PR-RP19 – ATA08 – Ilha dos Monstros

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

cRP19 ATA08(159)

"O arcônida entre estranhos e bárbaros – como o executor do julgamento de AQUILO."

Título Original: Insel der Ungeheuer

Autor: Hans Kneifel

Tradutor: Paulo Lucas

Revisores: Marcel Vilela de Lima e Marcos Roberto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 1976

Publicação no Brasil: Fevereiro de 2016

Época: 2161 a 2159 aC

Local da ação: Terra, Creta

Personagens principais: Atlan, chamado de Atlantos, Rhai-Ghur, chamado de Ranthys, AQUILO, Rico, Laamia, Derione, Inyx, Esão e Proteos.

Resumo

A cidade de Acádia foi construída por Atlan (veja ATA-07 — RP-17) e se elevou para o maior esplendor e poder, quando ele e seu amigo e ajudante Rai-Ghur foram novamente acordados rudemente por AQUILO. Desta vez eles têm um tempo de preparação antes de viajar para Creta, onde mais uma vez os androides fugidos de Peregrino agem maliciosamente. Mas as criaturas da superinteligência são a menor dor de cabeça para AQUILO e Atlan; os seres que se juntaram a eles são o problema. No caminho de Peregrino para a Terra, eles visitaram vários outros mundos, onde reuniram seres que, mais tarde na Terra, serão o material de mitos e lendas: três humanoides voadores chamados de h’arpeji, um casal de homens-cavalos, criaturas híbridas chamadas de khent’our, um mutante chamado Proteos e 21 aves, chamadas de stimvaleeds. Todos esses seres e androides devem desaparecer da face da Terra, a fim de permitir o desenvolvimento pacífico da cultura humana. Para apoiar Atlan, Rhai-Ghur e Rico, vários guerreiros e trabalhadores são fornecidos por AQUILO.

Com a chegada do grupo em Creta, um primeiro ataque é realizado por um h’arpeji macho, que é caçado por Atlan. Uma caçadora que observou o desembarque e o combate se junta a eles e lhes fornece todas as informações necessárias. Como "Atlantos" e "Ranthys", eles partem com seus homens e amigos para Knossos, para serem contratados como arquitetos estrangeiros e trabalhadores. Em um momento favorável sequestram Laamia um dos dois androides femininos de Peregrino e a mantêm presa, inicialmente, na caverna da caçadora. Mais tarde Atlan e seu grupo encontram os khent’ours e os matam em batalha. Quando depois Atlan retorna à caverna para ver Laamia, esta tenta escapar e cai de um penhasco. Em seguida, Atlan e Ranthys voltam com o cadáver de Laamia para Knossos e relatam que ela e os khent’ours foram mortos pelos stimvaleeds. Mas as mutualidades dos estranhos supera a desconfiança semeada por Atlan, e eles não entram em confronto como esperado. Em vez disso, os h’arpejis agora mantêm um olhar atento sobre Atlan e seus homens. A ação de Atlan na expansão de Knossos o faz ganhar a confiança dos androides governantes. Quando Atlan algumas noites mais tarde tenta secretamente ir com o planador até a caçadora Derione, ele e descoberto e caçado pelos h’arpejis. Com dificuldade, ele consegue derrotar seus adversários e, assim manter seu segredo.

No funeral de Laamia, Atlan prepara com o seu grupo a sua próxima tacada: no caos das celebrações, ele consegue capturar um dos stimvaleeds. Atlan e Ranthys levam o ser para uma cabana isolada para procurar uma arma adequada contra essas criaturas. Eles tem sucesso, isso foi, no entanto, descoberto pela androide Inyx. Os dois homens podem derrotá-la e a sua escolta, antes que a androide consiga destruir a nova arma.

Durante a manhã seguinte, enquanto Inyx também é sepultada, Atlan anuncia a última parte de seu plano. Derione tem a intenção de reunir em sua tribo e em todo o caminho de lá para Knossos aliados que querem apoiar o "governante estrangeiro vindo do norte", que quer desafiar Esão, o governante androide. Pouco antes de sua chegada o arcônida faz pessoalmente o seu desafio a Esão. Usando sua arma, ele pode destruir os stimvaleeds se aproximando antes que eles possam intervir. Então ele se volta para o último duelo com o androide e o derrota. As tropas de apoio recebidas evitam o caos e, por um curto período de tempo Atlan governa sobre Knossos.

Passam-se muitos meses, nos quais Atlan gentilmente cura as cicatrizes da dominação dos androides e ajuda a cultura de Kefti (Creta) a florescer. No entanto, eles não tem sucesso durante todo esse tempo em encontrar o último estrangeiro, Proteos. Para AQUILO No entanto, isso parece não ter significância: depois de um longo período de lazer e descanso, somem os equipamentos e homens que tinham sido fornecidos pela superinteligência e, como previsto, Ranthys e Atlan tomam o caminho de volta para a cúpula.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir