PR1407 - O Eremita de Satrang

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

c1407

"O pedido de socorro de um moribundo leva Gucky a fazer uma terrível descoberta"

Ciclo: Os Cantaros (21º)

Título Original: Der Eremit von Satrang

Autor: Clark Darlton

Tradutor: Marcel Vilela de Lima

Revisor: Projeto Traduções: Marcos Roberto Inácio Silva

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Conversão da capa brasileira: José Antonio

Publicação na Alemanha: 09/08/1988

Publicação no Brasil: Agosto/2014

Época: Maio de 1143 NCG (4730 d.C)

Personagens principais: Gucky, Perry Rhodan, Ras Tschubai, Schorsch, Bixby, O Eremita.

Curiosidades:

Numa “brincadeira” do autor, há o personagem Schorsch que é comum, especialmente no sul da Alemanha, Suíça Alemã e partes da Áustria. É a forma vernácula do nome George.

Visão Geral

Resumo

Gucky reage imediatamente e sem a devida autorização. Uma vez que a CIMARRON alcançou a órbita ao redor Satrang, ele se teletransporta para a superfície. Quando a formação Tarkan está voando no sistema do sol Helos, de repente, um grito de socorro quebra a rotina de bordo. Não é o automático, que por horas repete em todos os idiomas comuns do Grupo Local, o chamando do eremita de Satrang, que os levou até ali.

O que se apresenta não era nenhuma gravação: "Eles me roubaram, eu só posso viver apenas algumas horas. O que vai acontecer agora?" Embora, após um comando imediato de Perry Rhodan, a frota tenha bloqueado o sistema Helos, uma única nave fantasma, vagamente reconhecível, pode deixar o sistema em alta velocidade.

O rato-castor rematerializa no continente austral. Seu alvo provisório é uma extensa área de assentamento. Gucky teletransporta em saltos curtos através da área do parque, que de alguma forma lhe faz lembrar-se de um sanatório. Ele tem uma imagem de paz. Gurrados, hauris e kartanins sentam juntos e conversam amigavelmente. Entretanto ele não vê habitantes dos povos da Via Láctea. Quando ele ouve telepaticamente os pensamentos dos estranhos, ele tem a impressão de que as criaturas são meio loucas.

Perry Rhodan e Ras Tschubai, que seguem o ilt, entram em um sistema de registro para os pacientes recém-chegados. Lá eles são atendidos por uma kartanin relativamente normal e são atribuídos a um quarto. Sobre um eremita, ela não sabe nada. Levando em consideração que todo o complexo hospitalar é operado por pessoas meio alteradas, a loucura é muito bem organizada.

Gucky passou a noite no planeta. Ele foi capaz de falar com muitos seres que estão ali para o tratamento, mas nenhum parecia saber pessoalmente sobre o Eremita, ou mesmo saber onde ele se encontrava. Por pura sorte, ele entra em um centro de computação. Quando ele começa a vasculhar os dados, Gucky reconhece em uma imagem da Via Láctea, através de uma casca esférica transparente como a Barreira de Loucura é marcada, envolvendo toda a galáxia. Ele descobre a planta do sanatório, detecta fortes de defesa no terreno e uma estação de hiper-rádio ao lado do prédio de geração de energia para todo o complexo. Ele decide continuar sua busca pelo transmissor.

No caminho para a central de rádio, Gucky encontra no meio do caminho um gurrado convalescente, que um terrano louco tinha batizado de Schorsch. O ilt pode convencer Schorsch de que o Eremita está em grave perigo e precisa de ajuda. Em companhia do gurrado, Gucky penetra na estação de rádio. Ela foi seriamente danificada pelo ataque da nave fantasma e, no interior, especialmente o hiper-rádio está inutilizável.

O bom Schorsch conhece o terminal, a partir da qual se pode entrar em contato com o Eremita. Schorsch entra com o código de acesso, e tela ganha vida. A imagem de um rosto envelhecido, mumificado aparece na tela. Sem dúvida, um terrano. Seus lábios se abrem para um coaxar: “Você, Gucky...?”

O reconhecimento atingiu o rato-castor como um raio. O Eremita é um terrano e portador de ativador celular, e teve seu ativador roubado. Ele não responde a pergunta do ilt, sobre quem ele é, mas o velho terrano relata que, impulsionado pelo medo de que suas realizações técnicas e conhecimentos sobre a natureza da barreira que cerca a Via Láctea caiam em mãos erradas, acionou o sistema de autodestruição para as instalações técnicas e laboratórios. Os galácticos devem procurar por Roi e Tek.

Como Ras Tschubai e Perry Rhodan aparecem na estação de rádio, Gucky pede a eles para continuar com Schorsch e sai para procurar o esconderijo do Eremita. Com a ajuda de Schorsch os dois terranos vasculham a memória de dados e aprendem sobre a Operação Noé, por meio da qual, uma centena de galácticos conseguiu escapar da cada vez mais isolada Via Láctea. Em Satrang, montaram uma base para a luta de libertação e, posteriormente, começaram a tratar as muitas vítimas entre os astronautas que entraram em contato com a Barreira. Existem tropas, a partir de muitos astronautas curados, que são treinadas em um continente diferente do planeta.

Gucky segue os impulsos de pensamentos indistintos e já enfraquecidos do moribundo, a sudeste das montanhas. Ele penetra num bunker subterrâneo, onde há os traços de um ataque recente, mais profundamente, por oficinas mecânicas e laboratórios, ele rastreia o sempre fraco sinal de vida. Determinado, Gucky entra em uma sala de estar. Na cama está o moribundo. Gucky tira o seu ativador celular e o coloca sobre o peito do velho homem. Mas é tarde demais, Geoffry Abel Waringer morre.

Os três da CIMARRON têm apenas três horas antes que ocorra a autodestruição, como revelado por Waringer na última gravação. Os novos donos da Via Láctea o haviam atacado e roubado seu ativador celular. Waringer estava trabalhando em um dispositivo, com o qual ele poderia penetrar com segurança na Barreira, que nomeou como Barreira de Cronopulsos. Tudo foi perdido agora.

Gucky se compromete a guardar os restos mortais de Waringer. Em seguida, passa a gestão do sanatório aos pacientes saudáveis, em grande parte, recuperados. Sobre os campos de treinamento dos combatentes da resistência, que devem estar localizadas em algum lugar do planeta em si, eles resolvem lidar com isso mais tarde.

***

Geoffry Waringer Abel foi enterrado em uma cerimônia comovente no espaço sideral. A urna com suas cinzas orbitará o sol Helos até o fim dos tempos.

"Os leitores vão lamentar mais uma vítima, que a ira dos autores destruiu. Geoffry Abel Waringer, que se autodenominou de Eremita de Satrang, foi assassinado covardemente pelo (ainda) desconhecido governante da Via Láctea, que roubou seu ativador celular, que ele usava por direito fazia muito tempo. Que suas obras sempre nos façam nos lembrarmos dele." (Computer – PR1407)

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Você não tem permissão para comentar. Faça seu login no site ou se registre, caso não tenha um login no site.

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.