PR0468 - O Telecineta

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PR468

“Ele vive no mundo das flores cantantes – a cidade é sua amiga e protetora.”

Título Original: Der Telekinet

Autor: Clark Darlton

Tradutor: Richard Paul Bisneto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 07/08/1970

Publicação no Brasil: 1989

Época: Janeiro de 3438

Local da ação: Eastside, Planeta Techma

Personagens principais: Julian Tifflor, Balton Wyt, Munkunk, Milli, capitão Brasing Erpus, Herb Stotz, dr. Canter, Barren Genter, Rog Fantas, Grandell

Visão Geral

Resumo

Na sede da Segurança Solar, na Terra, a ligação de rádio de Balton Wyt causa uma grande celeuma. A palavra-chave noite de dezembro está de fato já há muito tempo fora de uso, mas ainda é válida. Durante meio ano Reginald Bull tem conduzido os negócios do governo, desde que a expedição da MARCO POLO com Perry Rhodan, o Administrador-Geral do império solar, está viajando.

Junto com Galbraith Deighton, Julian Tifflor e outros especialistas é discutido o assunto. Os termos pedogoniômetro e invasão, bem como a avaliação de NATHAN tornam a situação séria. Julian Tifflor parte com uma frota para o aglomerado de estrelas EX-2830 para verificar as coisas.

Balton Wyt continua a viver na cidade. Ele não tem certeza se a chamada de emergência chegou no lugar certo. O pedogoniômetro agora foi concluído pelos takeres. Com o seu parassentido, Balton Wyt é capaz de detectar a chegada de takeres no pedogoniômetro.

De vez enquanto Wyt olha ao redor para verificar o pedogoniômetro. Nem a cidade nem os takeres o impedem em suas excursões. No entanto, essas viagens também não trazem quase nenhum novo conhecimento para o terrano. Além do pedogoniômetro takerer há os prédios e hangares construídos. Há agora um grande número de pequenas espaçonaves, que estão alojadas nos hangares.

As espaçonaves são destinadas ao takeres que ainda chegarão através do pedogoniômetro para conquistar através da assunção de terranos em posições de liderança na galáxia.

A cidade e os takerer se comportaram até agora de forma neutra. Os takeres sabem que a cidade foi construída pelos ganjásicos. Eles esperam mudar a sua programação e poderem a usar para seus propósitos.

Em uma de suas viagens, Balton Wyt é convidado para uma reunião com o comandante do pedogoniômetro. O comandante passa a Wyt um ultimato dos takeres. A cidade deve submeter-se, ou os takeres irão atacar. Até agora, a cidade tem preservado a sua neutralidade. Agora, a situação se agrava. A cidade rejeita o ultimato dos takeres. Ela explica a Wyt que vai se defender de qualquer ataque, e que essa resistência vai destruir o planeta Techma em última análise.

Neste momento, a frota terrana se reúne com Julian Tifflor em EX-2830. Tifflor deixa as espaçonaves em torno do da estrela do sistema de Techma sob a proteção contra localização próxima ao sol. Um space-jet com uma equipe da Segurança Solar voa a Techma para verificar a situação.

O space-jet pode passar despercebida e pousar nas proximidades dos takeres e, portanto, também perto da cidade. A equipe observa uma espaçonave de reabastecimento dos takeres com a sua forma característica de ovo. Além disso, puderam medir razoavelmente pulsos hexadimensionais de um propulsor de longa distância. Só na manhã seguinte, eles descobrem a cidade.

Mais uma vez Balton Wyt quer falar com os takeres para avisá-los de que não é ele, mas a cidade, que é tão intransigente. Os takeres deixam claro, porém, que eles não estão mais interessados em conversas, enviando um robô contra Balton Wyt. Ao mesmo tempo, com os robôs de longo alcance, torres de energia disparam sobre o terrano. Wyt se retira, mesmo as chamadas de rádio são ignorados pelo takeres, eles continuam a perseguição.

No caminho de volta Brasing Erpus, o comandante da equipe de exploração, anuncia-se via rádio a Wyt. O terrano está esperando por ele no escudo de energia da cidade. Erpus atira de dois planadores takeres, o resto desiste da perseguição.

Para provar que os terranos e a cidade estão no mesmo lado, o chefe da Segurança Solar, Galbraith Deighton, deu aos exploradores provas extensas. Erpus espera que as evidências sejam suficientes como um bilhete de entrada para a cidade.

A positrônica da cidade reconhece os visitantes como amigos e aliados após um breve, mas intenso, exame dos dados e concede-lhes o direito de residir na cidade.

Os terranos conseguem uma ligação de rádio com a frota e equipam-se no seu space-jet. Eles querem se aventurar num ataque ao pedogoniômetro, já que a cidade devido a sua programação não pode agir diretamente contra os takeres.

À noite, a equipe avança contra o pedogoniômetro com seus campos defletores. Parece que o localizador dos takeres pode ser enganado, os terranos estão progredindo bem. Em seguida, Erpus descobre que um localizador infravermelho está direcionado a eles. Eles partem imediatamente e só conseguem escapar da armadilha com dificuldades. Eles se salvam na cidade.

Ao amanhecer, os takeres iniciam as hostilidades contra a cidade. Atirando com todas as armas disponíveis. A cidade se sente ameaçada e, finalmente, desencadeia a ação de retaliação. A execução será atrasada para permitir que os terranos escapem.

A equipe de operações escapa através de uma comporta subplanetária e com eles, Balton Wyt. O caos energético do ataque se sobrepõe as radiações de seus trajes espaciais. No espaço, eles informam ao comandante da frota Julian Tifflor que a cidade vai detonar uma bomba sextadim. O planeta Techma queima, e com ela a cidade leva os takeres e o pedogoniômetro. Balton Wyt voa com a frota de volta para a Terra, que ele não vê há mais de 300 anos.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.