PR0065 – Um Sopro de Eternidade

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PRBR 0065

"Rhodan mergulha naquele oceano de tempo, onde os invisíveis tem seu reduto."

Título Original: Ein Hauch Ewigkeit

Autor: Clark Darlton

Tradutor: Richard Paul Neto

Artista da capa alemã: Johnny Bruck

Publicação na Alemanha: 30/11/1962

Publicação no Brasil: 1977

Época: 2041

Local da ação: Universo druuf

Personagens principais: Perry Rhodan, Reginald Bull, Erb, tenente Marcel Rous, Gucky, Ras Tschubai, Kruukh

Resumo

Em 13 de janeiro de 2041, dez dias após o desaparecimento da equipe do tenente Rous em Tats-Tor, Perry Rhodan vai até o local para ver o que aconteceu. A gazela é recuperada sem ocupantes e o gerador de campo lenticular é encontrado destruído. No momento de uma segunda jornada, um novo gerador de campo mais aperfeiçoado é testado, mas sem qualquer efeito.

Em 16 de julho, Rhodan é contatado pelo doutor Erb, um físico. Dr. Erb compreende as razões para o fracasso do gerador de campo que não foi adaptado às condições reinantes após uma interferência. Um novo modelo é construído, e nomeou-se gerador de campo de curvatura. A DRUSUS parte para Tats-Tor e cria uma grande janela por onde penetra o cruzador lunar SAMBO que também tem um gerador gerador de campo de curvatura.

A tripulação da SAMBO resgata Marcel Rous e seus companheiros. Gucky confirma o que já tinham começado a suspeitar – que as lagartas são inocentes e não tem nenhuma relação com o verdadeiro inimigo, a quem, no entanto, se atribui o nome de druufs. O caminho de volta para o universo normal é bloqueado pela chegada de naves espaciais em forma de fuso, que, com o fogo concentrado, impedem o acesso ao anel de luz gerada pelo gerador de campo de curvatura da DRUSUS.

Gucky e Ras Tschubai se teleportam para bordo das naves dos druufs, mas estas só são ocupadas por robôs. No mundo petrificado, Rhodan e seus homens descobrem surpresos que estão lentamente se adaptando ao ritmo temporal do planeta. Tschubai descobre em uma nave druuf um gráfico da Terra, onde Atlântida é claramente visível. Gucky é capturado, mas consegue escapar.

No momento de um salto de teletransporte, ele encontra temporariamente Perry Rhodan na Terra, mas o Administrador Solar acha isso irrelevante. O rato-castor é puxado brutalmente deste ambiente e chega à SAMBO. Uma hipótese de que, ao atravessar a bolha de energia ao redor da nave dos druufs, Gucky também teletransportou-se através do tempo.

A SAMBO aproxima-se da nave principal dos druufs, usando o transmissor fictício contra as outras unidades. A nave hostil envia um emissário, Kruukh, mas este começa a controlar a tripulação usando seu controle mental sendo colocado fora de ação por André Noir. A nave principal dos druufs desaparece no instante que a SAMBO utiliza o transmissor fictício contra ela.

A SAMBO volta para o universo normal onde apenas dois minutos se passaram. Atlan acredita que o uso do transmissor fictício os trouxe de volta para o passado, contrariando o deslocamento temporal.

Alguns meses mais tarde, quando Perry Rhodan sai para caminhar em Terrânia, ele sente uma presença estranha e descobre no solo rastros inconfundíveis de Gucky.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções!

Clique aqui para criar uma Conta e, para saber como adquirir sua cópia oficial e ainda ter os benefícios de ser um integrante do Projeto Traduções, entre em contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Imprimir