Perry Rhodan Neo

Perry Rhodan Neo é o título da nova série de romance em formato de livro de bolso do universo Perry Rhodan. Como seu subtítulo diz: “O futuro recomeça.”

Até 04 de agosto de 2011, o projeto também foi conhecido pelo codinome “Projeto segredo-X.” O primeiro volume foi lançado na Alemanha em 30 de setembro de 2011.

A série é um reboot da série principal. Ela começa com uma reinterpretação do primeiro livro de Perry Rhodan.

Enquanto a série principal iniciou-se pelos acontecimentos geopolíticos do mundo real e ficou sem metade do século 20, iniciando sua ação em um futuro próximo, Perry Rhodan Neo, inicia sua ação 50 anos depois do mundo real, no século 21, e também começa em um futuro próximo.

Perry Rhodan voa para a lua não em 1971, mas em 2036. A ação, assim, toma um curso alternativo, devido à alteração da posição inicial. Os motivos clássicos da série também são deslocados para um futuro próximo e interpretado em conformidade. Há a introdução de novos personagens e personagens conhecidos são mostrados sob uma nova luz.

A série não é fiel canônica em relação à série clássica. Segundo o testemunho de Klaus N. Frick, responsável pelo conteúdo editorial de toda a série Perry Rhodan, na quinta Weltcon 2011 em Mannheim, não há sobreposição ou referências entre as séries, como há na série Atlan. Perry Rhodan e Perry Rhodan Neo têm, cada uma, seu formato cósmico único. Desde 09 de janeiro de 2014 Perry Rhodan Neo tem o seu próprio web site. (http://perry-rhodan-neo.net/)

A série está em formato de livro de bolso e sai também como e-book e áudio livro. O Exposé-autor e também autor do primeiro volume é Frank Borsch. As capas são Dirk Schulz e Horst Gotta. Elke Rohwer assume a edição da série.

Cada livro de bolso é completo em si mesmo. Juntos, os romances contam uma história contínua, definida no futuro próximo do ano 2036. A série é dividida em temporadas (ciclos), com as três primeiras temporadas cada uma compreendendo oito livros de bolso, da quarta temporada em diante, este número passou para doze livros.

Em 30 de setembro de 2011 foi lançado “Visão Terrânia”, o primeiro romance da nova série Rhodan NEO. A série é publicada duas vezes por mês e foi planejado inicialmente para ter apenas oito livros de bolso, mas com o obvio sucesso foi então continuada desde então sem interrupção.

As temporadas (ciclos) inicialmente não tinha um nome próprio. Em novembro de 2012, os editores fizeram uma votação, em que os leitores puderam fazer sugestões para os nomes. A decisão veio em meados de dezembro de 2012. Posteriormente, os nomes foram fixados para as quatro primeiras temporadas.

No Brasil a série começou a ser lançada em janeiro de 2013, com periodicidade de um volume por mês e a partir do lançamento de setembro de 2014 (pré-lançamento em jun/14) tem três volumes lançados a cada 2 meses.

Como funciona Perry Rhodan NEO?

c neo21Desde 1961, a série PERRY RHODAN é escrita de uma maneira que se mostrou eficaz: os episódios são escritos por uma equipe que conta atualmente com onze autores, chefiada por um coordenador. Nas conferências dos autores, os rumos da ação são definidos em termos gerais.

O mesmo se aplica à série PERRY RHODAN NEO: um coordenador concebe o enredo de cada episódio, que então é escrito pelo respectivo autor. Com isso, são evitadas contradições e, portanto, o universo de PERRY RHODAN NEO permanece uniforme.

A diferença fundamental é que Frank Borsch, como coordenador, participa antecipadamente de negociações muito intensas com os escritores: por telefone ou “a quatro olhos”, que hoje em dia, graças ao Skype, é mais viável do que no passado. Nessas conversas preliminares, os dois autores desenvolvem juntos as ideias do coordenador para o episódio. As propostas do autor são aceitas e incorporadas sempre que possível e o coordenador revisa a sinopse.

Quando o autor termina seu episódio, ele o envia primeiro para Frank Borsch. Este verifica se há coerência quanto à substância e os dois discutem intensamente o texto.

Somente quando Borsch está satisfeito, o manuscrito vai para a editora. O manuscrito é revisado por Helmut Ehls, que, na condição de freelancer, trabalha novamente os detalhes de linguagem e conteúdo — só então o manuscrito é considerado acabado.

Em outras etapas da produção, o arquivo com o manuscrito é enviado para o departamento de reprodução da editora, isto é, o manuscrito é convertido para o padrão a ser seguido na impressão. Este, por sua vez, é encaminhado para as impressoras que finalmente concluem o trabalho.

Como surgiu PERRY RHODAN NEO?

c neo001As discussões iniciais sobre um possível reinício da série PERRY RHODAN foram feitas pelo autor Frank Borsch e o editor Klaus N. Frick já no início de 2000. Ambos amam quadrinhos norte-americanos e Frank Borsch tinha traduzido anteriormente algumas destas séries — assim, era natural que eles fossem inspirados pelos colegas norte-americanos. Por exemplo, séries como “Batman” ou “Homem-Aranha” sempre eram recomeçadas, com o intuito de atualizar a série e torná-la mais atraente, por exemplo, para uma adaptação cinematográfica.

Para a série PERRY RHODAN, uma ruptura radical com o passado naturalmente estava fora de questão: a série semanal ainda é um grande sucesso, tem dezenas de milhares de leitores, e não faria sentido simplesmente interromper esta história ficcional do futuro da Humanidade. No entanto, na redação se discutiu várias vezes como reiniciar a série PERRY RHODAN.

Com o quinquagésimo aniversário da série se aproximando, um possível novo começo estava perto. Em muitas discussões na editora, foi estabelecido um direcionamento geral enquanto Frank Borsch começava a elaborar o conteúdo. O autor, que já tinha mostrado em sua trilogia “Terra Alienígena” o quão bem sabia lidar com o “futuro próximo” levantou as questões fundamentais: como seria a Terra no futuro próximo, entre 2036 e 2037? Alguns desenvolvimentos atuais continuariam progredindo como até agora? Surgiriam conflitos e catástrofes naturais e o mundo ainda seria abalado por crises financeiras e terrorismo?

Deste modo, Frank Borsch extrapolou as estruturas existentes na Terra, tanto de natureza social quanto política, e refletiu como tudo isso poderia se desenvolver em um quarto de século. Como os humanos se comportariam em um período de crise e com uma nova guerra iminente, caso um humano se encontrasse com um alienígena?
Este homem era e é o astronauta Perry Rhodan, que também está no centro da ação em PERRY RHODAN NEO. O Rhodan da série NEO é mais do que um “teamplayer”, um homem do futuro próximo, que joga a responsabilidade para os ombros dos outros e, por exemplo, se comporta de forma muito pouco convencional quando se trata da imortalidade.

Durante o ano de 2010 surgiram inúmeras sinopses e, na primavera de 2011, os primeiros autores começaram seu trabalho. Dirk Schulz desenvolveu o projeto da arte de capa e a editora decidiu empregar até mesmo a publicidade televisiva para a nova série. Em paralelo, os parceiros na área de audiobooks e de e-books opinaram sobre a nova série. Todos trabalharam em conjunto em direção a uma data: 30 de setembro de 2011.

Paralelamente à Perry Rhodan-WeltCon 2011, que foi visitada por cerca de 2.700 pessoas no Centro de Congressos Rosengarten em Mannheim, foi publicado o primeiro episódio de PERRY RHODAN NEO. A resposta da imprensa foi enorme e os fãs de Rhodan no evento ficaram emocionados.

E uma nova série de ficção científica começou sua própria história de sucesso...

Como vai continuar PERRY RHODAN NEO?

Até agora PERRY RHODAN NEO seguiu em linhas gerais os temas da série “original”. Apesar de povos como os fantans ou os mehandors serem descritos de maneira diversa dos episódios clássicos dos anos 60, o enredo básico foi semelhante. No quinquagésimo volume, a série NEO se afasta ainda mais do original; nesse livro foram apresentadas algumas indicações muito claras disso.

Se mostra muito mais sobre quem é Perry Rhodan, um homem comum que viveu uma infância relativamente normal. Mas também vimos, sobretudo, que poderes alienígenas tentaram continuamente influenciar o menino.

A misteriosa Luta, que já foi mencionada várias vezes em PERRY RHODAN NEO, tem algo a ver com Rhodan; já em sua infância, poderes até então desconhecidos aumentam sua influência sobre a Terra. No curso dos próximos episódios, tanto Perry Rhodan quanto o leitor vão saber mais sobre a Luta...

PRNeo0071 - O Mundo da Guerra

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

c neo71

Título Original: Die Kriegswelt

Autor: Christian Montillon

Tradutor: Marcel Vilela de Lima

Artista da capa alemã: Dirk Schulz / Horst Gotta

Publicação na Alemanha: 20/12/2013

Publicação no Brasil: março de 2017

Época: 9 e 10 de agosto de 2037

Local da ação: Iprasa, Palácio de Cristal em Árcon I, Árcon III.

Personagens principais: Atlan da Gonozal, o Regente, Pertia ter Galen, Perry Rhodan, Sergh da Teffron, Enban da Mortur.

Curiosidades:

Visão Geral

Resumo

Tinnal Nyem, um dos primeiros arcônidas não nobres a ter o sentido extra ativado, está se aproximando da Iprasa. Ele foi chamado para se apresentar no Instituto Faehrl. Só que dois anos antes do esperado. Por ser o portador P11 das coordenadas da Terra do Arquivo Epetran, ele foi chamado por Jeethar. O naat penetrou na positrônica do Instituto e, em nome de Perry Rhodan, chamou os portadores para Iprasa. Lá, os dados explosivos devem ser retirados pelos taa, os guardiões do arquivo de Epetran, para que Sergh da Teffron não obtenha as coordenadas corretas da Terra. Mal pousa, ele é detido e paralisado por supostos soldados da nave de guerra RANIR’TAN. Ele se recobra nas cavernas dos taa. Lá, a rainha dos insetoides falsifica as coordenadas da Terra na cabeça de Tinnal. Mas, por ter despertado cedo demais, ele ouve as explicações de Rhodan e enxerga uma oportunidade para se livrar de sua depressão, que o afeta desde a morte violenta de sua esposa. Rhodan, feliz por ter salvado a Terra, pois o último portador desapareceu em algum lugar, é trazido de volta à terra por Atlan. Infelizmente, este informa que da Teffron conseguiu fugir durante os combates. E levando consigo Enban da Mortur, justamente o referido P12. Perry Rhodan rapidamente recupera a compostura. Ele decide ir para Árcon I para, com a ajuda de Reginald Bull, Ishy Matsu, Belinkhar e Talamon, tirar da Mortur da Mão do Regente. Ele faz uma ligação com o palácio nas sombras de da Teffron e oferece um acordo. O que sabe sobre o Mundo da Vida Eterna em troca dos recursos da Mão. Uma ligação na hora certa. Para fazer isso, Rhodan tem que ir até da Teffron, algo que o excita. Perry Rhodan, um dos seus inimigos, na sua mão.

Imprimir Email

PRNeo0072 - O Legado de Epetran

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

c neo72

Título Original: Epetrans Vermächtnis

Autor: Robert Corvus / Oliver Plaschka

Tradutor: Marcos Roberto

Artista da capa alemã: Dirk Schulz / Horst Gotta

Publicação na Alemanha: 03/01/2014

Publicação no Brasil: abril de 2017

Época: cerca de 4000 aC; agosto de 2037

Local da ação: Iprasa, Árcon I, Mundo Elísio (Novo Vagabundo)

Personagens principais: Perry Rhodan, o Regente, Isira, Epetran da Ragnaari, Separei.

Curiosidades:

Visão Geral

Resumo

Perry Rhodan no mundo Elísio

Perry Rhodan consegue se salvar no cilindro azul-cobalto, que leva o Regente para sua peregrinação ao Mundo Elísio. Lá, ele primeiro é examinado detidamente pela ilt Isira. Ela também tem habilidades telecinéticas e de teleportação, como o ilt Gucky, que Rhodan já conhece. Acontece que ela também é clandestina no cilindro. Como a nave é para apenas um passageiro, o imperador, ela tenta se livrar dos dois intrusos. Mas eles conseguem ficar atrás do campo defensivo energético da nave. O que Rhodan vê, e o subjuga, é um meio mundo muito parecido com Peregrino, o Mundo da Vida Eterna, como um gêmeo.

Imprimir Email

PRNeo0073 - O Mundo Elísio

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

c neo73

Título Original: Die Elysische Welt

Autor: Oliver Plaschka e Robert Corvus

Tradutor: Marcel Vilela de Lima

Revisor: José Antonio Cosenza e Marcos Roberto Inácio Silva

Artista da capa alemã: Dirk Schulz / Horst Gotta

Publicação na Alemanha: 04/07/2014

Publicação no Brasil: 09/2015

Época: cerca 4000 aC., agosto de 2037

Local da ação: Mundo Elísio

 

Resumo

Perry Rhodan no Mundo Elísio

Pouco antes de começar a campanha dos ilts, aparece a teleportadora Isira, uma ilt, que conheceu pessoalmente Pathis I. Ela devolve para Rhodan o hololivro sobre os doze heróis. Ele deve entregá-lo para Separei, o guardião da Cidade das Máquinas. Esta é a última chance para evitar um grande problema. Então irrompe o ataque. Com um plano bem elaborado, parte o exército bipartido dos ilts. Uma parte ataca as instalações e armazéns ocultos do guardião situados no setor hemisférico do planeta, enquanto a outra segue por teleportação para o planalto escarpado onde fica a brilhante Cidade das Máquinas de AQUILO.

Imprimir Email

PRNeo0074 - Entre os Mundos

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

c neo74

Título Original: Zwischen den Welten

Autor: Rüdiger Schäfer

Tradutor: Dirceu Alvir Rudnick

Revisor: Marcel Vilela de Lima e Marcos Roberto Inácio Silva

Artista da capa alemã: Dirk Schulz / Horst Gotta

Publicação na Alemanha: 18/07/2014

Publicação no Brasil: 10/2015

Época: agosto de 2037

Local da ação: Árcon I, espaço vazio entre Thantur-Lok e Debara Hamtar

Resumo

Atlan da Gonozal, ao lado de Novaal, chefe da insurgência, está conversando com a frota rebelde sobre Árcon III, indeciso sobre como reagir aos recentes acontecimentos. Surpreendentemente, o Regente retornou do Mundo Elísio no cilindro azul-cobalto, um dia antes do previsto. Um sinal para os arcônidas de que um novo imperador foi coroado. Atlan ainda acredita que Pertia ter Galen manterá o acordo que ele e a mascant fizeram. Novaal, por outro lado, está inquieto. A resistência arcônida em Naat faz cada vez mais vítimas. Só com muita dificuldade ele impede que seus impacientes compatriotas se vinguem dos arcônidas capturados. Atlan o incita a tentar de tudo, mas ele mesmo está tendo dificuldades com o reekha. Este vê em perigo as conquistas e quer atacar o Mundo de Cristal. Pertia ter Galen e Ihin da Achran também anteveem o final do levante e aconselham uma fuga. Atlan se recusa, pois ainda tem dois trunfos na mão. Theta foi abandonada em Naat por Sergh da Teffron e o provavelmente manipulado ativador celular, que agora voltou para a Mão do Regente. A antiga amante de da Teffron deve ser levada ao Imperador, ao qual ela pode informar sobre as maquinações e as ambições de seu antigo mestre, desviando a atenção do imperador em relação aos insurgentes. O efeito do ativador celular, por outro lado, parece altamente incerto, como todo o plano. As duas poderosas mulheres relutam em concordar.

Imprimir Email

PRNeo0075 - Uma Nova Terra

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

c neo75

Título Original: Eine neue Erde

Autor: Frank Borsch

Tradutor: Marcel Vilela de Lima

Revisor: José Antonio Cosenza e Marcos Roberto Inácio Silva

Artista da capa alemã: Dirk Schulz / Horst Gotta

Publicação na Alemanha: 1/08/2014

Publicação no Brasil: 10/2015

Época: 16 a 19 de novembro de 2037

Local da ação: Terra

Resumo

A expectativa de rever o planeta Terra é grande em Perry Rhodan e Reginald Bull, após meses de viagem de retorno do sistema Árcon. Mas, quando o cruzador pesado RANIR’TAN se rematerializa no espaço normal próximo à Terra, a tripulação sob o comando de Shaneka tem uma surpresa desagradável. Eles são recebidos por naves de guerra do Grande Império. Apesar de todos os esforços para apagar as coordenadas da Terra do Arquivo Epetran, o Império conhece sua localização. Como se conhece a identificação da RANIR’TAN, eles são vistos como traidores, só lhes restando a fuga. Antes de realizar uma transição de emergência, Perry e Reg abandonam a espaçonave com a ajuda de Tai’Targ. Eles pousam no Sri Lanka e depois vão para Terrânia. O campo furtivo do an’etisk é superior à tecnologia de localização arcônida e permite que os três façam a viagem sem serem reconhecidos. A partir das redes de dados terrestres, os dois descobrem que a Terra é, desde 31 de agosto de 2037, um Protetorado de Tai Ark’Tussan. A imperatriz Emthon V nomeou como Zelador o istrahirano Satrak. Chetzkel, reekha da 312ª Patrulha Avançada de Fronteira, concedeu salvo-conduto, para uma retirada desarmada, aos habitantes de Terrânia. Exceto pelos naats, Toreead entre eles, e alguns terranos membros da resistência, todos deixaram a capital da Terra. Os combates que se seguiram arrasaram a cidade. Nenhum dos naats sobreviveu. Os únicos edifícios intactos são a Torre Stardust, o Palácio do Zelador, ainda em construção, e a prisão de trânsito número 1. De repente, Perry é atormentada por uma dor intensa. Em função disso, por um momento, ele vê seu amigo Eric Manoli através dos olhos de Perry Rhodan, seu clone ou seu eu que viajou no tempo. O local fica perto de onde ele está, em um campo de refugiados.

Imprimir Email

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.