PR0008 – Base em Vênus

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PRBR-0008

"Eles chegam a Vênus e se deparam com um segredo que era mais velho do que a raça humana..."

Título Original: Die Venusbasis

Autor: Kurt Mahr

Tradutor: Richard Paul Neto.

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 27/10/1961

Publicação no Brasil: 1976

Época: Janeiro a Maio de 1972

Local da ação: Vênus

Personagens principais: Perry Rhodan, Reginald Bull, Crest, Thora, Tako Kakuta, Anne Sloane, Michael Freyt, Conrad Deringhouse, Rod Nyssen, O 'comandante'.

 

Resumo

O foguete do Bloco Ocidental GREYHOUND é enviado a Lua a fim de escavar os destroços arcônidas em busca da tecnologia que vai ajudar na luta contra a Terceira Potência. A nave se acidenta, matando um membro de sua tripulação e os sobreviventes Freyt, Deringhouse e Nyssen, detectam uma nave alienígena e atiram mísseis contra ela. É a GOOD HOPE com Rhodan e sua tripulação. Rhodan rechaça o ataque e, depois de falar com os líderes do Bloco Ocidental, recruta os três astronautas.

A GOOD HOPE chega a Vênus e é imediatamente atacada por um inimigo desconhecido. A nave pousa com segurança e uma raça semi-inteligente é encontrada. Rhodan faz contato com as criaturas que consideram os recém-chegados como deuses.

Rhodan, Reginald Bull, Anne Sloane e Tako Kakuta estabelecem-se nas selvas do planeta para procurar a fortaleza do inimigo. Ao longo do caminho eles encontram várias formas perigosas da vida venusiana desde vermes gigantes a dinossauros.

O grupo finalmente encontra um complexo de cavernas onde Tako é capturado e submetido a interrogatório pelo comandante da base. O questionamento leva o grupo terrano a ser recebido pelo posto avançado que é defendido por um exército de robôs liderados pelo cérebro positrônico que se localiza fora da base central de Árcon.

A base encontrada é a única construção remanescente de uma antiga civilização arcônida. Além da Base de Vênus, havia uma colônia arcônida na Terra, que foi destruída por um cataclismo (que Perry acha que é a cidade perdida de Atlântida), deixando a base desocupada por 8.000 anos. O cérebro dominante estava esperando por um cérebro humano compatível que possa trabalhar em conjunto com ele. Crest explica que o cérebro apropriado não era nem o de Thora nem o dele mesmo, como seria de se supor. O cérebro positrônico identificou o bem treinado cérebro do terrano Perry Rhodan como sendo o ideal para um comandante. Perry está agora com o controle completo e exclusivo de mais uma maravilha tecnológica arcônida.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções!

Clique aqui para criar uma Conta e, para saber como adquirir sua cópia oficial e ainda ter os benefícios de ser um integrante do Projeto Traduções, entre em contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Imprimir