O plano para tomar a nave tópsida é relativamente simples. Rhodan pretende usar o Exército de Mutantes para confundir os tópsidas. Usando um radiador de impulsos e os poderes de seus mutantes, Rhodan ganha acesso ao Palácio Vermelho, agora nas mãos da raça de homens lagarto. Uma vez lá dentro, um transmissor de matéria no Palácio usará à mesma frequência que os transmissores em Rofus. Trabalhando com a resistência ferrônia, Deringhouse também faz sua jornada rumo ao antigo palácio do Thort.

Rhodan e seus mutantes ganham o controle da mente do comandante Tópsida, Chrekt-Orn, que é influenciado a ordenar a evacuação da nave de guerra para manutenção. Isso causa dúvidas nas mentes de alguns tópsidas, mas questionar sua autoridade não é encorajada pelas forças dos homens lagarto. Depois de algum tempo, Chrekt-Orn questiona suas próprias razões para a emissão de suas ordens, mas sofre novamente a influência do radiador psíquico.

Quando Rhodan e o almirante tópsida chegam à nave, as tropas percebem que alguma coisa está errada. Forçado a deixar Chrekt-Orn para trás, Rhodan e suas forças assumem o controle da nave e decolam. A nave capturada parte para Rofus.

Como esperado, os tópsidas enviam uma frota para Rofus a fim de recapturar o encouraçado arcônida e derrotar os restos da frota de defesa ferrônia. Rhodan volta a Terra para reunir uma equipe capaz de lidar completamente com as operações desta nave.

Gostou deste resumo? Participe do Projeto Traduções!

Clique aqui para criar uma Conta e, para saber como adquirir sua cópia oficial e ainda ter os benefícios de ser um integrante do Projeto Traduções, entre em contato: Este endereço para e-mail está protegido contra spambots. Você precisa habilitar o JavaScript para visualizá-lo..