PR-RP24 – ATA11 – A Maldição do Demônio Negro

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

cRP24 ATA11(173)

"Encalhado na Terra – um estranho piloto estelar entre bárbaros."

Título Original: Im Bann des Schwarzen Dämons

Autor: Hans Kneifel

Tradutor: Delgado

Revisores: Marcel Vilela de Lima e Marcos Roberto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 1977

Publicação no Brasil: Dezembro de 2016

Época: 1976 aC.

Local da ação: Terra, Inglaterra (Stonehenge)

Personagens principais: AQUILO, Atlan.

Resumo

Depois de Atlan e seus amigos terem partido de Gubal/Byblos com o CEDRO (ATA10-RP23/TB165), eles seguem o mensageiro de AQUILO ao longo da costa sul do Mediterrâneo, para o oeste. Durante uma parada perto do estreito que marca a transição para o oceano (Gibraltar), eles são envolvidos em uma luta com os caçadores de uma tribo primitiva. Finalmente eles transformam os caçadores em aliados e alguns deles se juntam ao grupo de Atlan.

Algum tempo depois, o CEDRO atingiu o país, onde leva a nova ordem de Atlan: na ilha do norte, que será chamada de Inglaterra, um alienígena incomum está encalhado. Ele é um ser, como nunca visto antes por Atlan: grande, preto, quatro braços e três olhos, e já as primeiras observações mostram ao arcônida e seus amigos que ele é de excepcional resistência e tenacidade. Parece como se ele pudesse transformar temporariamente seu corpo em pedra. Parte de sua força, ele usa agora para criar um observatório que lhe permitirá determinar a sua posição. Independentemente das suas necessidades, força os nativos de um assentamento próximo, para ajudá-lo. Uma vez que ele souber a sua posição, será possível para ele, com a sua última energia, emitir uma ligação de rádio direcionada e chamar equipes de resgate. A demanda da superinteligência AQUILO é para evitar isso, o que levanta em Atlan um conflito, porque para ele essa ligação de rádio poderia ser a sua salvação. Ele fica, portanto, inicialmente hesitante e antes se limita a observações. Pode ser visto a partir das imagens que a águia robotizada fornece a Atlan, que o encalhado ocasionalmente sofre convulsões de destruição descontrolada. Depois de um desses ataques, o alienígena destrói o pássaro robótico com uma enorme arma de energia. Isto lhe revela a natureza do ser, e ele agora está avisado.

Em um novo ataque do estranho, Atlan sucede em roubar a arma de energia de sua nave. Quando ele retorna, porém, ele verifica que o astronauta não só destruiu partes da aldeia, mas também alguns dos seus homens foram mortos. Agora fica claro a sua determinação de que o alienígena deve ser morto. Enquanto ele faz os últimos preparativos para a sua ligação de rádio, Atlan penetra novamente na nave para interromper as linhas de fornecimento de energia. Usando a arma de energia e todos os equipamentos que puderam trazer, Atlan e seus homens atacam o gigante de pele negra e, em seguida, podem destruí-lo em uma luta prolongada.

Por um tempo Atlan e seus amigos permanecem entre os moradores para corrigir os piores danos que foram causados pelo alienígena gigante. Depois de se certificar que a aldeia vai sobreviver ao próximo inverno, eles também ensinam as pessoas novas técnicas. Desta forma, talvez a ilha um dia será integrado a um destino interessante para a crescente rede de civilizações de mercadores. Assim, a Humanidade está em outro pequeno passo mais perto do objetivo, Atlan coloca todas as suas esperanças sobre isso: a capacidade de possuir e construir espaçonaves. Mas até então, muitos milhares de anos irão passar, e após o retorno do CEDRO para as águas do Mediterrâneo, o arcônida usa uma pequena fração desse tempo para aproveitar a vida com sua companheira, antes de ambos retornarem à cúpula submarina de segurança novamente.

Nota: A falta de conhecimento de Atlan sobre a espécie halutense é provavelmente devido ao apagamento de memórias específicas por AQUILO (ou um erro do autor). No PR0200, ela já se lembra, com a visão de Icho Tolot, sobre um encontro com os halutenses já no decurso da Guerra do Metano.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir