tats-Tor, Perry Rhodan vai até o local para ver o que aconteceu. A gazela é recuperada sem ocupantes e o gerador de campo lenticular é encontrado destruído. No momento de uma segunda jornada, um novo gerador de campo mais aperfeiçoado é testado, mas sem qualquer efeito.

Em 16 de julho, Rhodan é contatado pelo doutor Erb, um físico. Dr. Erb compreende as razões para o fracasso do gerador de campo que não foi adaptado às condições reinantes após uma interferência. Um novo modelo é construído, e nomeou-se gerador de campo de curvatura. A DRUSUS parte para Tats-Tor e cria uma grande janela por onde penetra o cruzador lunar SAMBO que também tem um gerador gerador de campo de curvatura.

A tripulação da SAMBO resgata Marcel Rous e seus companheiros. Gucky confirma o que já tinham começado a suspeitar – que as lagartas são inocentes e não tem nenhuma relação com o verdadeiro inimigo, a quem, no entanto, se atribui o nome de druufs. O caminho de volta para o universo normal é bloqueado pela chegada de naves espaciais em forma de fuso, que, com o fogo concentrado, impedem o acesso ao anel de luz gerada pelo gerador de campo de curvatura da DRUSUS.

Gucky e Ras Tschubai se teleportam para bordo das naves dos druufs, mas estas só são ocupadas por robôs. No mundo petrificado, Rhodan e seus homens descobrem surpresos que estão lentamente se adaptando ao ritmo temporal do planeta. Tschubai descobre em uma nave druuf um gráfico da Terra, onde Atlântida é claramente visível. Gucky é capturado, mas consegue escapar.

No momento de um salto de teletransporte, ele encontra temporariamente Perry Rhodan na Terra, mas o Administrador Solar acha isso irrelevante. O rato-castor é puxado brutalmente deste ambiente e chega à SAMBO. Uma hipótese de que, ao atravessar a bolha de energia ao redor da nave dos druufs, Gucky também teletransportou-se através do tempo.

A SAMBO aproxima-se da nave principal dos druufs, usando o transmissor fictício contra as outras unidades. A nave hostil envia um emissário, Kruukh, mas este começa a controlar a tripulação usando seu controle mental sendo colocado fora de ação por André Noir. A nave principal dos druufs desaparece no instante que a SAMBO utiliza o transmissor fictício contra ela.

A SAMBO volta para o universo normal onde apenas dois minutos se passaram. Atlan acredita que o uso do transmissor fictício os trouxe de volta para o passado, contrariando o deslocamento temporal.

Alguns meses mais tarde, quando Perry Rhodan sai para caminhar em Terrânia, ele sente uma presença estranha e descobre no solo rastros inconfundíveis de Gucky.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.