Nanoferas - Genealogia

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A nova genealogia das bestas-feras.

Nano3Nanoferas

Os nanoferas vêm dos chamados microbestas e macrobestas e são um povo de cientistas, pesquisadores e especialistas unissexuais. Seu planeta natal é Arazi.

Aparência
Os nanoferas têm 15 centímetros, cerca de um quilograma, cérebro programador e estômago conversor.

Fisiologia

Processamento de informação

Nanoferas têm dois cérebros, separados por uma fina camada compacta estrutural de garras de laboraten: a parte superior, o cérebro ordinário, é como um cérebro normal e cuida das funções do corpo e emoções. A parte inferior, apesar de menor é um cérebro planejador e funciona como um computador orgânico com o desempenho de um cérebro positrônico. Ele permite que os nanoferas façam cálculos complexos com rapidez e precisão e possam tirar conclusões absolutamente lógicas.

Normalmente ambos os cérebros operam sincronizadamente, mas é também possível ao nanofera dissociar os dois cérebros. Como resultado, assim como halutenses, nanoferas praticamente não podem ser influenciadas espiritualmente, porque mesmo com manipulação do cérebro ordinário o cérebro planejador pode assumir o controle do corpo e pode resolver logicamente o problema.

Lavagem Forçada

Após estudar a macrobesta, regenerador psicogênico, história dos halutenses e lemurenses, os criadores dos nanoferas garantiram que os mesmos fossem mais combativos. Através do controle molecular das garras de laboraten os nanoferas têm a capacidade de entrar em Lavagem Forçada de modo automático. Basta um simples pensamento e a sua estrutura corporal muda os hormônios para o modo agressivo.

Nesse estado os nanoferas permanecem conscientes e não perdem o raciocínio, mantendo-se inteligentes e focados no objetivo.

Transformação Estrutural e Metabolismo

Devido ao constante controle molecular para terem as melhorias que as microferas não têm, eles não têm a estrutura de células secundárias, mais conhecida como conversão celular.

Com aplicação de genética de adaptação ambiental ao estilo Oxtorne os nanoferas são tão resistentes como oxtornenses com a vantagem de manter a velocidade normal o tempo todo. Porém, só conseguiam se manter no vácuo por 20 minutos, o tempo máximo em podiam prender a respiração. Como não tinham o corpo preparado para a conversão estrutural, elas eram albinos e só ficavam com a pele negra quando estavam grávidos ao invés de verde como os halutenses.

Seu sistema digestivo, também conta com um estômago conversor que pode extrair e converter as substâncias necessárias ao metabolismo a partir de qualquer material digerido. Do mesmo modo, as toxinas são neutralizados. Os nanoferas são verdadeiros gourmets, apesar do estômago conversor, apreciam e saboreiam todos e quaisquer sabores.

Os nanoferas não foram forçados a servir, desde o início, foram tratadas como iguais pelos presos temporais e foram colocadas a par de todas a história galáctica. Não se sabe se devido a isso, ou aos regeneradores psicogênicos, eles são tão ou mais afetuosas que um halutense. O famoso Icho Tolot é cultuado como um deus por elas. Têm um profundo senso de cortesia. Ao que parece, característica de todos os seres pequenos, porque os galácticos presos no campo temporal só tinham visto tal comportamento de forma tão acentuada nos pequeninos swoons ou mesmo siganeses.

Ascendência

nanoascendencia

Principais nanoferas conhecidos:

  • Synor Roex e família;
  • Zodur Synthnon e família;
  • Akrys Lashras e família;
  • Machm Tharlain e família;
  • Ankai Poxtron e família;
  • Avorg Zac e família.

Imprimir Email

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.