PR2877 - O Planeta Devastado

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

PR2877

“Perry Rhodan no subterrâneo - ele passa por um passado dramático”

Título Original: Der verheerte Planet

Autor: Michael Marcus Thurner

Tradutor:

Artista da capa alemã: Swen Papenbrock

Publicação na Alemanha: 07/10/2016

Publicação no Brasil:

Época: 27 de julho do ano de 1522 NCG

Local da ação: Orpleyd

Personagens principais: Perry Rhodan, Attilar Leccore, o advogado, Xervan, Laccess, Astirra, Pfaunyc Tomcca, Catccor Turrox

Visão Geral

Resumo

Perry Rhodan retorna ao advogado e pode ser deslocado mais uma vez nas profundezas de Torus-V. Nesse meio tempo, a qualquer momento ele poderia assumir seu corpo agora totalmente convalescido, no entanto, está determinado a deixá-lo ficar em "outro lugar" até que ele descubra como os tiuphores uma vez tão pacíficos, tornaram-se um povo assassino impiedoso, contra os quais, ele combateu na Via Láctea. O advogado e Attilar Leccore, com o qual ele se encontra ocasionalmente, o aconselham sobre o perigo que ele também poderia se deparar com a falsa existência no Catiuphat, de modo que ele ficaria preso lá para sempre. Isso não impede Rhodan. No entanto, ele vê que um plano de fuga pode ser trabalhado. Ele deixa os preparativos adequados para Leccore. O Koda Aratier deve organizar um escaler da CIPPACOTNAL. Pey-Ceyhan tem a tarefa de distrair Cuttra Yass. O jovem oráculo-mensageiro está encantado e passa a maior parte de seu tempo livre limitado, a fim de massagear a lare.

No papel de oráculo da nave, Paqar Taxmapu Leccore faz contato com os ccoshars. Dessa forma todos esses hermafroditas, não marcados para oráculo-mensageiro ou até mesmo para Oráculo, são chamados. Eles são ridicularizados e considerados um fracasso. Muitos se ocupam como artistas, contudo, alguns não são completamente negligenciáveis, na medida em que aperfeiçoam a coreografia de combate de seus caradoccs. Cerca de mil ccoshars vivem em uma seção separada da arca estelar. Seu porta-voz é Sandar Vocc. Leccore/Taxmapu alega que quer melhorar as condições de vida dos ccoshars e dar-lhes mais reconhecimento em todas as arcas estelares, e que eles naturalmente precisam de sua própria espaçonave. Ele realmente consegue persuadir Maxal Xommot. Um iate armado em forma de bumerangue com 220 metros será desativado para os ccoshars.

Enquanto isso, Rhodan vê no Catiuphat, quando o grupo dos antigos oráculos Xervan As-Karrok e Zimu Miacylloc é guiado nas cavernas debaixo de Gothud, o habitat dos gyanlis. Lá, se escondem debaixo dos olhares de seus piores inimigos Pfaunyc Tomcca e Catccor Turrox, dos quais, os tiuphores esperam a redenção de sua existência miserável em Tiu. Além disso, a chave está em uma propriedade especial dos hipercristais Tiucui, que são extraídos das cavernas pelos tiuphores. Turrox encontrou o pavvat há muito tempo, uma ferramenta provavelmente de origem gyanli, que combina as propriedades de uma sonda, um robô e uma inteligência artificial em si mesma. Usando o pavvat. Ele descobriu que os cristais se projetam em um espaço dimensional superior e formam um refúgio para os conteúdos da consciência — o Phat. Só uma percentagem muito pequena de todos tiuphores possui a capacidade de mudar para Phat e desta forma escapar dos gyanlis. Astirra e sua mãe Laccess são particularmente talentosas — elas não foram escolhidas aleatoriamente. Rhodan também descobre a existência do Operandum. Os tiuphores não entendem o que se oculta por trás disso. Eles assumem que há uma conexão entre o Operandum e o frenesi destrutivo dos gyanlis.

No tempo seguinte, Turrox colabora com Astirra e Laccess. Então, progressos decisivos podem ser feitos. Os cientistas se envolvem com as duas coisas. É necessário o desenvolvimento de um método que permita a travessia dos menos dotados para o Phat. Para este efeito, é necessária uma modificação da consciência dos tiuphores, que pode ser levada a cabo pelos cristais Tiucui, mas ocorre um efeito colateral desagradável: através das modificações, os tiuphores se tornam tão impiedosos e cruéis quanto os gyanlis. Há também uma conexão entre o Phat e o planeta Tiu, que precisam de ser resolvida. Turrox e Tomcca acreditam que o futuro de seu povo está no espaço. Na verdade, já está em construção uma arca estelar para os tiuphores em um estaleiro para além da faixa luminosa do sistema, onde uma vez que o trabalho for concluído, uma coluna Ticcui cheia com o conteúdo das consciências – uma faixa sextadim – deve levá-los a liberdade. Turrox nem sequer pode imaginar que ajudaria escravizar outros povos, da mesma maneira que escapava de seus opressores.

Rhodan não descobre os detalhes finais, mas tornou-se claro que os tiuphores foram forçados a se tornar o que eles mais odiavam, a fim de sobreviver. Ele também percebe que o advogado não é outro senão Zimu Miacylloc. O tempo de Rhodan no Catiuphat acabou. Ele é transferido de volta ao seu corpo. Leccore coloca Yass fora de ação com um golpe ousado o incapacitando. Em seguida, Vocc deve ser posto fora de ação, já que "cheirou o assado" e espera os três fugitivos no iate com a arma pronta para disparar. Rhodan ainda não está totalmente capaz de agir e tropeça sobre os seus próprios pés. Leccore e Pey-Ceyhan eliminam Vocc conjuntamente. Leccore deposita um cristal de dados com informações que o incriminam, porque não quer que Yass e Ccoshars sofrem represálias. Rhodan batiza a nave auxiliar com o nome de ODYSSEUS. A partida da espaçonave é uma surpresa para os tiuphores, já que a ODYSSEUS pode retirar-se livremente na direção de Orpleyd. Um retorno à Via Láctea só seria possível através da rota da semitrilha-sextadim e, portanto, está excluído. Rhodan pretende encontrar aliados e voar para o planeta Tiu, para procurar o pavvat.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções! Clique aqui para criar uma Conta.

Imprimir Email

Login

A Chave secreta é necessária somente se você habilitou o Google Autenticador em seu perfil.