PR0075 – O Universo Vermelho

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

PRBR 0075

"Rhodan penetra no Universo dos druufs... e ali é aprisionado..."

Título Original: Das rote Universum

Autor: K. H. Scheer

Tradutor: Richard Paul Neto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 08/02/1963

Publicação no Brasil: 1977

Época: 2043

Local da ação: Fera Cinzenta, Hades

Personagens principais: Atlan, Perry Rhodan, tenente-coronel Baldur Sikermann, Dr. Sköldson, Fellmer Lloyd

Visão Geral

Resumo

Esta é a quinta aventura de Atlan. Na Terra, Atlan observa a conclusão do novo supercouraçado KUBLAI KHAN, com 1.500 metros de diâmetro. O coronel Marcus Everson, que deve assumir o comando da espaçonave, diz a ele sobre os acontecimentos passados em Epan e sobre o reagrupador molecular Mataal. Os terranos sabem que uma zona de sobreposição druuf brevemente aparecerá na vizinhança do sistema Mirta e o Império Solar entra em estado de emergência. Essa é a nova e estabilizada zona de descarga, que teve seu início a cerca de 10.000 anos atrás. Perry Rhodan montou uma base de operações da Terra – em Fera Cinzenta, o sétimo mundo do sistema Mirta. A presença de Atlan é solicitada em Fera Cinzenta. Com desejos de vingança sobre as perdas que Árcon sofreu há 10.000 anos na luta contra os druufs, Atlan parte com a KUBLAI KHAN para o sistema Mirta.

A mais recente conquista dos homens da Terra era a réplica bem-sucedida dos misteriosos transmissores de matéria dos ferrônios e todas as grandes espaçonaves da Frota Solar estavam equipadas com, pelo menos, um destes dispositivos de transporte. Perry Rhodan agora deseja usar um desses transmissores no universo druufiniano a fim de ser capaz de agir sem ser visto por ninguém.

Detectando a fenda dimensional, o regente robotizado de Árcon envia uma frota de mais de 30 mil naves. Aproximadamente a 20 anos-luz de Mirta, eles começam a lutar uma dura batalha contra o adversário desconhecido. Rhodan faz suas primeiras medições do campo de batalha com o encouraçado veloz CALIFÓRNIA. O cruzador CALIFÓRNIA pertence a nova classe de cruzadores leves e extremamente rápidos, cuja blindagem e armas são muito restritas em função das suas unidades de propulsão de grandes dimensões e usinas de força.

O CALIFÓRNIA parte em direção da zona de descarga com um transmissor de matéria. Ela chega a partir de sua transição no meio de uma batalha turbulenta e os funis da zona de superposição já chegaram a aproximadamente um ano-luz de comprimento, a partir do qual as naves dos druufs podem ser vistas novamente. O CALIFÓRNIA passa através da frente de batalha e voa diretamente para o funil sendo descoberto por uma frota dos druufs que imediatamente abre fogo contra ele. Com uma curta transição, o CALIFÓRNIA foge da confusão e reaparece dois anos-luz a frente de um duplo sistema estelar com 62 planetas.

O décimo sexto planeta [mais tarde chamada de Druufon] deste sistema [mais tarde chamado de Siamed] está cercado por inúmeras espaçonaves dos druufs, permitindo a conclusão de que este é o mundo central dos druufs. Perry decide pousar no décimo terceiro planeta que é similar a Marte, que Atlan batiza de Hades. Assim que o choque da transição acontece, a construção da estação teletransmissora, com um alcance de transporte de 2 anos-luz, começa a ser feito no planeta Hades.

Rhodan, Atlan e Fellmer Lloyd estão dentro de um túnel quando a base é atacada. O CALIFÓRNIA foge sem os três homens, que ficam para trás em Hades. Lloyd sofre de uma doença intestinal – extremamente desagradável com o traje espacial fechado. Eles devem esperar até que o Califórnia esteja de novo em seu próprio universo e que o transmissor seja montado na DRUSUS. Uma nave dos druufs pousou pouco depois para examinar o local onde os estrangeiros haviam desembarcado. Sem nenhum resultado prático das buscas, no entanto, eles decolam novamente.

Três dias depois, a disenteria de Lloyd se agrava e as luzes do painel do teletransmissor se acendem. Rhodan, Atlan e Lloyd passam por algumas cavernas e saem em um lugar estranho. Uma atmosfera de cerca de 2G prevalece ali, no entanto, o ar parece ser respirável para eles. Um alívio para Lloyd! Eles foram rematerializados em Druufon e o transmissor dos druufs ficou na recepção cujo sinal de alguma forma é ligada à estação de Hades. Um dos druufs encontra-se com toda a equipe. A aparência dos druufs é finalmente revelada. Eles são criaturas enormes, descendentes presumivelmente de insetos com cerca de 3 metros de altura, com pernas colunares, uma cabeça esférica de 50 centímetros de diâmetro, uma boca triangular e quatro olhos. Eles paralisam-no e resolvem andar logo em seguida pelos corredores desta instalação aparentemente subterrânea e vão até a uma usina de força com vários reatores nucleares. Os druufs enviam seus robôs, que são recebidos com uma rajada do raio desintegrador. Logo, o caminho de volta também parece estar bloqueado para o transmissor e eles recebem uma mensagem por telepatia: “Perry Rhodan, estou arrependido de ter capturado você, vou te mandar de volta.” Enquanto os robôs ainda tentam cercá-los, Perry e seus companheiros chegam à estação transmissora dos druufs e são transportados novamente para a caverna em Hades. O painel teletransmissor começa a piscar em código Morse a palavra DRUSUS.

40 horas depois, a DRUSUS desembarcou em Fera Cinzenta. Lloyd é tratado e a conexão do atraso da chegada da nave é explicada por Bull: 50.000 naves arcônidas e saltadoras formaram uma frente impenetrável de modo que a DRUSUS não conseguiria entrar no funil. No entanto, isso é passado, e neste momento não há mais lutas ocorrendo em frente ao local de descarga. Mas uma questão permanece aberta: Quem é a criatura estranha e misteriosa à qual devem o seu retorno para nosso universo?

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.