PR1401 – Senhor dos Escombros

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c1401

"Encontro com os caçadores de QI  no cemitério de espaçonaves"

Ciclo: Os Cantaros (21º)

Título Original: Herr der Trümmer

Autor: Arndt Ellmer

Tradutor: Delgado

Revisor: Projeto Traduções: Marcos Roberto Inácio Silva

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Conversão da capa brasileira: José Antonio

Publicação na Alemanha: 28/06/1988

Publicação no Brasil: Maio/2014

Época: Março de 1143 NCG (4730 D.C)

Personagens principais: Gundula Jamar, Norman Speck, Gulliver Smog, Harold Nyman, Nadja Hemata, Tyly Chyunz, Dor-Haran, R-Letzter.

Curiosidades: O tubo Hamiller  Segredo da positrônica principal da BASE. Contém o cérebro do brilhante cientista terrano Payne Hamiller. Foi instalado no ano 2 NCG, mas só foi ativado no ano 424 NCG. É completamente autossuficiente e funcional, e possui poderosos geradores de energia. Tem acesso a todos os elementos funcionais da nave gigante.

Visão Geral

Resumo

Vinda do mundo Chattu em Hangay, a formação Tarkan chegou em 18 de Março de 1143 NCG ao setor PORTA-X, a localização da BASE e ponto de encontro de todas as expedições que partiram para Hangay.

Mas o ponto é encontrado vazio. Nem a BASE ou alguma outra nave dos galácticos esperaram por 695 anos pelos repatriados, nem ao menos deixaram alguma boia espacial. Perry Rhodan e os dirigentes da formação decidem fazer uma busca num raio de 500 anos-luz em torno do local atual.

Durante a busca a CASSIOPEIA, sob o comando de Gundula Jamar, localiza na borda do campo de pesquisa a ser procurado, um trimaram kartanin vindo da direção de Hangay. O curso da nave extrapola o campo de busca dos galácticos e vai dar no espaço vazio. Um contato é tentado, mas não dá resultado, há um estranho comportamento da tripulação. O kartanin a bordo demonstra medo e foge. A Comandante Jamar ordena a perseguição por um jato espacial.

Depois de um curto período de tempo, Norman Speck, Gulliver Smog, Harold Nyman, Nadja Hemata e o blue Tyly Chyunz a bordo do jato espacial CASSI-2, perseguem os fugitivos da nave kartanin. A busca leva a um gigantesco campo de destroços onde o trimaran desaparece. A avaliação dos dados de posição é de mais de 100.000 objetos diferentes. Todos os destroços e restos de naves espaciais, de vários modelos, bem como componentes e segmentos que parecem intactos, tudo misturado nos escombros.

A tripulação da CASSI-2 decide que Tyly Chyunz deve permanece a bordo para manter contato por rádio, enquanto os outros membros da tripulação formam duas duplas e deixar o jato espacial em seus SERUNs para examinar os destroços de perto. Norman Speck e Gulliver Smog penetram em uma nave destruída e são atacados por um robô. Eles podem deter o ataque e destruir o robô. Eles têm a impressão de que era um modelo terrano, mas os restos do robô estão muito destruídos para encontrarem provas da sua suposição. Harold Nyman e Nadja Hemata descobrem em sua pesquisa que os destroços no campo de escombros têm diferentes idades. O intervalo é de cerca de 600 anos para outros quase novos. Eles notam isso e que todas as naves ou peças que não apresentam vestígios de destruição, possuem em sua composição material semelhante ao aço terrano modificado inquelônio-terconite. As equipes de busca voltam ao jato espacial para compartilhar seus resultados.

Eles encontram a nave kartanin novamente e a seguem discretamente. O kartanin aproxima-se de uma estrutura fortaleza que consiste de um anel de destroços e um objeto de cerca de quinhentos metros escondido entre os destroços. Os galácticos localizam dois objetos de metal que se movem entre as ruínas, e veem como o trimaran faz sair pequenas embarcações. Em seguida, o objeto no centro desperta para a vida, luzes de posição se acendem, e giraram noventa graus em torno. Os dois objetos metálicos mostram-se robôs que atacam o trimaran. Eles danificam o campo defensivo do kartanin. Os felídeos perdem sua cobertura quando manobram através dos destroços e retiram-se do centro da fortaleza sob fogo. A nave fica seriamente danificada. Três dúzias de kartanin em trajes de proteção saem da nave e embarcam no objeto central.

Para os galácticos é uma certeza de que há tecnologia terrana envolvida no jogo, porque o objeto estranho abriu fogo com canhões conversores. Eles decidem penetrar também no centro do objeto. Dentro eles são novamente atacados, desta vez por robôs inequivocamente terranos, que eles conseguem deter. No caminho para o centro do objeto, eles encontram kartanins. Há uma luta em que outros robôs interveem. Os galácticos estão presos entre as duas frentes e cortam seu caminho através de uma parede do corredor para escapar. Eles vão dar em uma sala, sem dúvida terrana, e são interpelados pelo comunicador interno. Um robô que se denomina como R-Último fala em nome do chamado governante desconhecido, e apela para os galácticos removerem seus capacetes e se identificarem. Os galácticos tentam se comunicar com o robô, mas depois decidem partir num ataque por fora do caminho e avançar ainda mais em sentido a central de comando. Eles encontram um kartanin ferido, e ao prestar os primeiros socorros ouvem o felídeo.

O kartanin se chama Dor-Haran e é comandante da MAASHEL. Ele é um caçador licenciado de escravos e comerciante do assim denominado Império Sashoy. Eles são chamados de caçadores-QI. QIs são denominados por Dor-Haran como humanoides cuja língua é o intercosmo, especialmente terranos e hauris, que são estimados como escravos por causa de sua grande inteligência. Os outros povos de Hangay, antigamente denominados de comunidade Kansahariyya, se desintegrou, e os kartanin estão fragmentados em vários reinos sucessores. Os kartanins vieram ao campo de destroços porque eles suspeitaram que houvesse QIs escondidos aqui. Esta referência Dor-Haran havia obtido no mundo extremo de Bugaklis, um de seus campos de caça.

Harold Nyman estabelece contato com R-Último usando os códigos da frota vigentes no ano 447 NCG, e revela ser um membro da associação Tarkan. R-Último demonstra ser um robô de combate do tipo TKR GLADIADOR e solicita uma melhor identificação. Considerando que R-Último permanece teimoso, Norman Speck atira no robô. Isso desencadeia uma sequência de impulsos codificados e ativa seu mecanismo de autodestruição. Então, o chamado soberano, se anuncia e aceita os terranos.

O soberano é na verdade o tubo Hamiller. No entanto, a positrônica parece estar corrompida. Agora fica claro que os módulos não danificados na confusão caótica de escombros é a BASE em estado de descentralização; ela está dividida em seus 100.000 itens. No entanto, quase todas as naves estacionadas na BASE se foram.

Perry Rhodan e o resto da Associação são notificados sobre a incrível descoberta e chegam pouco depois ao campo de destroços. O confuso Hamiller nomeia Harold Nyman como o novo comandante da BASE, com a ordem, de remontar a nave. O tubo Hamiller é removido e levado para a CIMARRON. O gravemente ferido Dor-Haran é levado para a HARMONIE sob custódia de Dao-Lin-H’ay, onde morre pouco depois, mas antes ele compartilha com Dao-Lin-H’ay as coordenadas de Bugaklis. Concedeu-se uma retirada livre aos caçadores de escravos, que foram capazes de reparar seu trimaran.

A liderança da associação decide seguir a referência para o mundo escravo Bugaklis, porque o planeta tem um nome que soa familiar ao de Sandra Bougeaklis, a antiga vice-comandante da BASE.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.