Microblog do Perryverso

  • Home

Perry Rhodan - O reator instantâneo

perryfig2Para Perry Rhodan na Série Perry Rhodan Neo clique aqui.

Perry Rhodan (nascido em 08 de junho de 1936, em Manchester, Connecticut) é um terrano. Primeiro homem a pisar na Lua. Com a ajuda dos arcônidas e sua superior tecnologia, ele une a Humanidade e a leva para as estrelas.

No século XVI NCG, ele é o Representante Especial do Galacticum para a Rede Polyport. Antes, durante muito tempo, ele foi o Administrador-Geral do Império Solar e, depois, o Residente Terrano.

Aparência

Ele é alto, magro e esbelto. Os olhos são cinza-azulados e o cabelo, castanho-claro. Desde o dia em que sua irmã Deborah morreu, ocasião em que ele foi ferido, possui uma pequena cicatriz na narina direita, que muitas vezes fica descolorida, quase branca, quando se entusiasma, e que ele às vezes esfrega distraído.

Sósias

As seguintes pessoas foram duplos ou imitadores de Perry Rhodan:

  • Thomas Cardif, filho de Rhodan e imitador consumado;
  • Tynor Ferkun: sósia a bordo da MARCO POLO;
  • Perry Rhodan II: imagem espelhada no Universo Paralelo;
  • Andro-Rhodan: o cérebro androide que ocupou o corpo de Rhodan durante a Odisseia Cerebral;
  • Rhodan-Ro: um robô que fez o papel do Administrador-Geral após a morte de Andro-Rhodan;
  • Heiko Anrath: sósia contratado pelo Império Solar;
  • Uma das Máscaras do robô Vario 500 (PR 1498);
  • Rhotan Barry: um criminoso anti (PR-TB 200);
  • Viccor Bughassidow: sósia para enganar Leza Vlyoth.

Imprimir Email

Reginald Bull - O reator de uso imediato

bullPara Reginald Bull na Série Perry Rhodan Neo clique aqui

Reginald Bull nasceu em 14 de maio de 1938 em Queens/New York. Conhecido por seus amigos como Bully, pousou em 1971, junto com Perry Rhodan e sua tripulação partiu no foguete STARDUST para a Lua em 1971. Foi um dos primeiros homens na Lua. No século XIV NCG] é um dos três terranos mais velhos ainda vivos graças a um ativador celular.

Importância para a série

Reginald Bull é indispensável na séria. Inicialmente concebido como amigo e companheiro de Rhodan, ele é realmente o segundo líder da Humanidade; apesar de chamar menos a atenção do que Rhodan, ele é insubstituível, pois é quem realmente cuida da Administração, junto com Homer G. Adams. Sua esposa Fran Imith brinca com ele, chamando-o de 'estúpido reator de uso imediato', em clara analogia com o 'reator instantâneo' atribuído a Rhodan. Seu sobrenome foi alterado nos poucos livros da edição americana para Bell e também saiu desta forma na antiga edição da Ediouro. Por questões de compatibilidade editorial, foi mantido desta forma na edição da SSPG. O Projeto Traduções adotou o nome original para também usar seu apelido (Bully) frequentement usado por seus amigos.

Aparência

Bull é atarracado, pois possui 76 kg e 1,68 metro de altura, mas também é ágil e resistente. Ele possui rosto largo e sardento e olhos azuis-claros. Rhodan e Gucky às vezes o chamam de 'gorducho'. O cabelo ruivo é cortado à escovinha, para combinar com a ligeira calvície; nunca houve outro penteado conhecido. A bochecha esquerda é decorada com uma cicatriz mal curada, enquanto outra cicatriz corre na testa, desde a sobrancelha esquerda até o couro cabeludo.

Como resultado de uma aposta perdida para Gucky, durante o ano de 3587 ele usou, temporariamente, um bigode (PR 955).

Imprimir Email

Atlan da Gonozal - O Solitário do Tempo

capa resumo2Para Atlan na Série Perry Rhodan Neo clique aqui.

O Príncipe de Cristal Atlan da Gonozal (nascido em 9 de outubro de 8045 aC (Atlan Extra1) é provavelmente o mais velho arcônida vivo. Há muitos milhares de anos ele é um companheiro confiável da Humanidade e um dos amigos mais próximos de Perry Rhodan. Seu nome de nascimento é Mascaren da Gonozal (Atlan100Atlan4, já lançado pelo Projeto Traduções).

Origem

Ele é filho de Mascudar da Gonozal, ou Gonozal VII, o 207º Imperador de Tai Ark'Tussan (Atlan100/Atlan4) e da Imperatriz Yagthara Agh'Hay-Boor (Atlan179).

O nome de nascimento dele foi, conforme o desejo de seu pai, Mascaren da Gonozal, mas sua mãe o chamou secretamente de 'Atlan'. O nome vem de Tran-Atlan, um dos Doze Heróis das sagas arcônidas e lemurenses (Atlan 100/Atlan4).

Aparência

Ele tem 1,87 metro de altura (PR Lexikon I). Ele sabe usar adequadamente seu corpo atlético e bem treinado (PR 50), movendo-se de forma bastante suave (PR 245). Diz-se que tem uma presença carismática (PR 1868).

O cabelo loiro-branco é comprido, seguindo a típica maneira arcônida, até um pouco acima dos ombros (PR 50). Em contraste, as íris dos olhos não são intensamente vermelhas, como nos demais arcônidas (PR 88).

Nota: A descrição da cor do cabelo não é uniforme, variando bastante: branco neve (PR 187), branco prateado (PR 205), branco albino (PR 259), grisalho (PR 360).

Sua pele bronzeada também não é típica dos arcônidas (PR 360). Seu rosto afilado, de feições impressionantes (PR 94), é marcado por uma cicatriz de espada na bochecha esquerda, uma lembrança de seu passado movimentado (PR 179).

Sua voz é profunda e ressonante; seus comentários são, em contrapartida, muitas vezes tomados como comandos, mordazes, críticos, duros e rigorosos (PR 107).

Durante sua longa peregrinação na Terra ele foi repetidamente obrigado a engolir seu ativador celular, para impedir que fosse tomado por algum estranho (PR 54). Posteriormente, ele tinha de ser retirado por meio de operações realizadas com os meios primitivos disponíveis para a medicina da época; como resultado, sua parede abdominal é desfigurada por cicatrizes. Ele sempre rejeitou qualquer cirurgia estética reparadora, mesmo durante seu tempo como imperador de Árcon.

Imprimir Email

Gucky - O Salvador do Universo

guckyPara Gucky na Série Perry Rhodan Neo clique aqui

Gucky é um ilt originário do planeta Vagabundo. Seu nome original é Plofre.

Aparência

Gucky tem pouco mais de um metro de altura e se assemelha, como todos os ilts, a um enorme castor com a cabeça de um rato e um grande dente incisivo; daí o termo comumente utilizado para os ilts: ‘rato-castor’. Gucky tem pele sedosa, rabo de castor e um não negligenciável excesso de peso, resultando frequentemente em um andar gingado.

Gucky faz mistério em relação ao tempo de vida dos ilts e, principalmente, em relação à sua idade. No entanto, em 1983 ele declarou que nasceu em 1833. O tempo de vida normal de um rato-castor é de cerca de 600 anos.

guckyCaracterização

Gucky é brincalhão, possui alto-astral e é bem-humorado, aspectos de seu caráter particularmente acentuados nos primeiros séculos de vida. Neste tempo, ele ocasionalmente faz o papel de ‘bobo da corte’, apoiado por Rhodan e todos os outros. Gucky também aprecia particularmente ser coçado na nuca.

O externamente tão engraçado e brincalhão ilt se tornou mais sábio e amadurecido com a idade, mas faz de tudo para se esconder por trás de suas piadas. Embora também cometa alguns erros, ele é um lutador indispensável e repetidamente salva a vida ou resgata de apuros, em ações às vezes temerárias, os líderes dos terranos.

Imprimir Email

Michael Reginald Rhodan - Roi Danton, o Rei dos Livre Mercadores

Roi1Roi Danton, na verdade Michael Reginald Rhodan, é filho de Perry Rhodan e Mory Rhodan Abro. Ele e sua irmã gêmea, Suzan Betty Rhodan-Waringer, nasceram em 16 de agosto de 2405 em Terrânia. Ele é oito minutos mais jovem que sua irmã gêmea. Ele recebeu um ativador celular em 3460, com a idade biológica de 58 anos.

Aparência

O afilhado de Reginald Bull tem 1,89 m de altura e é atlético. De sua mãe herdou o cabelo loiro avermelhado. Seus olhos são azuis-escuros.

Caracterização

Michael Rhodan é uma criança e adolescente rebelde e obstinado. Como criança, é educado pelo 'tio Bully'; mais tarde, Atlan será seu professor. O pai, apesar de amoroso, é uma figura ausente. Devido a isso se revolta cedo, pois sabe que não poderá suceder ao pai e nem sair da sua poderosa sombra. Ele também sempre duvida de sua capacidade de satisfazer as expectativas do pai, e sempre se sente injustamente protegido, especialmente durante os estudos, apesar de realmente ser muito mais capacitado do que os demais. Esta insegurança o leva a se tornar um solitário e a criar o alterego de Roi Danton.

Como rei dos livres-mercadores, Michael Rhodan tenta esconder sua identidade e seu verdadeiro caráter por trás da máscara ensaiada e exagerada de um excêntrico almofadinha francês do século XVIII. Esta é a maneira escolhida para se esconder definitivamente de Perry Rhodan e de construir algo totalmente novo e privado. Ele se identifica tanto com este papel ao longo do tempo que ele quase se torna uma segunda natureza.

Depois de ser 'desmascarado' ele retoma sua identidade, mas de forma mais sisuda e tranquila. Suas experiências como Torric, o escravo de Shabazza, causam severos danos na personalidade de Michael Rhodan. Ele sofre durante muito tempo de nervosismo, falta de concentração e incerteza, tornando-se dificilmente confiável. Somente após seu ingresso na Nova USO as deficiências mentais diminuem gradualmente.

Michael Rhodan é mentalmente estabilizado.

Imprimir Email

Icho Tolot - Tolotos o amigo da Humanidade!

tolot10Icho Tolot é um cientista halutense que se tornou um dos mais fiéis amigos da Humanidade. Com cerca de 58.700 anos – contando os 55 mil anos por parte do laço temporal no ciclo Lemúria – ele é o mais antigo dos halutenses vivos.

Aparência

Ele é um halutense típico. Seus cerca de 3,50 metros de altura e quase duas toneladas de peso em condições terrestres impressionam quase qualquer adversário.

Caracterização

Tolot é aventureiro, honesto, sincero e amoroso e, como todos os halutenses, preza sua independência. Depois de estudar brevemente a Humanidade, cresce seu entusiasmo por ela. Quando ele – hermafrodita como todos os halutenses – desenvolve uma espécie de instinto maternal pelos terranos, que considera como seus ‘filhos’, ele se torna fiel a eles. Ele tem um relacionamento especialmente íntimo com Gucky.

Ao longo de sua vida ele produz um filho, que é morto a logo após seu nascimento em fev/3581. Por meio de uma manipulação de sua memória em 1290 NCG, Jii'Nevever faz Icho Tolot esquecer essa criança. Mas o contato com o elemento da escuridão em outubro de 1347 NCG faz voltar a memória.

Os amigos de um halutense recebem o sufixo os em seus nomes. Assim, Icho Tolot chama Perry Rhodan, de quem ele se considera amigo, de Rhodanos. Este, por sua vez, chama-o de Tolotos.

Nota: Aparentemente o enorme instinto maternal de Tolot pelos terranos muda fundamentalmente o caráter de Tolot. Ao contrário da bem conhecida solidão dos halutenses, Icho Tolot se mantém quase sempre junto dos terranos.

Imprimir Email

AQUILO - a superinteligência dominante do Grupo Local

AQUILO-4AQUILO, o Imortal de Peregrino ou o Velho de Peregrino, é a superinteligência dominante do Grupo Local. A Via Láctea é o centro de sua esfera de influência.

Âncora no universo padrão

 âncora de AQUILO no universo padrão é o mundo artificial Peregrino (antes Ambur) e, durante vários séculos, também o meio mundo Éden II. Durante a ascensão de Tai Ark'Tussan, a Domo de Neblina em Zhygor também é um ponto de contato entre os imperadores e a superinteligência. Pelo menos quatro imperadores recebem duchas celulares neste local.

Peregrino não existe realmente. É apenas uma projeção feita a partir de energia psíquica. O mundo artificial também é um reflexo da personalidade de AQUILO. Toda a matéria de Peregrino está sujeita ao controle mental de AQUILO. A Cidade das Máquinas foi criada apenas por capricho, não sendo realmente necessária.

AQUILO, por vezes, mostra-se como um velho de barba branca, parecido com seu cronista Delorian Rhodan. Durante a crise causada pelo impulso de agonia, ele se mostra como uma espiral brilhante. Nos tempos da Coalizão Thoregon, ele se apresenta como um unicórnio, provavelmente para expressar sua esperança em um futuro melhor.

Concentração de poder

Não se conhece quais galáxias realmente pertencem à sua concentração de poder.

Antes de sua divisão em AQUILO e TALIN (em 1463 NCG), sua concentração de poder compreendia todas as galáxias do Grupo Local e as Terras Distantes, formadas por galáxias ligadas à Rede Polyport: Anthuresta, Kaskallen e Schelv. O Grupo Local e as Terras Distantes são conectados por uma Ponte Eiris.

Outras áreas afetadas pela superinteligência:

  • Universo dos acalauries: provavelmente um microcosmo localizado entre a Via Láctea e Andrômeda;

  • Arresum: na área de interesse dos ayindi e do Abruse;

  • Mistério: planeta natal dos ennox, localizado a 10,5 milhos de anos-luz da Via Láctea, fora do Grupo Local;

  • A galáxia dupla DaGlausch / Salmenghest: AQUILO colocou vários colonos arcônidas e humanos nestas galáxias, bem como a estação espacial secreta onde Lotho Keraete viveu em animação suspensa por 2.300 anos, sendo preparado para ser um mensageiro de AQUILO.

Imprimir Email

Ribald Corello - O Supermutante

CorelloartRibald Corello nasce no dia 5 de setembro de 2909. Ele é um '‘supermutante’' e combina as paracapacidades de telepatia, leitura de emoções, hipnossugestão, supercarregamento individual, telepsimasia e geração quintadim.

Aparência

O tamanho do corpo de Ribald Corello é de 1,29 metro, grande parte do qual é representado ao seu enorme crânio calvo com um diâmetro de 51 cm, enquanto os membros e o tronco têm as dimensões aproximadas das de uma criança de dois anos de idade. O rosto do tamanho da palma da mão ocupa apenas uma parte da cabeça, sendo dominado pelos dois olhos com cerca de oito centímetros de diâmetro (íris verde), enquanto a boca, o nariz e as orelhas também possuem as dimensões das de uma criança.

Como os músculos do pescoço são muito fracos para sustentarem sozinhos seu crânio gigante, na parte de trás de seu traje há uma extensão retrátil que serve de encosto para a cabeça e que usa dez garras para manter a cabeça em pé. O ativador celular fica preso a dois ilhoses incrustados na placa de peito do traje.

Ele geralmente usa um traje dourado dotado de respiração ativa, feito de IPEV-Psikolon, um material produzido em Trakarat que amplia até 9,7 vezes as suas paracapacidades, tendo a aparência de um macacão de recém-nascido.

Corelloart2Caracterização

Apesar das manipulações que sofreu, já como embrião (visando criar uma arma contra o Império Solar), nunca esteve sujeito ao controle por parte de aras e antis.

Seu caráter é moldado por exacerbado complexo de Édipo. Ele é irascível, egoísta, dominador e cruel.

Após sua '‘cura’' dos bloqueios introduzidos, Corello se torna um auxiliar importante da Humanidade.

Ele tem extremo cuidado com seu débil corpo.

Imprimir Email

Julian Tifflor – O Homem de Milhões de Anos

julian1Para Julian Tifflor na Série Perry Rhodan Neo clique aqui.

Julian “Tiff” Tifflor é um dos confidentes mais próximos de Perry Rhodan. Durante sua jornada de milhões de anos através da Lança do Tempo, Tifflor se tornou, além de Delorian Rhodan, o terrano de vida mais longa. Esta circunstância lhe deu o apelido de Homem de Milhões de Anos ou Peregrino de Milhões de Anos.

Aparência

Ele se parece extremamente com Perry Rhodan, apenas um pouco mais jovem, pois seu processo de envelhecimento foi detido pela ducha celular com a idade biológica de 35 anos. Devido ao ativador celular, Tifflor é relativamente imortal. Tifflor tem 1,83 metro de altura, é magro, tem olhos e cabelos castanhos.

Caracterização

Julian Tifflor é considerado quieto e reservado. Quando era jovem, ansiava muito em seguir para as estrelas.

Imprimir Email

Ativadores Celulares

INTRODUÇÃO

ativador1Ativadores Celulares (ACs), ou mais corretamente ativadores de vibrações celulares, permitem a renovação e a regeneração celular, sendo amplamente conhecidos como uma 'fonte de energia vital'. Para o dispositivo de 7 cm (Rudyn 1) possivelmente também tenha sido utilizado o nome 'gerador de ativação celular' (PR 253).

Operação:

A radiação emitida pelos ACs é formada por dezenas de tipos de emissões, que são, em parte, extremamente difíceis de serem copiadas. Algumas delas atingem o que se pode chamar de 'alma', bem como a impressão mental e holística de uma personalidade. Na época do Império Solar, centenas de tentativas foram feitas para desvendar estas radiações e produzir os próprios ACs, mas todas fracassaram (Atlan423).

Imprimir Email

RAS TSCHUBAI - Nave portadora terrana classe SUPERNOVA

Ras nave1

A RAS TSCHUBAI é uma nave portadora terrana. Foi construída no século 16 NCG em grande parte com fundos privados e supera outras naves de distâncias intergalácticas tradicionais tais como a MARCO POLO e a SOL.

A nave foi nomeada com o nome do lendário mutante terrano, Ras Tschubai. Sua construção e tecnologias foram financiadas por um fundo privado e foi construída e equipada com base em planos originais da LTL. Ela está registrada na frota da LTL com um protótipo de nave portadora da classe SUPERNOVA. Seu identificador oficial na LTL é S.N.C. 0/1-1-10 RAS TSCHUBAI. Apesar da atribuição de uma identificação na LTL, a nave não faz parte das frotas da LTL e também não está sob a responsabilidade das lideranças da LTL. Em vez disso, um comitê separado destinou-se a criar um plano de implantação da RAS TSCHUBAI, que pertencia a particulares como Viccor Bughassidow. A este órgão só é permitido usar a nave para missões em beneficio da Humanidade. (PR 2729, PR 2750)

Do lado de fora, a RAS TSCHUBAI apresenta-se como uma nave esférica com 3.000 m de diâmetro, cujo casco brilha num ynkalkrit azul (material “terrano-blue”) de uma maneira única. Isto é explicado devido ao uso intenso de grandes quantidades do raro cristal salkrit de hiperinquelônio, necessárias para o funcionamento do propulsor de longa distância intergaláctico. Uma protuberância anelar tripla ocorre ao redor do equador da nave, fazendo com que a nave tenha um diâmetro máximo de 3.752 m nesse local. Em ambos os polos também podem ser projetados fusos de 450 m de altura cada, que formam o novo propulsor de longa distância da RAS TSCHUBAI, funcionais com as novas condições de hiperimpedância. Em todo o casco esférico da cúpula esférica há naves esféricas parcialmente afundadas e equipamentos técnicos (armas, etc.) são visíveis. Não há colunas de pouso porque a RAS TSCHUBAI – na sua qualidade de nave portadora – não foi projetada para operações de desembarque (PR 2750)

Imprimir Email

BASE - A maior nave portadora de longa distância dos terranos

baseBASE

A BASE foi a maior nave portadora de longa distância dos terranos para voos intergalácticos.

Estrutura

Generalidades

Ela foi fabricada a partir de aço inquelônio-terconite modificado e, por isso, com cor vermelho rosado, cujo ponto de fusão foi especificado como sendo de 96.000° C, mas provavelmente se trata de um erro.

Devido ao seu projeto, a espaçonave é incapaz de pousar em um planeta.

Os conveses a bordo da BASE são dispostos em ângulos arbitrários e cada um possui seu próprio vetor de gravidade. Por isso, cada seção da nave um código alfanumérico (como SFG-IDS-999 e GAG KAF-336), fazendo com que a tripulação às vezes acrescente nomes adicionais, tais como Sodoma e Gomorra.

Em todos os lugares a bordo da BASE há robôs humanoides, chamados de Daniel, que ajudam a atender as necessidades da tripulação. Basta chamar ‘Daniel’ e um deles aparece, aparentemente vindo de lugar nenhum.

Seção disco

A forma básica da BASE consistia originalmente de dois hemi discos unidos pelo lado chato, cada um com sua própria curvatura diferente, com um diâmetro total de 9.000 metros. Esta seção é rodeada por um toro circular (anel) com 1.500 metros de diâmetro de seção transversal circular; deste modo, o diâmetro total da BASE é de 12.000 metros.

Imprimir Email

Organizações paraestatais conhecidas dos terranos

01/07/2115: USO

A partir de ano 1 NCG: Liga Hanseática Cósmica

Cerca de 1235 NCG: Organização Camelot e Organização Taxit. Camelot formada pelos portadores de ativador celular e Taxit organização econômica de Homer G. Adams.

Cerca de 1292 NCG: Nova USO – Fundada por Monkey, Homer G. Adams e muitos membros de Camelot como sucessora da Organização Camelot!

01/07/2115 a 31/12/3499: USO, como uma organização policial da Aliança Galáctica estabelecida em paralelo com o Império Unido.

Após a dissolução da Aliança Galáctica, em 2328, a USO permaneceu uma organização independente, mas em conjunto trabalhava com o Império Solar.

Originalmente os terranos comandavam a Liga Hanseática Cósmica. Em 430 NCG ela foi integrada ao Galacticum.

Em 1223 NCG O Primeiro Terrano eleito, Buddcio Grigor, defendeu uma política de força e diferenciação das outras nações da Via Láctea. Ele liderou o retorno da Liga Hanseática Cósmica ao domínio da LTL. A sede da Liga Hanseática Cósmica tornou-se a nova sede do governo da LTL.

Em cerca de 1235 NCG foi criada a Organização Camelot e Organização Taxit. Camelot foi fundada pelos portadores de ativador celular politicamente isolados. Homer G. Adams fundou a Companhia Organização Taxit para financiar Camelot.

Em cerca de 1292 NCG foi criada a Nova USO. Após a dissolução de Camelot a Nova USO foi fundada por Monkey e Homer G. Adams, junto com muitos membros de Camelot, como a organização sucessora de Camelot.

Ano 1 a 1475 da Anomalia Temporal: Grupos de ação microtemporais nanoferense, formados principalmente por nanoferas com DNA metamorfo e ovíparos a partir dos nanoferas NG6. Podem ser “programados” para terem características especifica a partir de uma geração X e são a principal força tarefa dos choriatarcas em intervenções temporais e ações específicas no combate a Thez.

Imprimir Email

Organizações Estatais dos terranos

1971: Terceira Potência

A partir de 01/01/1990: Império Solar

A partir de 01/01/2115: Império Unido: Fusão do Império Solar, Grande Império (Árcon)

A partir de 27/03/2329: Voltou a ser Império Solar (com a saída dos arcônidas do Império Unido)

A partir do século 25: desunião dos mundos coloniais do Império, que formaram então reinos estelares independentes: União Carsuálica, União Centro-Galáctica, Império Dabrifa (a partir de 3.434 Federação Galáctica Normon), Irmandade Tarey, Coalizão Ross, Estados do Sistema Fracowitz e Ordem Shomona. Havia em 2790, 3.430 sistemas independentes. 1.385 foram consideradas fiéis a Terra e havia 1.405 sistemas considerados absolutamente autossuficientes. Esses chamados sistemas solares autossuficientes, em sua maioria, não eram independentes por causa de sua força, mas por causa da rivalidade entre os grandes impérios estelares. Além disso tinha os livres-mercadores, agora intimamente associados com o Império Solar, outras organizações puramente econômicas: nômades, piratas de Tipa Riordan, prospectores, Cientistas do Sistema Newton.

A partir de 3500: Novo Império Einsteiniano (NIE)

A partir de 01/01/3586: Liga dos Terranos Livres (LTL)

A partir de 1289 NCG: Nação Alashan em DaGlausch.

A partir de 1346 NCG: A humanidade Stardust em Anthuresta

Criada entre 1522 e 1551 NCG: Liga dos Galácticos Livres (LGL), surgida a partir da Liga dos Terranos Livres, que agora também tem a participação dos seres que foram referidos em anos anteriores como “não humanoides”.

Continuavam existindo no século 15 NCG reinos estelares independentes com por exemplo Nosmo ou a República de Plofos, que se associavam principalmente com a LGL.

Ano 1 a 1475 da Anomalia Temporal: Império nanoferense, formando pelos arazianos, junção dos povos dos nanoferas, oxtorpos e micropos-bis. Além destes, os indivíduos únicos, porém, especiais: micropaladino, o cientista Zoela Leko Nettow Fulgen, também conhecido como Tonzuc Vorgki; microanatomista, o cientista Palvorg Druex em duo concepto com o palkari Hwangru e o excepcional choriatarca mundo DNYAPILGER, o primeiro choriatarca artificial que é ao mesmo tempo o mundo Arazi.

Imprimir Email

T-previsores

Os t-previsores são ciborgues. Externamente, eles se assemelham a engrenagens industriais primitivas, medindo 280 centímetros e com oitenta centímetros de largura. O cubo atinge um diâmetro de 1,60 metro e sobressai em ambos os lados para fora vinte centímetros. Nela há uma cúpula de trinta centímetros de diâmetro, que envolve acoplamentos eletromecânicos complicados e conectores. Estes são utilizados, não só para permitir aos circuitos t-previsores em terminais especiais mas, também permitem a substituição ou reparação do líquido nutriente.

O Núcleo do t-previsor é composto pelo cérebro orgânico de um palkari, os habitantes do mundo da arte Palkari, uma criatura que lembra, em sua forma original, caracóis gigantes. O seu invólucro, no corpo ciborgue, é feito cuidadosamente para ser parecido com os “impulsores” dos palkaris. Os palkaris têm habilidades matemáticas inerentemente exorbitantes. Eles são sensíveis aos fenômenos hiperespaciais. Podem não só calcular hipermatematicamente o hiperespaço, como sentir intuitivamente seus processos estruturas.

Palkaron é uma pequena lua, de apenas 90 km, que foi terraformada pela coluna terminal TRAITOR e é orbitada por um sol artificial e duas estações espaciais. Uma vez que a minilua está parcialmente assentada no hiperespaço, mas com praticamente nenhuma proteção, ela sempre gera “apostadores dimensionais”. Esta é a capacidade latente dos caracóis para reconhecer relacionamentos pentadimensionais e de entender matematicamente, ao receber treinamento adicional. Os respectivos melhores matemáticos pentadimensionais de suas gerações entram para serviço da coluna e são transformados em t-previsores. Essa transformação usa a sua rede neural do cérebro agregada com um corpo puramente ciborgue.

A massa cerebral está localizada numa concha esférica no meio da roda dentada, que se encontra alinhada ao longo do vetor da gravidade, assim, não girando com ela. Desta forma, o cérebro de palkari é protegido de choques ou sobreposições. Sua alimentação é via líquido de nutrientes. Os t-previsores também são descritos como “roda de gaiolas” devido a aplicação de redes ou malhas de conspícuos. As malhas são usadas para proteger o cérebro orgânico de influências externas. As rodas da rede se movem na vertical rolando para a frente e podem atingir até sessenta quilômetros por hora. Distâncias maiores, dentro de um GLOIN TRAITOR por exemplo, são concluídas viajando com as lentes Koffter, equivalente aos planadores terranos.

tprevisor

Legenda:

1. Estabilizadores laterais

2. Cubo da roda com grade de proteção

3. Perfil e emissor (9)

4. Hemisfério – Inclui acoplamentos de bloqueio e plugues

5. Cérebro palkari numa concha esférica

6. Utilitários periféricos

7. Faixa de rastreamento integrado

8. Tanque de reciclagem de nutrientes

9. Condutor baseado em gravopulso.

Imprimir Email

Lemurenses - A primeira humanidade

PR TB Lemuria01Os lemurenses são também conhecidos como a primeira humanidade. Sua pátria é o planeta Lêmur, também conhecido como Terra, e sua língua é o lemuriano.

Os arcônidas chamam os lemurenses, de acordo com as conclusões retiradas de vários artefatos encontrados em muitos planetas da Via Láctea, bem como da falta de conhecimento exato sobre quem são seus antepassados indiretos, de Grande Povo Antigo.

Aparência:
A cor da pele dos lemurenses é de marrom aveludado e o cabelo é geralmente escuro. Várias fontes diferentes citam gestos (PR-TB 411, PR 264), condições gerais (PR-TB 411) ou roupas (PR-TB 411) semelhantes às dos indianos ou tailandeses. É provável que estes grupos étnicos sejam os mais semelhantes aos lemurenses, provavelmente devido à proximidade espacial (mas não temporal) com o continente submerso da Lemúria.

Imprimir Email

Microblog do Perryverso

Volume de prata de Perry Rhodan 139 - Lágrimas de Einstein

PRHC139Será lançado em Setembro de 2017 o volume de Prata 139 de Perry Rhodan.

O romance foi revisto por Hubert Haensel e traz o título “Lágrimas de Einstein” A capa é de Johnny Bruck e ilustrações interiores de Arndt Drechsler.

Vishna é um antigo ser cósmico que ameaça destruir a humanidade. Depois de vários ataques terem falhado, Vishna arrebata a terra e a lua de seu ambiente anterior: são lançados pelo sistema solar no corredor cinza. Fora deste túnel, não há escapatória nele, mergulhando a terra e seus habitantes através do espaço e do tempo. Nesta fase, surgem as lágrimas de Einstein: dez bilhões de balas, uma para cada habitante da Terra, medindo um metro e representando a Terra. Pouco tempo depois, cada ser humano se encontra em uma daquelas minúsculas terras que não traz outra vida exceto ele. Uma dessas pessoas é Reginald Bull, o amigo mais velho de Perry Rhodan. Ele também encolheu para tamanho microscópico e está buscando respostas desesperadas.

Este volume de prata, contará com as histórias com nível de açao do PR1165 e PR1172 a PR1176, no ciclo 17 de Perry Rhodan - A Armada Infinita.

1165 - William Voltz - As Lágrimas de Einstein

1172 - Arndt Ellmer - O Triunfo dos Cosmocratas

1173 - Detlev G. Winter - Os Mundos dos Computadores

1174 - Ernst Vlcek - O Duelo dos Cosmocratas

1175 - H. G. Ewers - Tremores no Tempo

1176 - H. G. Ewers - O Mundo do Nada

Volume de prata de Perry Rhodan 140 - Abismo sob o Sol Negro

PRHC140Será lançado em Novembro de 2017 o Volume de prata de Perry Rhodan 140 - Abismo sob o Sol Negro

O romance foi revisto por Hubert Haensel e traz o título “Abismo sob o Sol Negro” A capa é de Johnny Bruck e ilustrações interiores de Arndt Drechsler.

Com BASIS e a Frota Galáctica Perry Rhodan ainda está preso na distante galáxia M-82, em confronto direto com a Armada Infinita. O gigantesco exército de milhões de naves espaciais tem seguido por éons a sua missão. Agora, o Prateado quer aproveitar o poder sobre a Armada e abusá-la para seus próprios propósitos. Mas Perry Rhodan não pode permitir isso. Se ele quer defender a Armada contra seus oponentes, ele deve seguir para o Loolandre, o misterioso coração da frota. Mas esse é cercado pelos chamados portões, que só podem ser superados por seres com habilidades especiais. Enquanto as pessoas lutam nos portões, a realidade não é mais o habitual: membros da equipe agarrando suas próprias naves espaciais, um sol preto devora o deles. Mundos e Perry Rhodan deve enfrentar o passado dele. Na realidade Loolandre literalmente muda...

Este volume de prata, contará com as histórias com nível de açao do PR1169 a PR1170 e PR1177 a PR1181, no ciclo 17 de Perry Rhodan - A Armada Infinita.

1169 - Kurt Mahr - A Porta do Loolandre

1170 - Kurt Mahr - Abismo Sob o Sol Negro

1177 - Kurt Mahr - O Rapaz de Case Mountain

1178 - Kurt Mahr - A Quarta Sabedoria

1179 - H. G. Francis - O Átrio de Loolandre

1180 - H. G. Francis - O Tribunal dos Clãs

1181 - Marianne Sydow - A Mãe dos Clãs

Volume de Prata PR Neo 13 - Crepúsculo dos Mutantes

NEO_HC13Será lançado em Setembro de 2017 o Volume de Prata PR Neo 13 - Crepúsculo dos Mutantes

O autores são: Frank Borsch, Gerry Haynaly, Oliver Cheerful e Rüdiger Schäfer, com capa de Dirk Schulz.

20 de maio do ano de 2037: desde que Perry Rhodan encontrou os arcônidas na lua humana, os habitantes da Terra estão caminhando para a Via Láctea. O maior império estelar da galáxia é o Império de Árcon, que inclui milhares de planetas. Enquanto Rhodan está a caminho do distante planeta distante Árcon, a situação em Terrânia está piorando: no centro da capital da terra, os mutantes estão se revoltando. Seu alvoroço ameaça mergulhar o mundo em um abismo de aniquilação.

Romances incluídos de Neo: PRNeo0049 - Filhos Esquecidos de Artekh, PRNeo0050 - O Caminho de Rhodan, PRNeo0051 - Guias das Estrelas e PRNeo052 - Um Punhado de Eternidade.

Além disso incluso a história inédita e autônoma Sachiko de Michelle Stern.

Volume de Prata PR Neo 14 - Mundo das Tempestades

NEO_HC14Será lançado em Novembro de 2017 o Volume de Prata PR Neo 14 - Mundo das Tempestades

O autores são: Oliver Plaschka, Alexander Huiskes, Michelle Stern e Hermann Ritter, com capa de Dirk Schulz.

20 de maio do ano de 2037: há um ano que a humanidade esteve em contato com extraterrestres. Estes chamam-se de arcônidas, parecem muito semelhantes aos humanos e governam um império que abrange milhares de planetas. O centro deste império da estrela encontra-se no conjunto globular Thantur-Lok, há dezenas de milhares de anos-luz da Terra.

A maioria dos arcônidas não conhece nem é indiferente aos seres humanos. Mas seu governante – o chamado Regente – odeia Perry Rhodan e todos os moradores da Terra.

Para detê-lo, Rhodan e seus companheiros pressionam Thantur-Lok. A audaz jornada leva pelo vazio sem estrelas que se estende para fora da Via Láctea. Ao fazê-lo, as pessoas são confrontadas com perigos imprevistos; eles conhecem novos amigos e inimigos perigosos...

Romances incluídos de Neo: PRNeo053 - Encalhado na Noite, PRNeo054 - Cortesã do Império, PRNeo055 - Planeta das Tempestades e PRNeo056 - Comando de Busca Rhodan.

Além disso incluso a história inédita e autônoma "Cassino Imperial" de Oliver Plaschka.

Volume de Prata PR Neo 15 - Intrigas no Palácio de Cristal

NEO_HC15Será lançado em Novembro de 2017 o Volume de Prata PR Neo 14 - Mundo das Tempestades

O autores são: Oliver Plaschka, Alexander Huiskes, Michelle Stern e Hermann Ritter, com capa de Dirk Schulz.

Verão do ano de 2037: Depois de uma jornada perigosa, Perry Rhodan e seus companheiros chegaram finalmente a Árcon. Ninguém mais veio antes deles – eles estão agora a dezenas de milhares de anos-luz de distância da Terra, em um aglomerado globular fora da Via Láctea. A partir daqui, o Grande Império dos Arcônidas se estende através de inúmeros sistemas solares.

A maioria dos arcônidas não conhece nem é indiferente aos seres humanos. Mas seu governante – o chamado Regente – odeia Rhodan e todos os terranos.

Os humanos estão fascinadas com o poder e a expansão do império, a cultura e a tecnologia estão muito à frente deles. Mas Rhodan deve reconhecer com o que o intriga, a luta dos membros classe dominante. Árcon prova ser um mundo onde numerosos olhos e ouvidos invisíveis espreitam em que cada passo pode ser o último...

Romances incluídos de Neo: PRNeo057 - O Segredo de Epetran, PRNeo058 - O Veneno do Anel, PRNeo059 - A Cidade Distante e PRNeo060 - O Palácio de Cristal.

Além disso haverá uma história inédita e autônoma ainda não definida, que saberemos em Março de 2018.

Romance Planetário Duplo 89/90 - Uma Hiperzona anão / Tesouro das Estrelas

PRTH 89 90Será lançado no ínicio de Novembro em 02/11/2017 o Romance Planetário Duplo 89/90 - Uma Hiperzona anão / Tesouro das Estrelas

Os autores dos mesmos é Kurt Brand e W. K. Giesa com capa de Arndt Drechsler.

Mais uma vez, um volume de romances planetárias apresenta as obras de dois autores diferentes. Desta vez, outra aventura de Tyll-Leyden escrita por W. K. Giesa e o único livro de relações-públicas de seu pai adotivo literário, Kurt Brand.

Perto do centro galáctico, uma frota de pos-bis é destruída por atacantes superiores. Também Tyll Leyden consegue lidar com esse oponente. Sua espaçonave escapa a destruição e pousa em um planeta incomum. Os senhores deste mundo, no entanto, não estão dispostos a deixar o terrano novamente...

E nos primeiros dias da história terrana, Perry Rhodan e os mutantes no enigmático e perigoso planeta dos videntes infravermelhos encontram um ser estranho que não pode morrer, porque, de outra forma, um mundo inteiro pereceria...

Romance Planetário Duplo 91/92 - Espaçonave dos Sonhos das Estrelas / Encalhado no Nada

PRTH 91 92Será lançado no ínicio de Dezembro em 01/12/2017 o Romance Planetário Duplo 91/92 - Navio dos Sonhos das Estrelas / Encalhado no Nada

O autor dos mesmos é Peter Terrid com capa de Arndt Drechsler.

A exploração espacial nem sempre é sobre exploração ou defesa contra atacantes. Muitas vezes também é usada por turistas. Das experiências dos passageiros a bordo de tal espaçonave, a EMPRESA DO ESPAÇO EXTERIOR, atua neste volume.

Lhoreda Machecoul é policial. Quando ela pode evitar o assassinato de um psicopata no último minuto, ela recebe uma recompensa especial: a terrana pode participar de um cruzeiro através da Via Láctea. No entanto, ela não suspeita que um assassino esteja a bordo...

Mais tarde, a “espaçonave dos sonhos das estrelas” é capturada por uma catástrofe cósmica. As pessoas a bordo estão por conta própria, a tecnologia falha, a ajuda não está à vista. O frio, a escuridão e o pânico estão se espalhando – e uma luta assassina pela sobrevivência começa...

Romance Planetário Duplo 93/94 - O Planeta Assassino / Tumulto em Terrânia

PRTH 93 94Será lançado no ínicio de Janeiro em 05/01/2018 o Romance Planetário Duplo 93/94 - O Planeta Assassino / Tumulto em Terrânia

O autor dos mesmos é Hans Kneifel com capa de Arndt Drechsler.

A era cristã do século 25 é o tempo do império solar. Isso empurra seus limites para o seu poder e é confrontado com novos problemas.

Um desses problemas ocorre no ano 2430 no mundo colonial Woodlark. Este importante planeta para o Império parece se defender contra os colonos, causando inúmeras mortes e doenças. O jornalista Ty Caumont está preparado para explorar a situação...

Seis anos depois, o Império está fervendo. Perry Rhodan está perdido, um adversário perigoso ameaça a humanidade. Os conspiradores exploram essa situação para afundar o mundo natal dos seres humanos no caos. Uma tentativa de assassinato no marechal solar Julian Tifflor inicia a ruina da Terra...

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.