PRNeo0038 - O Celista

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c-neo38

Temporada: O Grande Império

Título Original: Der Celista

Autor: Michelle Stern

Tradutor: Dirceu Alvir Rudnick

Revisor: Projeto Traduções: Marcel Vilela de Lima e Marcos Roberto Inácio Silva

Artista da capa alemã: Dirk Schulz / Horst Gotta

Publicação na Alemanha: 1/03/2013

Publicação no Brasil: 10/2015

Época: 26 de Fevereiro de 2037

Local da ação: KE-MATLON, IMH-TEKER

Personagens principais: Perry Rhodan, Chabalh, Belinkhar, Crest da Zoltral, Atlan da Gonozal, Talamon

Curiosidades:

Visão Geral

Resumo

Em 26 de fevereiro do ano 2037, Perry Rhodan, com Atlan da Gonozal, Crest da Zoltral e dois terranos adicionais, parte para o Casulo KE-MATLON e de lá para o mundo médico Isinglass XIV. A meta atual deles é Árcon, onde eles têm que remover as coordenadas da Terra do Arquivo Epetran ou então destruir o arquivo completamente, antes que caia nas mãos do Regente. A Matriarca Belinkhar lhe deu uma identidade falsa e uma passagem na nave cilíndrica mehandor IMH-TEKER.

Rhodan tem um encontro com Belinkhar em um bar do Casulo. Ele é uma testemunha de como a matriarca se torna vítima de um assassinato. Ela organizou sua própria morte, porém apenas como encenação porque seu clã está sendo colocado sob grande pressão devido à necessidade de cooperação com o grande império. Com outra matriarca, a KE-MATLON será novamente independente.

Rhodan, Atlan e Crest fazem a checagem de passageiros na IMH-TEKER e conhecem o comandante Talamon. Os dois terranos não identificados viajam no departamento de sono profundo. Rhodan se encontra a, aparentemente ressuscitada dos mortos, Belinkhar que se disfarça e embarca sob a identidade de outra mehandor. Eles compartilham uma cabine dupla.

Crest gostaria de fazer amizade com Atlan, porém, este se mostra reservado. Quando Crest pergunta pela razão, Atlan o repreende, ele teria durante seu voo para Árcon, abusado dos terranos e retido informações importantes. Atlan acha tal comportamento irresponsável. Rhodan descobre que no grande império dos arcônidas o último Imperador abdicou há 111 anos. Durante a subsequente tomada de poder do Regente, ele prometeu vários benefícios para os muitos seres do império, porém, eles ficaram desapontados.

Em KE-MATLON um celista, um dos inumeráveis espiões e caçadores de recompensa do Regente, torna-se ciente de Crest, Atlan e Rhodan. Ele envia uma mensagem de rádio para a sua central de comando e entra a bordo na identidade de Gintekh, um tripulante. Ele se lembra dos treze traidores que ele já liquidou durante a sua carreira. Seu primeiro alvo e invadir o computador de bordo para pegar os dados individuais dos suspeitos e trocar os seus próprios dados individuais para os membros da tripulação.

Talamon suspeita que há um celista a bordo. Como comandante de nave mercante, ele normalmente concorda ou tolera a presença de atividades de celistas a bordo, porém Talamon tinha formado uma aliança com Belinkhar. Ele quer a apoiar em sua intenção de agir contra o Regente. Ele toma medidas para proteger a positrônica, e fornecer ao celista uma armadilha.

Durante o voo subluz um pequeno e rápido objeto voando é localizado. A mão direita de Talamon, o volatense E’lnatiner’U, chamado por Talamon apenas de Elnatiner. Este é um ser absolutamente sem graça com exótico modo de pensar e protesta quando Talamon que salvar o objeto. No entanto Talamon acolhe a cápsula de resgate especial, chamada de Haldor-Kartirlon. Cada nave mehandor tem um Haldor-Kartirlon a bordo. Raramente, porém constantemente um passageiro desenvolve intolerância espontânea a transição, sendo que não sobreviveria a outra transição. Nestes casos, são colocados numa pequena cápsula de resgate, ricamente ornamentada, que o impulsionará até o próximo planeta com a velocidade da luz, em que o passageiro chegará vivo milênios depois.

A cápsula hospeda um purrer semi-inteligente, que se assemelha a um gato predatório preto da espécie da pantera. Purrers são tradicionalmente usados como guarda-costas. Há rumores de que eles seriam dotados de dons telepáticos. Chabalh, o purrer, acredita reconhecer Rhodan e pula nele. Ele é paralisado. Depois da administração de um antídoto, ele se tranquiliza e ostenta que Geleregh da Izarol o fechou na cápsula. A pesquisa nos dados mostra que da Izarol viveu há 2.000 anos.

Chabalh é premiado com o status de passageiro por Talamon e é permitido ao mesmo, debaixo de protestos indignados dos arcônidas, mover-se livremente a bordo. Mais tarde, durante um exame da cápsula, se descobre que ela é de um modelo que só é usado há 500 anos como cápsula de salvamento. Chabalh mentiu por conseguinte.

O celista tenta atrair Rhodan para o departamento de sono profundo e o matar. Rhodan e Crest, que ele identificou, estão na lista de morte do Regente. Talamon descobre uma tentativa de manipulação da positrônica e pode descobrir o celista. Talamon executa uma transição imediata, na esperança de que a sua impressão de que Rhodan seja excelentemente tolerante aos choques de transição seja verdade. De fato, Rhodan é mais rápido que o celista em se restabelecer e o ataca. Quando ele está ameaçado de ser dominado, Chabalh vem em seu socorro. Chabalh chama Rhodan de “Senhor.” Talamon e Belinkhar por fim podem prender o celista. Atlan e Crest defendem que o celista seja morto, porém eles depois concordam com a proposta de Rhodan, de que o espião seja colocado na cápsula de salvamento.

Crest e Atlan comparam os dois ativadores celulares em sua cabine. O modelo de Crest é maior, o de Atlan, no entanto, é claramente usado, desgastado e chamuscado. Crest mede o fluxo de impulsos acelerados do ativador de Atlan. Quando ele fala para Atlan que ele também adquiriu seu ativador de AQUILO, este responde: “AQUILO não me deu nenhum ativador.”

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir