PR0459 - O Planeta-Arquivo

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PR459

“Por trás de portas de aço espera o saber – espreita a morte.”

Título Original: Der Archivplanet

Autor: Hans Kneifel

Tradutor: Ayres Carlos de Sousa

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 05/06/1970

Publicação no Brasil: 1989

Época: Novembro de 3437

Local da ação: Gruelfin, planeta Molakesch

Personagens principais: Kalabasch, Perry Rhodan, Atlan, Ybsanow, Ovaron, Joaquim Manoel Cascal, Misyen

Visão Geral

Resumo

Os terranos podem ver como o planeta TCR se torna um sol. Todas a naves auxiliares são introduzidas, e a MARCO POLO foge para o espaço livre. Os takerers tentam bloquear o caminho da nave terrana, mas a MARCO POLO consegue escapar para o espaço linear. Pouco antes de entrar para o espaço linear, a central de rádio recebe uma ligação de rádio na frequência da frota takerer. Uma espaçonave dos moritatores registra e transmite as coordenadas para um ponto de encontro perto do sol Morita.

Após a MARCO POLO escapar dos seus perseguidores, ela se aproxima com cuidado do gigante azul. Ela entra em contato com a nave dos moritatores NORRO. O comandante, Kalabasch, propõe a voar para o planeta arquivo dos moritatores para testar a autenticidade do ganjo. Ovaron concorda em voar para o planeta arquivo Molakesch e fazer lá o teste.

Uma equipe com Perry Rhodan, Ovaron, Gucky, Paladino, Icho Tolot e Joaquim Manoel Cascal voa com uma nave auxiliar para Molakesch, a MARCO POLO permanece na área e assume a retaguarda com a frota auxiliar, com Atlan como comandante.

Duas tarefas dominam a missão de desembarque dos terranos: a temida invasão da Via Láctea e a confirmação de Ovaron como o ganjo. A CMP-1 e a NORRO pousam em Tuo Fryden, a capital de Molakesch e a localização do arquivo dos moritatores.

Os terranos e Ovaron são recebidos pelo Patriarca Ybsanow, que é bastante amigável, mas com moderação. Também Ybsanow acredita que Ovaron é uma farsa. Ele chama a atenção dos visitantes de que uma equipe de cinquenta takerers que reside no planeta. Os takerers exercem funções de controle, mas não tem interferido nos assuntos dos moritatores por milênios.

O arquivo dos moritatores é uma espiral, que foi construído em 50 voltas desde o chão. O piso do arquivo é uma paisagem artificial, com árvores, montanhas e um riacho. O diâmetro da espiral é acima de cerca de 10 km, no chão por cerca de 6 km. A base está localizada a cerca de dois quilômetros de profundidade. A partir da espiral há inúmeras salas onde os arquivos estão localizados. Infelizmente, é apenas uma ordem fugaz que sempre guarda surpresas.

O primeiro encontro entre os visitantes e os takerers, sob o comando de Misyen, ocorre em um ambiente hostil no arquivo. Já as primeiras salas mostram que as instalações de armazenamento são gigantescas. No final do primeiro dia nos arquivos, torna-se evidente que não existe qualquer ordem, não se sabe exatamente quando a memória foi instalada e que dados foram manipulados.

No fim do segundo dia, fica claro que os dados do arquivo foram profundamente manipulados. Os terranos estão convencidos de que os takerers manipularam os dados, e provavelmente já há milhares de anos. A razão para a manipulação permanece em aberto.

No terceiro dia, o primeiro incidente grave acontece. Uma sala de arquivo torna-se uma armadilha, quando os terranos pesquisam ao redor por lá. A sala se enche de gás, os terranos têm que se atirar na saída para chegar ao ar livre. Ali, uma máquina de limpeza a partir do topo para o fundo chega perto deles. A máquina é tão ampla como a espiral do arquivo. Os terranos vão para o parapeito, equilibrando-se sobre a máquina. Em seguida, são acusados pelos takerers de danificar as instalações e de terem usado armas.

Os terranos intensificam o rastreamento do arquivo. Os terranos filmam os takerers com suas manipulações e podem provar desse modo que o arquivo é manipulado. Os moritatores ficam chocados, mas não se pode levá-los a intervir. Eles querem acreditar que tudo está em ordem. Uma vez que nem eles, nem os terranos sabem a razão para as mudanças, as evidências para tais manipulações são difíceis de serem fornecidas.

Em seguida, mais ataques acontecem e os terranos entram novamente em espaços que foram transformadas em armadilhas. Também um arquivo antigo que poderia identificar Ovaron explode. Os terranos escapam por pouco da armadilha. Desta vez, os takerers voltam e tentam matar os terranos e, especialmente matar Ovaron. Porque o arquivo correspondente foi destruído, Ybsanow chama pelo comunicador dakkar um iniciado. Só um iniciado pode identificar Ovaron com segurança como o ganjo ou o expor como uma fraude.

A ligação de rádio é interceptada pelos takerers em Molakesch... Os takerers tentam com gravações e comparações denunciar Ovaron como um impostor, mas Ybsanow permanece evasivo. Está jogando com o tempo e espera pelo iniciado. Somente quando Gucky leva Ybsanow e ele vê a manipulação dos takerers com seus próprios olhos, ele se volta totalmente para o lado dos terranos.

Os takerers falham em outro ataque e fogem. Sob a nave auxiliar dos terranos é encontrada uma bomba atômica que pode ser apropriadamente inutilizada em tempo. Permanece a suspeita de que nem todos os takerers fugiram.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.